Portal:Relações internacionais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Principal   Tópicos  
Portal das Relações Internacionais
Globe centered in Cape Verde (globe location map scheme).svg


Introdução

As Relações Internacionais, comumente abreviadas como RI ou REL, visam ao estudo sistemático das relações políticas, econômicas e sociais entre diferentes atores do Sistema Internacional (SI). Entre os atores internacionais, destacam-se os Estados, além das empresas transnacionais, as organizações intergovernamentais (OIG), as organizações não-governamentais, opiniões públicas. Pode se focar tanto na política externa de determinado Estado, quanto no conjunto estrutural das interações entre os atores internacionais, como nos fenômenos internacionais.

Recarregue o conteúdo desta página


Artigos selecionados

Korean Peninsula satellite.png

A Resolução 82 do Conselho de Segurança das Nações Unidas foi uma medida aprovada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas em 25 de junho de 1950. A resolução exigia que a Coreia do Norte retirasse imediatamente as suas forças armadas da fronteira com a Coreia do Sul e cessasse as hostilidades contra esta. A medida foi aprovada em uma votação que teve nove votos a favor, nenhum contra e uma abstenção, e representou um catalisador para o início da Guerra da Coreia.

A península da Coreia estava dividida ao longo do paralelo 38 N entre forças de ocupação soviéticas ao norte e norte-americanas ao sul desde o fim da Segunda Guerra Mundial. As duas superpotências procuraram sustentar regimes alinhados aos seus governos em cada um dos lados da fronteira e, com o início da Guerra Fria, as tensões aumentaram entre as duas Coreias. Estas culminam com a invasão do Sul pelo Norte em 25 de junho de 1950. A recém-formada Organização das Nações Unidas apoiou a Coreia do Sul e considerou-a o único governo legal. (ler mais...)

Sabia que?

... que a Áustria (imagem) foi dividida e ocupada pelas forças aliadas de 1945 até 1955?

... que a Paz de Westphalia encerrou formalmente a Guerra dos Trinta Anos em 1648 e criou uma base para a autodeterminação nacional que continua até os dias atuais?

... que a Finlândia lutou lado a lado com a Alemanha nazista na Guerra de Continuação e depois contra ela na Guerra da Lapônia?

... que a Rússia e o Japão foram incapazes de assinar um tratado de paz depois da Segunda Guerra Mundial e os assuntos permanecem não resolvidos?

... que na Guerra Russo-Japonesa a vitória dos militares japoneses surpreendeu os observadores mundiais e transformou o equilíbrio de poder na Ásia Oriental?

... que a Crise dos Mísseis Cubanos foi transmitida pela televisão em todo o mundo e foi o período mais próximo que a Guerra Fria chegou de uma guerra nuclear em grande escala?


Categorias

Imagem selecionada

United Nations Flags in the Palace of Nations
O Tratado de Lisboa (inicialmente conhecido como o Tratado Reformador) é um acordo internacional que altera os dois tratados que formaram a base constitucional da União Europeia (UE). O Tratado de Lisboa foi assinado pelos Estados-membros da União Europeia em 13 de Dezembro de 2007 e entrou em vigor em 1 de Dezembro de 2009. Alterou o Tratado de Maastricht (1993), também conhecido como Tratado da União Europeia, e o Tratado de Roma (1957).


Mapa

CommunistSplit.png


Mapa indicando a ruptura sino-soviética: os países em vermelho representam governos comunistas alinhados com a União Soviética, os países em amarelo representam governos comunistas alinhados com a República Popular da China (além da própria China, houve apenas dois: Albânia e Kampuchea Democrático). Os países em negro (Coreia do Norte, Somália e Iugoslávia) representam os governos comunistas que não estavam alinhados com nenhum destes.



Coisas que você pode fazer

Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com relações internacionais na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.