Portal:Relações internacionais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Principal   Tópicos  
Portal das Relações Internacionais
Globe centered in Cape Verde (globe location map scheme).svg


Introdução

As Relações Internacionais, comumente abreviadas como RI ou REL, visam ao estudo sistemático das relações políticas, econômicas e sociais entre diferentes atores do Sistema Internacional (SI). Entre os atores internacionais, destacam-se os Estados, além das empresas transnacionais, as organizações intergovernamentais (OIG), as organizações não-governamentais, opiniões públicas. Pode se focar tanto na política externa de determinado Estado, quanto no conjunto estrutural das interações entre os atores internacionais, como nos fenômenos internacionais.

Recarregue o conteúdo desta página


Artigos selecionados

Flag of the United Nations.svg

Organização das Nações Unidas (ONU), ou simplesmente Nações Unidas, é uma organização intergovernamental criada para promover a cooperação internacional. Uma substituição à ineficiente Liga das Nações, a organização foi estabelecida em 24 de outubro de 1945, após o término da Segunda Guerra Mundial, com a intenção de impedir outro conflito como aquele. Na altura de sua fundação, a ONU tinha 51 estados-membros; hoje são 193. A sua sede está localizada em Manhattan, Nova York, e possui extraterritorialidade. Outros escritórios situam-se em Genebra, Nairóbi e Viena. A organização é financiada com contribuições avaliadas e voluntárias dos países-membros. Seus objetivos incluem manter a segurança e a paz mundial, promover os direitos humanos, auxiliar no desenvolvimento econômico e no progresso social, proteger o meio ambiente e prover ajuda humanitária em casos de fome, desastres naturais e conflitos armados.

Durante a Segunda Guerra, o presidente estadunidense, Franklin D. Roosevelt, começou a discutir a criação de uma agência que sucederia a Liga das Nações, e a Carta das Nações Unidas foi elaborada em uma conferência em abril–junho de 1945; a carta entrou em vigor a 24 de outubro de 1945, e a ONU começou a operar. A sua missão de promover a paz foi complicada nas suas primeiras décadas de existência, por culpa da Guerra Fria, entre Estados Unidos, União Soviética e seus respectivos aliados. Teve participação em ações importantes na Coreia e no Congo-Léopoldville, além de ter aprovado a criação do estado de Israel em 1947.

O número de integrantes cresceu bastante após o grande processo de descolonização na década de 1960, ocorrido principalmente na África, na Ásia e na Oceania, e na década seguinte, seu orçamento para programas de desenvolvimento social e econômico ultrapassou em muito seus gastos com a manutenção da paz. (leia mais...)

Sabia que?

... que a Áustria (imagem) foi dividida e ocupada pelas forças aliadas de 1945 até 1955?

... que a Paz de Westphalia encerrou formalmente a Guerra dos Trinta Anos em 1648 e criou uma base para a autodeterminação nacional que continua até os dias atuais?

... que a Finlândia lutou lado a lado com a Alemanha nazista na Guerra de Continuação e depois contra ela na Guerra da Lapônia?

... que a Rússia e o Japão foram incapazes de assinar um tratado de paz depois da Segunda Guerra Mundial e os assuntos permanecem não resolvidos?

... que na Guerra Russo-Japonesa a vitória dos militares japoneses surpreendeu os observadores mundiais e transformou o equilíbrio de poder na Ásia Oriental?

... que a Crise dos Mísseis Cubanos foi transmitida pela televisão em todo o mundo e foi o período mais próximo que a Guerra Fria chegou de uma guerra nuclear em grande escala?


Categorias

Imagem selecionada

The Peace Palace
O Palácio da Paz é um edifício situado em Haia, Países Baixos. É frequentemente chamada de sede do direito internacional porque abriga a Corte Internacional de Justiça (que é o principal órgão judicial das Nações Unidas), a Corte Permanente de Arbitragem, a Academia de Direito Internacional de Haia e a extensa Biblioteca do Palácio da Paz. Além de hospedar essas instituições, o Palácio é também um local regular para eventos especiais na política e no direito internacional.

Crédito: Lybil BER


Mapa

CommunistSplit.png


Mapa indicando a ruptura sino-soviética: os países em vermelho representam governos comunistas alinhados com a União Soviética, os países em amarelo representam governos comunistas alinhados com a República Popular da China (além da própria China, houve apenas dois: Albânia e Kampuchea Democrático). Os países em negro (Coreia do Norte, Somália e Iugoslávia) representam os governos comunistas que não estavam alinhados com nenhum destes.



Coisas que você pode fazer

Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com relações internacionais na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.