Possun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Foto de um leopardo negro do Out of Africa Wildlife Park em Camp Verde, Arizona

Kposun, Kpó ou Possun é um Vodun cultuado pelos povos Ewe-Fon na África[1][2][3] e no Brasil, a tradução é homem leopardo. O culto de Kposun é sòmente realizado no Brasil pela nação Jeje, é um vodun de características próprias e sendo impossibilitado de ser cultuado pelas demais tradições afro-descendentes.

Segundo as tradições Jeje, Kposun Pertence à família de Heviossô e são chamados de Ji-vodun (divindades que habitam o céu), mas também tem particularidades com os Ayi-vodun (divindades que habitam a terra) que tem como Vodun principal Azansun.

Como Kposun está ligado à terra e também ao céu, segundo algumas lendas é este vodun que abre a passagem dos mortos junto com Avimadjé (vodun do culto de Azansun), para que Ku (A Morte) possa recebê-los no firmamento.

Referências

  1. Bay, Edna G. (29 de junho de 2012). Wives of the Leopard: Gender, Politics, and Culture in the Kingdom of Dahomey (em inglês). [S.l.]: University of Virginia Press. ISBN 978-0-8139-2386-4 
  2. Joseph, Celucien L.; Cleophat, Nixon S. (5 de maio de 2016). Vodou in the Haitian Experience: A Black Atlantic Perspective (em inglês). [S.l.]: Lexington Books. ISBN 978-1-4985-0832-2 
  3. Parés, Luis Nicolau (14 de junho de 2016). O rei, o pai e a morte: A religião vodum na antiga Costa dos Escravos na África Ocidental. [S.l.]: Companhia das Letras. ISBN 978-85-438-0637-2 


Ícone de esboço Este artigo sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.