Grammy Latino para Melhor Álbum Vocal Pop Masculino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grammy Latino para Melhor Álbum Vocal Pop Masculino
Descrição Prêmio atribuído pela qualidade vocal e instrumental de álbuns de artistas masculinos.
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 2001
Última cerimónia 2011
Detentor Latin Academy of Recording Arts & Sciences
Sítio oficial

O Grammy Latino para Melhor Álbum Vocal Pop Masculino foi uma das categorias do Grammy Latino, uma cerimônia estabelecida em 2000, tratada como uma versão latina do Grammy Award. Nesta categoria, o prêmio é atribuído às melhores qualidades vocais e instrumentais de álbuns de artistas masculinos.[1]As várias categorias são apresentadas anualmente pela Latin Academy of Recording Arts & Sciences dos Estados Unidos, formada por profissionais e técnicos da música que buscam reconhecer gravações latinas lançadas em todo o mundo.[2]

Em 2000, a categoria era conhecida como Melhor Performance Vocal Pop Masculina, atribuindo o prêmio para singles e faixas. Nos anos seguintes, o prêmio foi apresentado como Melhor Álbum Vocal Pop Masculino. Os indicados para a categoria eram diversos, incluindo cantores da Argentina, Brasil, Colômbia, Itália, México, Porto Rico e dos Estados Unidos.[3]

O primeiro prêmio foi atribuído ao cantor mexicano Luis Miguel, para a canção "Tu Mirada", quando a categoria ainda era apresentada como Melhor Performance Vocal Pop Masculina. O cantor voltou a ser indicado em 2001 e 2004 com os respectivos álbuns Vivo e 33. No Es Lo Mismo e Paraíso Express (de Alejandro Sanz); Adentro, de Ricardo Arjona; e La Vida... Es un Ratico, de Juanes receberam o prêmio nos anos seguintes. Contudo, Sanz é o maior vencedor da categoria, totalizando três prêmios, enquanto Marc Anthony, Alejandro Lerner e Marco Antonio Solís dividem o recorde de maior número de indicações sem vitória, com três menções cada um.

Vencedores e indicados[editar | editar código-fonte]

Alejandro Sanz, o maior vencedor da categoria.
Enrique Iglesias foi vencedor em 2003.
Ricardo Arjona, vencedor em 2006 e indicado em 2003 e 2008.
Franco De Vita, o último vencedor da categoria.
Ano Vencedor Nacionalidade Obra Indicados Ref.
2000 Luis Miguel  México "Tu Mirada" [4]
2001 Alejandro Sanz Flag of Spain.svg Espanha El Alma al Aire [5]
2002 Miguel Bosé  Panamá Sereno [6]
2003 Enrique Iglesias Flag of Spain.svg Espanha Quizás [7]
2004 Alejandro Sanz Flag of Spain.svg Espanha No Es Lo Mismo [8]
2005 Obie Bermúdez Porto Rico Porto Rico Todo el Año [9]
2006 Ricardo Arjona  Guatemala Adentro [10]
2007 Ricky Martin Porto Rico Porto Rico MTV Unplugged [11]
2008 Juanes  Colômbia La Vida... Es un Ratico
2009 Fito Páez  Argentina No sé si es Baires o Madrid
2010 Alejandro Sanz Flag of Spain.svg Espanha Paraíso Express
2011 Franco De Vita  Venezuela En Primera Fila [12]

Referências