Grammy Latino de 2015

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grammy Latino 2015
11th Latin Grammy Awards
Primeira edição 2000
Edição atual 16ª edição
Período 19 de novembro de 2015
Local(is) MGM Grand Garden Arena, Paradise
Gênero Premiação musical
Idealizado por Academia Latina da Gravação
Página oficial www.LatinGrammy.com

A 16ª edição do Grammy Latino (16th Annual Latin Grammy Awards) foi realizada em 19 de novembro de 2015 no MGM Grand Garden Arena, em Paradise, Nevada. Foi a segunda edição do Grammy Latino realizada no local; a cerimônia foi transmitida ao vivo pela Univision.

Os indicados foram anunciados em 23 de setembro de 2015. O mexicano Leonel García liderou a lista dos indicados com seis nomeações, seguido por Natalia Lafourcade, com cinco. Adicionalmente, Juan Luis Guerra e Alejandro Sanz; os engenheiros Edgar Barrera, Demián Nava, e Alan Saucedo; e o produtor Cachorro López receberam quatro indicações cada um. Por sua vez, Pablo Alborán, Miguel Bosé, Café Quijano, Pedro Capó, Nicky Jam, Ricky Martin e Vicentico figuram entre os artistas que foram indicados em três categorias.[1]

O cantor brasileiro Roberto Carlos foi o homenageado da edição com o prêmio Personalidade do Ano.[2][3]

Performances[editar | editar código-fonte]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Categorias gerais[editar | editar código-fonte]

Gravação do Ano

"Hasta la Raíz" — Natalia Lafourcade

Álbum do Ano

Todo Tiene Su HoraJuan Luis Guerra

Canção do Ano

"Hasta la Raíz" — Leonel García e Natalia Lafourcade

Categoria Regional Brasileira[editar | editar código-fonte]

Álbum de Samba/Pagode do Ano

Só FelicidadeFundo de Quintal

Álbum de MPB do Ano

América, BrasilIvan Lins

Álbum de Música Sertaneja do Ano

Amizade Sincera IIRenato Teixeira e Sérgio Reis[5]

Canção Brasileira do Ano

"Bossa Negra" — Diogo Nogueira, Hamilton de Holanda e Marcos Portinari

Referências