He-Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Príncipe Adam)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
He-Man
Personagem fictícia de He-Man and the Masters of the Universe
He-Man e Gato Guerreiro.jpg
He-Man e o Gato Guerreiro
Nome completo Adam Randorson
Espécie Eterniano Humano (Sua Mãe é Humana da Terra)
Ocupação príncipe
Afiliações Coroa Real de Etérnia
Guarda Real de Etérnia
A Grande Rebelião de Etéria
Família Rei Randor (pai);
Rainha Marlenna (mãe);
Rei Miro (avó paterno);
Princesa Adora/She-Ra (irmã-gêmea);
Terra Natal Planeta Etérnia
Criado por Roger Sweet
Editora(s) DC Comics
Internet Movie Database IMDb
Espécie Eterniano Humano (Sua Mãe é Humana da Terra)
Terra natal Planeta Etérnia
Afiliações Coroa Real de Etérnia
Guarda Real de Etérnia
A Grande Rebelião de Etéria
Ocupação príncipe
Parceria Gorpo
Mentor
She-Ra
Teela
Zoar
Gato Guerreiro
Base de operações Castelo de Grayskull
Parentesco Rei Randor (pai);
Rainha Marlenna (mãe);
Rei Miro (avó paterno);
Princesa Adora/She-Ra (irmã-gêmea);
Situação presente Ativo
Codinomes conhecidos "O Homem Mais Poderoso do Universo"
"O Campeão/Defensor de Grayskull"
Habilidades
  • Força ilimitada
  • Velocidade sobre-humana
  • Super sopro


He-Man é o personagem principal da linha de brinquedos Masters of the Universe da Mattel, presente em uma série de histórias em quadrinhos e várias séries animadas, caracterizadas pela sua força sobre-humana. Na maioria das variações, ele é o alter ego do Príncipe Adam.[1] He-Man e seus amigos tentam defender o reino de Eternia e os segredos de Castelo de Grayskull das forças do mal de Esqueleto.[2]

Origem[editar | editar código-fonte]

Em 1976, o CEO da Mattel, Ray Wagner, recusou um acordo para produzir uma linha de action figures com base nos personagens do filme Star Wars de George Lucas.[3][4] Após o sucesso comercial da trilogia de George Lucas e sua mercadoria relacionada durante os próximos anos, a Mattel lançou vários brinquedos de sucesso que capturaram a imaginação do público ou influenciaram significativamente o mercado de brinquedos.[3]

O designer de brinquedos, Mark Taylor, explicou que o design original de He-Man foi feito em uma série de esboços enquanto trabalhava para a Mattel foi inspirado por homens Cro-Magnon e viquingues. Além disso, seu design original de Beast Man foi rejeitado pela Mattel por se parecer muito com Chewbacca.

Na corrida para projetar a próxima figura de ação, Roger Sweet (um designer principal trabalhando no Departamento de Design Preliminar da Mattel durante grande parte da década de 1970 e 1980) percebeu que a simplicidade era a chave para o sucesso.[3][4] De acordo com seu livro Mastering the Universe: He-Man and the Rise and Fall of a Billion-Dollar Idea de 2005, Sweet sabia que, se ele desse algo de marketing, poderia ganhar 90% da batalha.[5]

[4]

Durante a década de 1980, alguns rumores alegaram que Conan the Barbarian foi uma fonte de inspiração para o personagem de He-Man. Segundo este rumor, a Mattel teve um acordo de licenciamento para fazer com que os action figures de Conan se associem ao filme de mesmo nome lançado em 1982, estrelado por Arnold Schwarzenegger. Aparentemente, essa ideia teve que ser modificada para evitar objeções dos pais preocupados de que um brinquedo para crianças promovesse um filme contendo nudez e violência.[6][7]

Sweet refutou o rumor, dizendo que ele conceituou e desenvolveu a franquia He-Man/Masters of the Universe no final de 1980 (dois anos antes do lançamento do filme da Universal Pictures). O linha de brinquedos existiu antes do filme, começando a ser produzida em 1981 e comercializada em 1982. Naquela época, a Mattel não tinha uma licença com a Universal para fazer brinquedos para o filme, o que resultou em Conan Properties International processando a Mattel por violação de direitos autorais, devido as semelhanças de He-Man com Conan. A Mattel ganhou o processo contra a Conan Properties, mantendo os direitos sobre He-Man e Masters of the Universe.


Originalmente, He-Man foi apresentado aos executivos da Mattel não como desenhos e modelos de cera, mas sob a forma do Trio He-Man: três modelos protótipos tridimensionais que descrevem He-Man como um bárbaro, um soldado e um homem do espaço. Dos três concepts, a versão bárbara foi escolhida para ser a base do action figure. Considerando que o personagem Conan foi criado quase 50 anos antes do desenvolvimento da franquia He-Man, é possível que Masters of the Universe tomassem muitos aspectos da Conan; no entanto, não se destinava a ser um linha de brinquedos para o filme depois que os acordos legais foram dissolvidos. Além disso, Roger Sweet também afirmou que ele estava "realmente impressionado" pelas pinturas do artista de fantasia Frank Frazetta ao criar He-Man. Expandindo ainda mais o tema bárbaro, Mattel contratou escritores de quadrinhos e artistas como Donald F. Glut e até Earl Norem e Alfredo Alcala (que ainda estavam trabalhando na revista Savage Sword of Conan desde meados da década de 1970) para criar personagens adicionais (juntamente com suas histórias de fundo), cartazes, caixas e mini-quadrinhos para distribuição com as figuras de ação.

Aparições[editar | editar código-fonte]

Histórias em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Nos minicomics lançados com a primeira série de brinquedos, He-Man era um bárbaro de uma tribo de Eternia. Os habitantes do planeta estavam lidando com as conseqüências das Grandes Guerras, que devastaram as civilizações. As guerras deixaram máquinas e armamentos avançados, conhecidos apenas por pessoas seletas. A Feiticeira do Castelo de Grayskull deu a He-Man algumas dessas armas, e ele partiu para defender os segredos de Castelo de Grayskull do maligno Esqueleto.


He-Man possuía a metade da Espada do Poder; Esqueleto tem a segunda metade e usou isso como arma principal. Quando juntas, as duas metades da Espada do Poder fornecerão a chave para o Castelo de Grayskull. Em uma história ilustrada inicialmente, He-Man e Esqueleto uniram suas duas metades da Espada do Poder para formar a verdadeira Espada do Poder, derrotando um inimigo comum.

Televisão[editar | editar código-fonte]

He-Man and the Masters of the Universe (1983)[editar | editar código-fonte]

No momento em que a série animada foi desenvolvida, as origens de He-Man foram revistas: sua verdadeira identidade era o Príncipe Adam de Eternia, filho do Rei Randor e da Rainha Marlena (uma terráquea), que governava o Reino de Eternia no planeta do mesmo nome.[7] A Feiticeira do Castelo de Grayskull dotou o Príncipe Adam com o poder de se transformar em He-Man, o que Adam fez, levantando sua Espada do Poder e proclamando: "Pelo poder de Grayskull ..." Uma vez que a transformação foi completa, ele continuou "... . Eu tenho a força! ". Com a criação de She-Ra, Adam ganha uma irmã gêmea, a princesa Adora, que vive no planeta Etheria. Ao que parece os dois foram separados ainda bebês, mas ambos foram escolhidos como guerreiros mágicos portadores de espadas mágicas que lhes confere agilidade e super-força.[8]

The New Adventures of He-Man (1990)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The New Adventures of He-Man

Após o fim da linha de brinquedos Masters of the Universe, Mattel tentou reviver o interesse em He-Man, produzindo uma nova linha de brinquedos, intitulada He-Man. O enredo que acompanha os minicomics embalados com as figuras explicou que He-Man tinha deixado Eternia e perseguido Esqueleto nas profundezas do espaço, onde Esqueleto tinha marcado a conquista do mundo distante de Primus (um planeta com grandes recursos tecnológicos). He-Man mostrou ter abandonado completamente a identidade do príncipe Adam, baseando-se em Primus, onde liderou uma equipe de defensores conhecida como Galactic Guardians. A aparência de He-Man foi retomada para a nova linha de brinquedos, com um capacete espacial e uma armadura dourada adicionada à sua roupa para dar-lhe uma aparência mais futurista; Sua espada também foi redesenhada.

Uma série de desenhos animados foi produzida pela Jetlag Productions para acompanhar a linha de brinquedos, intitulada The New Adventures of He-Man. Embora geralmente seguisse a linha da história dos minicomis (com certos desvios, como o o Esqueleto já tendo o peitoral cibernético e nunca ter descoberto que que Príncipe Adam e He-Man eram a mesma pessoa), essa série manteve a dupla identidade de Prince Adam e He-Man. No planeta Primus, o Príncipe Adam representava um comerciante viajando e o sobrinho do senhor Sebrian para disfarçar sua identidade secreta. Seu juramento de transformação foi alterado ligeiramente, para se tornar "Pelo poder de Eternia ...". [9][10]

He-Man and the Masters of the Universe (2002)[editar | editar código-fonte]

Para se conectar com uma nova linha de action figures com base na linha de brinquedos original, uma nova série de desenhos animados He-Man foi produzida de 2002 a 2003 pela Mike Young Productions novamente intitulada He-Man e os Masters of the Universe.[11][12]

He-Man and Thundercats (2016-2017)[editar | editar código-fonte]

Depois de outra derrota nas mãos do Lion-O Lord dos Thundercats, Mumm-Ra retorna à sua Pirâmide Negra para se recuperar. Depois de serem curados, os mestres de Mumm-Ra, Os Espíritos Antigos do Mal, afirmam ter encontrado uma arma que derrotará os Thundercats de uma vez por todas, a Espada de He-Man.

Em Eternia na cidade de Eternos, o Príncipe Adam acorda com um sobressalto e corre para uma cerimônia em sua homenagem apenas para encontrar os heróis reunidos, assim como o pai de Adam, o rei Randor está esperando por ele por meia hora, repreendendo-o e afirmando que ele claramente não está pronto para assumir a responsabilidade e os deveres reais.

De repente, um terremoto sacode a cidade e todos olham para cima para ver a Terceira Terra, lar dos Thundercats e Mumm-Ra rasgando o espaço e orbitando Eternia. De volta à Terceira Terra, os Thundercats são surpreendidos pelos terremotos e pela aparição de Eternia em seus céus. Jaga aparece em sua forma fantasma e fala sobre Eternia e expressa o medo que ambos os mundos vivam ou morram juntos. O Lion-O eleva a Espada Justiceira para conceder a visão além do alcance para ver que perigo os Thundercats enfrentam agora.

De volta a Eternia, a presença da Terceira Terra causa terremotos. os heróis da Eternia se apressam em defender a população. Finalmente, um enorme tsunami avança sobre a cidade jogando o príncipe Adam, Randor e o tigre de estimação Pacato que esta sobre uma sacada dentro das águas. Adam consegue salvar o inconsciente Randor e puxa os dois para um lugar mais alto com Pacato. Quando Adam ergue a Espada do Poder para se tornar He-Man, a Feiticeira de Grayskull chega para detê-lo, dizendo-lhe que um mal veio pela espada e ela irá segurá-lo dentro do Castelo Grayskull. Quando Adam entrega a espada para a Feiticeira, ela o apunhala no peito revelando-se como Mumm-Ra disfarçado.

Depois de confirmar que seus aliados na Terceira Terra estão a salvo dos terremotos, os Thundercats se preparam para ir a Eternia. O Lion-O fala dos seus receios sobre a missão a Panthro, perguntando-se se ele, como governante dos Thundercats, está à altura da tarefa que tem pela frente. Panthro encoraja o jovem rei e diz que tanto a Espada Justiceira quanto os Thundercats têm fé nele. Lion-O agradece seu amigo de longa data enquanto eles se dirigem para o navio com os outros com destino a Eternia.

Mumm-Ra regozija-se enquanto empala Adam com a Espada do Poder dizendo que ele pode sentir todo o mal, bem como a falta deste. A falta de mal em Adam sinalizou a Mumm-Ra encontrar uma pessoa que Adam confiaria para entregar a espada. Adam consegue segurar a espada e invocar o poder de Grayskull para se transformar em He-Man curando suas feridas. Mumm-Ra e He-Man lutam e Mumm-Ra usa a espada contra He-Man e Pacato. No instante em que He-Man consegue pegar Mumm-Ra, este desaparece em um flash de luz. Ele reaparece em um corredor escuro ouvindo os Antigos Espíritos do Mal falando com alguém. Os Espíritos dizem que tanto a espada quanto o Mumm-Ra são seus apara usar como ele desejar, contanto que ele cumpra sua parte no trato. Antes que Mumm-Ra possa reagir, ele é transformado em pó e Esqueleto se abaixa e pega a Espada do Poder dizendo aos Espíritos que eles têm um acordo.

Esqueleto se retira para seu laboratório com o capacete de Mumm-Ra cheio de cinzas e a Espada do Poder e continua trabalhando. Ele rapidamente descobre que, apesar de sua condição, Mumm-Ra ainda está vivo. Rindo Esqueleto diz a Mumm-Ra que ele descobriu sobre os Espíritos Antigos do Mal através dos Discos Dourados do Conhecimento e fez um acordo com eles: a Espada do Poder e Mumm-Ra em troca da liberdade da Pirâmide Negra, algo que Mumm-Ra nunca conseguiu. façam. He-Man e Pacato visitam o Rei Randor que de repente acorda em pânico preocupado com Adam. He-Man garante a Randor que Adam está seguro e que Adam está tão preocupado com ele. De repente, os dois homens são atacados pelas forças combinadas dos Mutantes da Terceira Terra e dos asseclas de Esqueleto. Depois de uma batalha furiosa. He-Man supera a magia de Maligna, as armas dos Mutantes e os golpes de todos os inimigos, He-Man derrota todos com a ajuda de Randor.

De volta ao covil de Esqueleto na Montanha da Serpente, ele explica a Mumm-Ra que ele nunca poderia manejar o Poder de Grayskull sem que isso o consumisse. Mas, misturando as cinzas de Mumm-Ra a uma poção, ela ligará o poder da vida eterna de Mumm-Ra a ele, permitindo que ele use a Espada do Poder. Apesar dos protestos de Mumm-Ra, Esqueleto bebe a poção e convoca o Poder de Grayskull para ele, adicionando a força de He-Man à sua. He-man repentinamente é transformado de volta no Príncipe Adam na frente de Randor, que fica horrorizado quando seu filho desmaia em seus braços com a ferida letal ainda no peito.

Esqueleto revela que apesar do fato de que não poderia ter obtido seu recém descoberto poder, sem a ajuda dos Espíritos do Mal, ele não tem intenção de libertá-los da Pirâmide. A Montanha Serpente é subitamente abalada por um ataque e uma parede explode revelando a equipe completa de Thundercats com Lion-O liderando a investida.

A força de Esqueleto inicialmente empurra os Thundercats de volta e a batalha se inicia. Todos se revezam no ataque a Esqueleto, que ri das tentativas dizendo que eles não têm ideia do poder que ele agora possui. O Lion-O ataca e consegue ferir Esqueleto enquanto este corta o olho de Lion-O com a Espada do Poder.

No meio da batalha, Mumm-Ra tenta obter o domínio, agora em forma de cinzas foi ligado a Skeletor. Esqueletodiz a Mumm-Ra para se afastar enquanto ele está lutando contra os inimigos mortais de Mumm-Ra, mas é tarde demais. Lion-O percebe que os dois estão ligados e usa a fraqueza de [[Mumm-Ra], usando seu próprio reflexo para expulsar Esqueleto e recuperar a Espada do Poder.

Esqueleto consegue se teletransportar tentando recuperar o controle de Mumm-Ra, os dois lutam uma batalha interna na sua forma agora compartilhada. Mumm-Ra consegue assumir o comando e reassume sua forma original, mas ao fazê-lo, Esqueleto perde o poder que ele recebeu da espada. Os dois logo percebem que estão muito equilibrados e ligados graças à poção, e Esqueleto diz que tem um jeito de conseguir o que querem.

O Lion-O e os Thundercats checam aos estragos de Eternia para encontrar todos os heróis pela manhã, quando Adam morreu de suas feridas. Chocado por não conseguir devolver a Espada de Poder ao seu legítimo proprietário, Lion-O fala sozinho com o Rei Randor. Lion-O diz que ele ouviu que o filho de Randor era um grande herói, e este,diz que ele não sabia que Adam era o He-Man e só agora está se dando conta de como Adam era herói. Lion-O diz a Randor que, apesar de não saber, ele tem certeza de que Adam sentiu o amor de seu pai dele. Randor agradece a Lion-O e diz a ele que não se preocupe em viver de acordo com os ideais de ninguém, mas em ser um governante de seu próprio coração.

A cidade é subitamente abalada por outro terremoto e todos os presentes olham para cima para encontrar quatro gigantes maciços atacando a cidade. Mumm-Ra e Skeletor usaram seu poder e conhecimento combinados para libertar os Espíritos Antigos do Mal e assumir o controle deles e agora os soltaram para atacar Eternia e tomar o poder do Castelo Grayskull.

O Lion-O promete ajudar Thundercats a ajudar Randor a lutar contra os gigantes enquanto os dois grupos diferentes brincam. Lion-O vê o líder Mutante Escamoso ser trazido após sua derrota nas mãos de He-Man e o mutante zomba de Lion-O dizendo que ele nunca irá derrotar Mumm-Ra porque ele pode voltar do tempo da morte e novamente.

O comentário de Escamoso dá uma ideia ao Lion-O e ele ordena que os Thundercats ajudem os heróis de Randor e Eternia a defender Grayskull. Ele então pega o corpo de Adam e voa de volta para a Terceira Terra com Cringer, que se recusa a deixar o lado de Adam. Eles chegam à Pirâmide Negra de Mumm-Ra e descobrem que alguns dos guerreiros malvados que atacaram o Homem-Ímem recuaram aqui para saquear os tesouros de Mumm-Ra enquanto ele está fora. Lion-O e Cringer conseguem colocar o corpo de Adão e a Espada do Poder no sarcófago de Mumm-Ra, na esperança de que ele traga Adão de volta, assim como fez com o Mumm-Ra. Quando nada acontece a primeira Lion-O diz Cringer para verificar os vilões saqueando a pirâmide e usa o poder Sword of Omens para transformar Cringer em uma versão de sua forma Battle Cat.

Agora sozinho, Lion-O reza para que seus esforços funcionem e então ouça um arranhão dentro do sarcófago. Ele ouve um sussurro de Adam chamando o poder de Grayskull e o sarcófago explode e um enfurecido He-Man sai e ataca Lion-O. Percebendo que a combinação de poder curou o Homem-He, mas também o deixou louco, Lion-O se defende com a Espada dos Omens e os dois heróis se chocam. Lion-O separa He-Man da Power Sword, mas He-Man é muito forte e quase afoga Lion-O na piscina mística de Mumm-Ra antes que o Thundercat possa escapar. Percebendo que ele tem que aumentar seu próprio poder para sobreviver, Lion-O pede a Espada dos Omens para lhe dar Power Beyond Power. Agora, mais equilibrado em força, Lion-O consegue lutar com He-Man por trás e colocar a Espada de Omens na frente dele, dando visão de He-Man além da vista. Vendo uma visão horrível do futuro, onde Mumm-Ra e Skeletor mataram ou escravizaram tudo, ele retira He-Man de sua loucura e ele agradece a Lion-O quando os dois se apresentam.

Os dois heróis encontram Cringer, transformado de volta à sua forma normal, alegremente lambendo a pata sobre os vilões derrotados e Cringer corre para os braços de He-Man emocionados que seu melhor amigo esteja vivo. Os três correm de volta ao navio desesperados para voltar a Eternia antes que seja tarde demais. Os quatro antigos Espíritos do Mal chegaram à porta do Castelo Grayskull enquanto Skeletor e Mumm-Ra observavam. Randor reuniu um exército ao lado dos Thundercats e os heróis combinados atacam os gigantes. Man-At-Arms, Tygra e Panthro montam um canhão de tecnologia combinada de Eternos e Thundarianos para atacar os Espíritos, enquanto os outros compram tempo para eles.

Dentro do Castelo, a Feiticeira invoca as defesas do Castelo para protegê-lo do ataque quando a forma espiritual de Jaga chegar. Jaga diz à Feiticeira que ele acredita que existe uma maneira de parar os Espíritos, mas a resposta está no mundo de Thundara destruído no Thundercat. A Feiticeira abre um portal no espaço e no tempo para Jaga e ela passarem e conseguirem o item que precisam. Do lado de fora, apesar dos melhores esforços do herói, os Espíritos se aproximam do Castle Grayskull. Quando Man-At-Arms, Tygra e Panthro disparam o canhão em uma das cabeças do Spirit, ele simplesmente ri da tentativa e se vira para atacar o castelo. Tygra então usa seus poderes de ilusão para fazer com que Grayskull pareça desaparecer muito para a confusão do Espírito e para a frustração de Mumm-Ra e Skeletor.

Jaga e a Feiticeira aparecem para os heróis e dizem que Jaga sabia de um Disco de Conhecimento do Ouro entre os tesouros de Thundara. Os dois utilizar o Disk recuperado para expor que Skeletor e Mumm-Ra usado discos de Conhecimento da Skeletor para trazer os espíritos para a forma física e cada um dos quatro Espíritos têm um disco em seu peito que Jaga ea Feiticeira agora expor. Se os heróis destruirem os Discos, os Espíritos serão derrotados. Teela e Cheetara pegam um panfleto e atacam um dos Espíritos e são salvos quando o sexto sentido de Cheetara permite que eles evitem uma explosão de energia. Teela define o panfleto para bater no disco e como ambos escapam, o primeiro Espírito é destruído. Orko consegue aumentar acidentalmente Snarf, que atinge o Disk no segundo Spirit, parando também.

Wilikit e Wilicat unem-se a Buzz-Off e Stratos para atacar o terceiro Spirit e depois que Buzz-Off e Stratos são feridos na distração, WiliKit e Kat quebram o Disk parando o terceiro Spirit.

Enquanto isso, Tygra entra em colapso, incapaz de segurar a ilusão por mais tempo, e Castle Grayskull é revelado na frente do Espírito final. O Espírito ataca o Castelo e a Feiticeira consegue segurar um escudo protetor para manter o Castelo seguro. Panthro e Man-At-Arms apontam o canhão para o Espírito e o fogo, repelindo-o. Antes que eles possam disparar novamente, o Espírito agarra Man-At-Arms e Panthro pula para libertá-lo. Enquanto o Espírito é distraído pelos dois Tygra consegue mirar o canhão no Disco e fogo, destruindo o último Espírito. Enquanto os heróis comemoram, Skeletor observa e comenta com Mumm-Ra que os Espíritos fizeram melhor que o esperado. Mas agora que eles enfraqueceram os heróis, chegou a hora de completar o verdadeiro plano dos dois. Combinando seu poder, Skeletor e Mumm-Ra absorvem o poder dos Espíritos quando começam a desaparecer e usam o poder para se formarem em um ser amalgamado, agora chamado de Mummador. O agora super carregado Mummator ataca os heróis enfraquecidos.

He-Man, Lion-O e Cringer, agora transformados de volta em Battle Cat, chegam na batalha, mas tarde demais. Eles encontram todos os heróis derrotados e feridos e a ponte levadiça de Grayskull é aberta e exposta. He-Man diz a Battle Cat para cuidar de seus amigos, e He-Man e Lion-O correm para o castelo. He-Man guia Lion-O através do labirinto do Castelo Grayskull dizendo que é um nexo de mundos e realidade através do espaço e do tempo e eles precisam encontrar a Feiticeira antes que seja tarde demais. Eles chegam a uma porta quebrada que choca He-Man quando ele diz que nenhum intruso chegou tão longe no castelo. Ambos os heróis avançam e encontram o recém-formado Mummator aprisionando a Feiticeira e segurando uma esfera que é o coração do Castelo, a chave para todo o poder que Greyskull possui. Mummator diz que ele ganhou e só precisa da Espada de Poder de He-Man para destravar o orbe e ganhar o poder de controlar a realidade em todo o Multiverso.

Ataque de He-Man e Lion-O, mas perceba que eles precisam tirar o orbe e a espada do Mummator. Lion-O diz que desde que o Castelo é um nexo de realidades, eles podem usá-lo para tirar o Mummator do orbe.

Juntos, os heróis empurram o Mummador para fora de uma borda e os três mergulham para baixo apenas para pousar em uma Eternia controlada por Mummator. Aproveitando-se da confusão do Mummator, o He-Man recebe o orbe e ele e o Lion-O usam a conexão do orbe ao Grayskull para se teletransportar. Eles aparecem em uma redação e se encontram em uma realidade onde He-man é baseado na Terra como um super-homem como herói. Quando Mummator aparece tanto He-Man e Lion-O agarram o orbe juntos para usar a vontade de combinar para voltar ao Castelo.

Em vez disso, eles se encontram em uma realidade onde os aliados de He-Man e Lion-O se fundiram. O Mummator tira vantagem de sua surpresa e consegue obter a Espada de He-Man antes que o Lion-O use o orbe para removê-los novamente.

Quando eles chegam em uma nova realidade, eles percebem que o Mummador irá seguir agora, ele tem a Espada, mas Lion-O olha para baixo e vê onde eles estão. Eles chegaram em Thundara antes de explodir e Lion-O vê seu pai ficar para trás enquanto o jovem Lion-O, Jaga e os outros Thundercats escapam do planeta. Abalado e surpreso, Lion-O é atacado por Mummator e, quando os três lutam, eles chegam de volta a Grayskull enquanto Mummator consegue pegar o orbe de Lion-O.

Agora, com a Espada e o orbe, Mummator convoca todos os seus asseclas, os aliados de Mutantes e Skeletor a atacar He-Man e Lion-O enquanto ele ativa o orbe. Mas a Feiticeira, que conseguiu se libertar enquanto viajava por realidades, convocou os heróis recuperados para apoiar Lion-O e He-Man.

O Mummator começa a destravar o orbe e o Poder do Grayskull começa a fluir para ele. Até mesmo o Homem-He começa a enfraquecer quando seu poder é tomado. Lion-O consegue cortar o pulso de Mummator e recuperar a Power Sword, mas é tarde demais para impedir o desbloqueio da órbita. Percebendo que eles têm uma última chance, He-Man e Lion-O correm o risco de combinar o poder restante de Grayskull em He-Man e a Power Sword com a Sword of Omens, embora ambos tenham percebido que isso poderia destruir os dois. He-Man dispara seu poder na Espada dos Omens, enquanto juntos ele e Lion-O invocam o Poder Além do Poder no Mummator. A explosão de energia resultante supera Mummator e o explode em Skeletor e Mumm-Ra antes de desintegrar os dois seres.

A explosão resultante transforma He-Man de volta em Adam, mas sela o orbe e tanto a Feiticeira quanto Jaga reivindicam a vitória dos heróis. Lion-O olha e vê um portal de volta para Thundara e está desesperado para voltar e salvar seu pai e seu mundo dizendo que ele não vai fugir novamente. Adam gentilmente segura seu amigo de volta dizendo que ele poderia voltar e salvar seu pai, mas estaria mudando o aqui e agora. Adam diz a Lion-O que seu destino está no futuro, não no passado ... assim como o pai de Lion-O teria desejado. Lion-O relutantemente concorda quando Randor observa os dois jovens de longe, orgulhosos.

Mais tarde, os heróis trocam agradecimentos e presentes enquanto carregam os Mutantes no navio Thundercats e os guerreiros malvados de Skeletor em um navio-prisão. Lion-O diz que está arrependido de ir, mas eles devem retornar antes que a terceira Terra volte para onde ela pertence. Adam, agora retornou à sua forma de He-Man, graças a seu novo amigo dizendo que seria estranho agora que Randor e todo mundo conhece o seu segredo. Lion-O diz que seus melhores pais e filhos não têm segredos para que Randor possa conhecer Adam como o herói que ele sempre foi. Quando He-Man diz que Lion-O é sábio para sua idade Lion-O timidamente diz a He-Man que ele tem doze anos de idade em mente e vive em um corpo adulto. Atônito, He-Man diz que se ele é tão sábio quanto um menino, então ele será ainda maior como homem mais tarde na vida.

Quando o navio Thundercat decola, He-Man e Lion-O gritam o grito de batalha do outro herói em despedida.

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Masters of the Universe (filme)

Em 1987, a Cannon Films produziu um filme de live action dirigido por Gary Goddard, Masters of the Universe, que contou com Dolph Lundgren no papel de He-Man; que foi uma fracasso comercial.[13] Neste filme, o Príncipe Adam não foi visto; apenas He-Man foi mostrado. Este He-Man foi muito mais agressivo que o homólogo da série de TV de 1980, atacando com lasers, sua espada e punhos nus várias vezes ao longo do filme. O filme terminou com um confronto espetacular e violento com Esqueleto, em que Esqueleto foi jogado profundamente abaixo do Castelo de Grayskull em um poço cheio de líquido fumegante. O filme terminou com uma cena pós-crédito em que Esqueleto surgiu do líquido e proclamou: "Eu voltarei!".

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

He-Man tem um sopro capaz de arremessar três capangas de Esqueleto às alturas. Sua força é impossível de ser medida, mas sabe-se que é gigantesca. Foi demonstrada em várias ocasiões, como em um crossover publicado pela DC Comics, onde He-Man consegue trocar socos com Superman. Na série animada, He-Man realiza feitos espetaculares como: destruir um diamante somente com as mãos; segurar uma avalanche sobre o corpo; se libertar sozinho de um sarcófago de Potânio, o "metal mais forte do Universo" do seriado; destruir uma parede de 12 metros de espessura com um simples soco; além de erguer e arremessar o próprio castelo de Grayskull; dentre outros.

Referências

"It's He-Man vs. Lion-O in DC's ThunderCats Crossover". 18 January 2017. Retrieved 20 January 2017.
"DC's He-Man/ThunderCats Crossover Kills An Iconic Character". Retrieved 20 January 2017.
"New Crossover Series to Star He-Man and the ThunderCats". Retrieved 20 January 2017.
"He-Man Meets The Thundercats In... 'He-Man/Thundercats'". Comicbook alliance. Archived from the original on 19 September 2016. Retrieved 20 January 2017.
"He-Man and Thundercats Crossover Coming". Retrieved 20 January 2017.
Whitbrook, James. "DC Comics Smashes Its Toys Together for a He-Man/Thundercats Team-up Series". Io9. Retrieved 20 January 2017.
Schedeen, Jesse (5 October 2016). "He-Man/Thundercats #1 Review". IGN. Retrieved 20 January 2017.
"10 Reasons The He-Man/ThunderCats Crossover Is EPIC (And 5 It SUCKS)". 10 June 2017. Retrieved 12 June 2017.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]