Jamu e Caxemira (estado principesco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jammu and Kashmir
Jamu e Caxemira

Estado principesco da Índia britânica

Sikh Empire flag.svg
1846 – 1949 Jammu-Kashmir-flag.svg
 
Flag of Azad Kashmir.svg
 
Flag of Gilgit Baltistan.svg
 
Blank.png
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Caxemira
Continente Ásia
Capital Srinagar
Jamu
Governo Monarquia
Marajá
 • 1846–1857 Gulab Singh
Período histórico Idade Contemporânea
 • 1846 Fundação
 • 1949 • Dissolução e integração na Índia
• Invasão parcial pelo Paquistão
Atualmente parte de  India
 Paquistão
 China

Jamu e Caxemira (nome oficial em inglês: Jammu and Kashmir; em caxemiriano: جۄم تٕ کٔشېر; em urdu: مقبوضہ کشمیر; em hindi: जम्मू और कश्मीर) foi um um Estado principesco do Império Britânico na Índia que existiu entre 1846 e 1947, governado por um marajá.[1] O estado foi criado em 1846 quando, após sua vitória na Primeira Guerra Anglo-Sikh, a Companhia das Índias Orientais anexa o Vale da Caxemira e imediatamente vende aos Dogras o domínio de Jamu sob o Tratado de Amritsar.

De acordo com o tratado, o estado estava "situado ao leste do rio Indo e oeste do rio Ravi", e cobria uma área de 210 000 quilômetros quadrados.[2] Mais tarde, as regiões de Hunza, Nagar, e Gilgit foram adicionadas ao Estado.

Na época da partição da Índia, o marajá Hari Singh, o governador do Estado, preferiu permanecer independente e não quis aderir tanto a União da Índia como ao Domínio do Paquistão. Ele pretendia que a Índia e o Paquistão reconhecessem seu Estado principesco como um país independente, neutro como a Suíça. [3]

O Estado é extinto em 1949 no contexto da partição da Índia, com sua anexação à União Indiana e sua invasão parcial pelo exército do Domínio do Paquistão como parte da Primeira Guerra Indo-Paquistanesa.

Marajás de Jamu e Caxemira[editar | editar código-fonte]

S.no Nome Reinado
1. Gulab Singh 1846–1857
2. Ranbir Singh 1857–1885
3. Pratap Singh 1885–1925
4. Hari Singh 1925–1949

Referências

  1. Rai, Mridu (2000). The question of religion in Kashmir: Sovereignty, Legitimacy and Rights, c. 1846–1947. Ph.D. Thesis, Columbia University.
  2. Kashmīr and Jammu – Imperial Gazetteer of India, v. 15, p. 72.
  3. Mehr Chand Mahajan (1963). Looking Back (Bombay: Asia Publishing House (Digitalized by Google at the University of Michigan)). p. 162. ISBN 81-241-0194-9 9788124101940 Verifique |isbn= (Ajuda). 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.