Quaker Oats

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quaker Oats
Propaganda da Quaker Oats na década de 1900.
Razão social Quaker Oats Company
Tipo Divisão da PepsiCo
Indústria Alimentícia
Fundação 1901
Sede Chicago,  Estados Unidos
Proprietário(s) PepsiCo
Pessoas-chave John Compton (CEO)
Empregados 11.666 (em 2000)
Produtos Cereais
Cereais matinais
Alimentos para o café da manhã
Lanches
Sucos
Faturamento US$ 4,05 bilhões (2000)[1]
Website oficial www.quakeroats.com/

Quaker Oats Company é uma empresa norte-americana fundada em 1901, derivada de três outras empresas de laminação de aveia da época, a Quaker Mill Company de propriedade de Henry Parsons Crowell e William Heston, a JR&G Company de Johm e Roberto Stuart, pai e filho e seu sócio George Douglas, Além da German Mills American Oatmeal Company do famoso "Rei da Aveia" Ferdinand Schumacker. Em meados do Século XX a Quaker Oats se estabeleceu no Brasil produzindo e comercializando aveia de qualidade. E em 1981 comprou a Toddy do Brasil e lança no ano seguinte a bebida Láctea mais conhecida e consumida entre as crianças brasileiras "Toddynho". Em dezembro de 2000 é vendida para PepsiCo por 13,9 bilhões de dólares e se torna mais uma bandeira de produtos da gigante americana.[2]

Logotipo & Quakers[editar | editar código-fonte]

O logotipo da Quaker Oats Company, conhecido no Brasil como o homem da Quaker foi criado em 1957 por Haddon Sundblom. No entanto, a empresa já utilizava desde a década de 1900, a figura de um homem trajado de forma semelhante.[3]

A empresa não tem qualquer vínculo formal com a Sociedade Religiosa dos Amigos (Quaker). Quando a empresa estava prestes a ser criada, os fundadores da Quaker Mill eram conhecidos pela sua honestidade, então em 1877 Henry Parsons Crowell ao ler um artigo em um jornal norte-americano sobre a Quaker percebeu que as qualidades descritas no artigo - integridade, honestidade, pureza - forneceria uma identidade necessários para o seu produto da empresa de aveias, e assim escolheu o nome para a sua empresa. Alguns quakers ficam furiosos quando os associam, com a Quaker Oats, pois a empresa ficou mais conhecida do que a Sociedade de Amigos. Mas não é somente isto que os incomoda, o problema todo é que o grande público e consumidores da Quaker Oats acham que os quakers têm um vínculo com a empresa e os leva a pensar que a maneira de se vestir dos quakers seja semelhante à usada pelo homem da Quaker, o logotipo da empresa. Além disso, alegam que a empresa destoa dos preceitos e valores religiosos Quaker, por não ter qualquer envolvimento real com o quacrismo. A empresa, em sua página, nega qualquer relação de seu logotipo com os quakers.[4]

Marcas antes da fusão com a PepsiCo[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências