RenovaBR

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
RenovaBR
Tipo movimento político
Estado legal Ativo
Línguas oficiais Português
Organização
Sítio oficial renovabr.org/

O RenovaBR é uma iniciativa (Think Tank) de renovação política idealizada pelo empreendedor e investidor Eduardo Mufarej.[1] O Renova apoia o surgimento de novas lideranças políticas no Brasil através da qualificação e formação de quadros.

O programa foi criado no dia 6 de Outubro de 2017. Sua primeira turma contou com 4.000 inscritos e 133 selecionados.

Nas Eleições gerais no Brasil em 2018, 117 lideranças de 22 partidos foram candidatos. Desses, foram eleitos um senador, nove deputados federais e seis deputados estaduais, sendo que metade dos eleitos são filiados ao Partido Novo.[2] Entre os eleitos destacam-se os deputados federais Joênia Wapichana, Marcelo Calero, Tabata Amaral e Vinicius Poit.[1]

O RenovaBR, bem como outros movimentos semelhantes de renovação, surgiram devido à crise política de 2014 e, segundo eles, ao cansaço do brasileiro da política tradicional.[3]

Atuação parlamentar[editar | editar código-fonte]

Todos os deputados federais eleitos pelo movimento votaram a favor da reforma da previdência proposta pelo governo Bolsonaro, exceto Joênia Wapichana, deputada da Rede Sustentabilidade e única indígena no Congresso.[4]

Em um País com desemprego estrutural, como fazer com que a grande maioria dos trabalhadores se aposente apenas com 60% do valor e seus salários e exigir 40 anos de contribuição para terem acesso ao benefício integral?
— Joênia

Semelhanças com outros movimentos[editar | editar código-fonte]

O RenovaBR compartilha muitas características com outros movimentos criados na mesma época, como o Movimento Acredito, sendo as diferenças apenas muito secundárias. Muitos integrantes de um movimento também fazem ou já fizeram parte de outros movimentos. Marcelo Calero, por exemplo, também é membro do Agora! e do Livres. Eduardo Mufarej, fundador do RenovaBR, também foi cofundador do Agora!.[5]

Líderes eleitos[editar | editar código-fonte]

Senador: Alessandro Vieira, Senador - SE

Deputados Federais: Felipe Rigoni, Deputado Federal - ES; Joênia Wapichana, Deputada Federal - RR; Lucas Gonzalez, Deputado Federal - MG; Luiz Lima, Deputado Federal - RJ; Marcelo Calero, Deputado Federal - RJ; Paulo Ganime, Deputado Federal - RJ; Tabata Amaral, Deputada Federal - SP; Tiago Mitraud, Deputado Federal - MG; e Vinicius Poit, Deputado Federal - SP.

Deputados Estaduais: Daniel José, Deputado Estadual - SP David Maia, Deputado Estadual - AL Fábio Ostermann, Deputado Estadual - RS; Heni Ozi Cukier, Deputado Estadual - SP; Marina Helou, Deputada Estadual - SP; Renan Ferreirinha, Deputado Estadual - RJ; e Ricardo Mellão, Deputado Estadual - SP.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências