República de Luca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Serenissima Repubblica di Lucca
Sereníssima República de Luca

república


1160 – 1805

Brasão de Luca

Brasão



Localização de Luca
Localização de Luca
Norte da Itália em 1796
Continente Europa
País Itália
Capital Luca
Língua oficial latim, italiano
Religião Catolicismo
Governo república
História
 • 1160 Fundação
 • 1805 Dissolução

A República de Luca (ou Lucca) foi um antigo estado do centro da península Itálica, estabelecido no século XII, que se manteve independente, salvo breves períodos de ocupação florentina e pisana de 1160, até 1805. A república de Luca se estendia, além da moderna cidade de Luca, às regiões circundantes na parte noroeste da atual região italiana da Toscana, aos limites com a Emília-Romanha e Ligúria.

Origem[editar | editar código-fonte]

A comuna de Luca existia já em 1119, numa época (1081 a 1149) em que se estabeleceram muitas comunas como Pisa, Asti, Milão, Arezzo, Gênova, Bérgamo, Como, Cremona, Bréscia, Placência, Mântua, Módena, Verona e Parma.[1]

O fim da república[editar | editar código-fonte]

Após a invasão por Napoleão Bonaparte em 1805, o estado foi restabelecido, mas tornou-se de facto dependente das grandes potências, primeiro do Império Francês, depois do Império Austríaco, que o transformaram em um ducado. Por sua vez, a vida do estado-sucessor, o Ducado de Luca, foi breve, visto que foi anexado, ainda antes da unificação italiana, em 4 de outubro de 1847 ao Grão-ducado da Toscana.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. GAETA, Franco; VILLANI, Pasquale (1986). Corso di Storia. Per le scuole medie superiori. 1 1 ed. Milão: Principato. 323 páginas 
Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.