Riad Salamuni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Riad Salamuni
Nascimento 7 de setembro de 1927
Ponta Grossa
Morte 30 de novembro de 2002 (75 anos)
Curitiba
Residência Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Alma mater Universidade Federal do Paraná
Ocupação Geólogo, Professor universitário
Instituições Universidade Federal do Paraná,Mineropar

Riad Salamuni (Ponta Grossa, 7 de setembro de 1927 - Curitiba, 30 de novembro de 2002) foi um geólogo brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Riad Salamuni foi um dos mais importantes geólogos paranaenses do século XX, com projeção internacional. Foi professor do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) entre 1953 e 1990, onde ministrou um grande número de disciplinas ligadas à Geologia, tanto em cursos de graduação quanto de pós-graduação. Foi chefe do Departamento de Geologia da UFPR (1962-1965), Diretor do Instituto de Geologia da UFPR (1973-1976). Foi também o primeiro reitor eleito pela comunidade universitária da UFPR, no período de 1986 a 1990. Na década de 1980 foi presidente da Mineropar (Minerais do Paraná S.A.), sociedade de economia mista e serviço geológico do estado do Paraná, cargo que também foi ocupado por seu filho, o geólogo Eduardo Salamuni.[1][2] Foi tricampeão de xadrez do estado do Paraná, entre 1949 e 1951, pela Federação de Xadrez do Paraná.

Riad Salamuni formou-se em 1952, pela Universidade Federal do Paraná. Foi secretário-geral da União Paranaense de Estudantes em 1951/52. Fez pós-graduação nas universidades de Miami e de Chicago entre 1954 e 1955. Concluiu o doutorado em 1965.[3][4]

Atuou ativamente por mais de três décadas, principalmente na Geologia do Estado do Paraná e da Bacia do Paraná.

Do ponto de vista político, foi membro do antigo PSB (Partido Socialista Brasileiro), defendendo a campanha "O petróleo é nosso". Seu filho Paulo Salamuni é vereador de Curitiba pelo Partido Verde[5].

Riad Salamuni foi um dos grandes defensores da Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná. Em sua homenagem, o complexo educacional do Setor de Educação Profissional e Tecnológica da referida Universidade, criado em 2004, leva seu nome, Complexo Tecnológico Riad Salamuni [6]. Dá nome também ao Centro Municipal de Educação Infantil Professor Riad Salamuni [7].

Referências

Obras publicadas (parcial)[editar | editar código-fonte]

  1. Bigarella, J. J. e Salamuni, R. (1958) Sobre um aparelho para medição de estratificação cruzada. Dusenia 8(1): 41-43, Curitiba, PR.
  2. Bigarella, J. J. e Salamuni, R. (1961) Early Mesozoic wind patterns as suggested by dune bedding in the Botucatu sandstone of Brazil and Uruguay. Bull. Geol. Soc. Amer. 72: 1089-1106
  3. Bigarella, J. J., Salamuni, R. e Marques Filho, P. L. (1961) Considerações sobre a Formação Furnas. Bol. Paranaense de Geografia. 4/5: 53 pp., Curitiba, PR.
  4. Salamuni, R., Bigarella J. J. e Takeda F. K. (1961) Considerações sobre a estratigrafia e tectônica da Série Itajaí. Boletim Paranaense de Geografia, 4-5: 188-201.
  5. Salamuni, R. (1962) Estruturas sedimentares singenéticas e sua significação na Série Passa Dois. UFPR, Curitiba, 89p.
  6. Salamuni, R., Marques Filho, P. L. e Sobanski, A. C. (1966) Considerações sobre turbiditos da Formação Itararé (Carbonífero Superior), Rio Negro-PR e Mafra-SC. Boletim da Sociedade Brasileira de Geologia, São Paulo, v. 15, p. 1-19.
  7. Salamuni, R., Bigarella J. J. e Fuck R. A. (1966) Sobre a ocorrência de estrias glaciais no segundo planalto do Paraná. Bol. Paranense de Geografia, 18/20: 127-131.
  8. Bigarella, J. J., Salamuni, R., Marques, F. P. L. (1967) Estruturas e texturas da Formação Furnas e sua significação paleogeográfica. Boletim da Universidade Federal do Paraná, Curitiba, n. 18, 114p.
  9. Salamuni, R. e Bigarella, J. J. (1966) Contribuição à geologia do Grupo Açungui. Universidade Federal do Paraná, Geologia. Boletim 23, 26 p.
  10. Bigarella, J. J. e Salamuni, R. (1967) The Botucatu Formation. In: J. J. Bigarella, R. D. Becker, J. D.Pinto (eds). Problems in Brazilian Gondwana Geology. UFPR, Curitiba, p. 198-206
  11. Bigarella, J. J. e Salamuni, R. (1967) A review of South American Gondwana Geology. In: Symposium on Gondwana Stratigraphy and Paleontology, Mar Del Plata, Argentina, 1967, Reviews…, p. 7-138.
  12. Bigarella, J. J., Pinto, I. D. e Salamuni, R. (1967) Brazilian Gondwana Geology: Excursion n. 3: Guide book / Editors. IN: International Symposium on the Gondwana Stratigraphy and Paleontology: Mar del Plata, Argentina, 1967.
  13. Bigarella, J. J., Salamuni, R. e Fuck, R. A. (1967) Striated surfaces and related features developed by Gondwana ice sheets (State of Paraná, Brazil). Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology, 3: 265-276.
  14. Salamuni, R. e Bigarella, J. J. (1967) The pre-Gondwana basement. IN: Bigarella, J. J. (Ed.) Problems in Brazilian Devonian Geology. Curitiba. Universidade Federal do Paraná. Boletim Paranaense de Geociências, 21-22.
  15. Salamuni, R. (1969) Fundamentos geológicos do Paraná. In: História do Paraná. Ed. Grafipar. Curitiba, v.II, p. 13-128.
  16. Mendes, J. C., Bigarella, J. J. e Salamuni, R. (1972) Estratigrafia e sedimentologia. Brasília: INL: MEC, 1972. 1v. (varias paginaçőes): il., mapas. -
  17. Bigarella, J. J. e Salamuni, R. (1977). Some palaeogeographic features of the Brazilian Devonian. (inglês) Curitiba. Universidade Federal do Paraná. Bol. Paranaense de Geociências, vol. 21, p. 133 – 167.
  18. Salamuni, R., Salamuni, E., Rocha, L. A., e Rocha, A. L. (2002) Parque Nacional do Iguaçu, PR - Cataratas de fama mundial: https://web.archive.org/web/20090419062642/http://www.unb.br/ig/sigep/sitio011/sitio011.pdf IN: Schobbenhaus, C.; Campos, D. A.; Queiroz, E. T.; Winge,M.; Berbert-Born, M. L. C. (Edit.) 2002. Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil. DNPM/CPRM - Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobiológicos (SIGEP) - Brasília 2002; 554pp; ilust.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wikipedia-pt-hist-cien-logo.pngPortal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.