Riot!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Riot!
Álbum de estúdio de Paramore
Lançamento 12 de Junho de 2007
Gravação 2007
Gênero(s) Rock alternativo
Pop rock
Pop punk
Duração 38:42 (Edição padrão)
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Fueled by Ramen
Produção David Bendeth, John Janick
Cronologia de Paramore
All We Know Is Falling
(2005)
Live in the UK 2008
(2008)
Singles de Riot!
  1. "Misery Business"
    Lançamento: 18 de junho de 2007
  2. "Hallelujah"
    Lançamento: 18 de setembro de 2007
  3. "Crushcrushcrush"
    Lançamento: 15 de janeiro de 2008
  4. "That's What You Get"
    Lançamento: 24 de março de 2008

Riot! é o segundo álbum de estúdio da banda americana Paramore. Foi lançado no dia 12 de junho de 2007 e contém onze faixas inéditas. A maioria das canções foram escritas pela vocalista Hayley Williams e o guitarrista Josh Farro. Durante uma entrevista Hayley afirmou que Riot! era algo como um explosão desenfreada de emoções, sendo suas letras eram mais claras e objetivas do que as canções de seu antecessor All We Know Is Falling.

O álbum foi lançado pela gravadora Fueled by Ramen e produzido por David Bendeth e John Janick. Recebeu uma pontuação de 3.5/5 da Allmusic[1] e 3/5 da Alternative Press, além da certificação de platina em julho de 2008 pela RIAA nos Estados Unidos[1] e certificação de ouro no Reino Unido e Irlanda. Ao todo Riot! vendeu mais de 4,5 milhões de cópias em todo o mundo, sendo o maior sucesso do Paramore até então.[2]

O primeiro single do álbum "Misery Business" alcançou a 26ª posição na Billboard 100.[3] O segundo single, "Hallelujah" não entrou nas paradas musicais, porém foi usado durante a novela britânica Hollyoaks em outubro de 2008. Tempos depois, o terceiro single "Crushcrushcrush" alcançou a 54ª posição na Billboard 100 juntamente com o quarto e último single do álbum, "That's What You Get" que alcançou a 66ª na tabela americana.[4] Todos os singles do álbum ganharam videoclipes, e o álbum em si ficou em 15º lugar na Billboard 200.[5] As canções de Riot! apareceram mais tarde também nos dois álbuns ao vivo do Paramore: Live in the UK 2008 e The Final Riot! em 2008.

Música[editar | editar código-fonte]

Produção e Gravação[editar | editar código-fonte]

O álbum foi produzido por David Bendeth. A vocalista Hayley Williams disse que o álbum foi chamado Riot! (revolta) porque "Para nós, o título de 'RIOT!' significa literalmente uma explosão desenfreada de emoções. Quando nós escreviamos, parecia nossos pensamentos e as emoções estavam saindo tão rápido que não poderíamos controlá-los. Parecia que havia um distúrbio dentro de nós. Por tanto, o álbum tem a nossa paixão a um novo nível, é apenas toda a energia bruta."

O título de "For a Pessimist, I'm Pretty Optimistic" vem do que Josh reflete como "colocando sua fé em alguém e neles fundam-na." Mas apenas na escrita da canção. Josh compôs a música e deu a demo para Hayley. Josh disse: "Eu escrevi a música especificamente para ser impressionante ao vivo e ser extremamente enérgica. Tudo saiu de uma só vez. Mostrei-a para Hayley e ela apenas pregou liricamente. Ela ficou completamente com a sensação de que eu queria ter a canção."

Durante a produção, o Paramore realizou um concurso online intitulado "The Last Song You'll Ever Sing" (A última canção que você irá cantar), onde os fãs postavam vídeos no YouTube com a oportunidade de cantar vocais alternativos na pista "Born For This". A vencedora foi Mary Bonney de McLean, Virgínia. Em "That's What You Get", de Steven da "Steven's Untitled Rock Show" é caracterizado e é creditada. A banda perguntou-o quando ele foi ao estúdio.

Sons[editar | editar código-fonte]

O álbum já rendeu quatro singles. "Misery Business", a quarta faixa do álbum e primeiro single. A canção "Misery Business" tem suas origens em uma mensagem colocada pela Hayley na página do LiveJournal da banda, pedindo para os fãns que postassem de que eles se envergonhavam. "Eu achei que as pessoas realmente estavam chegando a alguém para extravasar a sua coragem", ela recorda, "Então eu fiz a mesma coisa liricamente na canção e deixei sair tudo. É mais honesto do que qualquer coisa que eu já escrevi, e os caras combinaram com aquela emoção musicalmente." A canção se tornou um hit instantâneo, eventualmente recebendo a rotação pesada na MTV e em outras redes de televisão.

O segundo single do álbum é "Hallelujah". Como Hayley retrata, "Trata-se de uma das canções mais antigas que temos, mas quisemos salvá-la para este registro, e é o lar perfeito para ela. Ele é uma reivindicação da vitória tanto para nós como para os nossos fãs."

O terceiro single do álbum foi "Crushcrushcrush", lançado em 15 de janeiro nos Estados Unidos e em 23 de janeiro no Reino Unido.

O quarto single do álbum foi "That's What You Get", lançado uma semana após Paramore cancelar sua turnê européia a trabalhar sobre "questões pessoais", entre especulação da mídia do rompimento da banda. Hayley Williams (vocalista / teclado) explicou que, dado o estado de fragilidade da banda, todos eles pensavam que era melhor se manter discretos, envolvendo-se com os amigos e familiares, mantendo as coisas bem simples. E, no processo, toda a coisa evoluiu apenas de um outro vídeo shoot em uma sessão de terapia improvisada da banda, que Paramore necessitava desesperadamente.

Hayley acrescentou "Tivemos toneladas de amigos lá, e realmente apenas senti como uma sessão do lugar frequentado. E Marcos Siega (o diretor) foi muito legal sobre isso. Ele disse, "Traga seus amigos". Nós filmamos o vídeo na casa de uns amigos nossos e foi tão real... e acho que é a primeira vez em um vídeo que você consegue ver quem nós somos realmente."

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Riot! foi lançado nos EUA em 12 de junho de 2007 após a estréia de "Misery Business" no rádio. Ele entrou nas paradas dos EUA, Billboard 200, em 20º no final de 2007. Riot! vendeu 42 000 álbuns nos EUA na sua primeira semana e três meses depois o álbum subiu para 15º na Billboard 200. O álbum também fez sucesso no Reino Unido, alcançando a 24ª posição nas paradas de álbuns vendendo 250,094 até a presente data. Riot! foi certificado platina em julho de 2008.[6] O hit "Misery Business" também foi certificado platina pela RIAA.[7] O álbum foi re-lançado no final de 2007 como um U-MYX MVI CD/DVD. O álbum vendeu por enquanto pelo menos 1.5 milhões de cópias nos Estados Unidos.[8]Riot! foi certificado oficialmente como Platina nos Estados Unidos no dia 11 de Julho de 2008. Na Nova Zelândia, o álbum chegou a posição n° 15 nas paradas recebendo a certificação de Ouro em 1 de fevereiro de 2009, com mais de 7,500 cópias vendidas.[9][10] Riot! também foi certificado Ouro na Austrália em 2009, com mais de 35 mil cópias vendidas.[11]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3.5 de 5 estrelas. [12]
Absolute Punk (71%) [carece de fontes?]
Alternative Press 3 de 5 estrelas. [carece de fontes?]
Drowned In Sound 4 de 10 estrelas. [1]
NME 5 de 10 estrelas. [1]
Spin 3 de 5 estrelas. [13]
Stylus (B+) [14]

As criticas feitas para Riot! foram variadas. Alguns criticos deram ao álbum um parecer positivo; Jason Lymangrover da Allmusic deu ao disco 3.5 de 5 estrelas e comentou "Realmente, esse álbum tem um enorme potencial e provavelmente fará sucesso entre os fãs do gênero, e para os que não são, há uma boa chance de ficarem muito satisfeitos."[15] A Stylus Magazine deu ao álbum uma nota B+ e disse "Riot! é muito apelativo porque foca no som que foi muito negligenciado. É um álbum descomplicado com músicas descomplicadas."[16] Gareth Dobson da Drowned in Sound deu ao álbum nota 4 de 10 falando "Com seus 38 minutos de duração, o álbum é 'misericordialmente' pequeno, mas soa como um álbum duplo para aqueles que podem suportar. Isso é, para aqueles que não conseguem esquecer o que som stereo é. Povo, procurem seu prazer com o pop-punk em outro lugar. Pelo menos em algum lugar onde isso exista." Apesar das críticas não tão favoraveis a princípio, Riot! é um tipo "must have" (deve comprar) segundo alguns especialistas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "For a Pessimist, I'm Pretty Optimistic"   Hayley Williams, Josh Farro 3:50
2. "That's What You Get"   Williams, Farro, Taylor York 3:43
3. "Hallelujah"   Williams, Farro 3:23
4. "Misery Business"   Williams, Farro 3:31
5. "When It Rains"   Williams, Farro, Zac Farro 3:33
6. "Let the Flames Begin"   Williams, Farro 3:18
7. "Miracle"   Williams, Farro 3:31
8. "Crushcrushcrush"   Williams, Farro 3:09
9. "We Are Broken"   Williams, Farro, David Bendeth 3:40
10. "Fences"   Williams, Farro, Bendeth 3:19
11. "Born for This"   Williams, Farro 4:00
Duração total:
32:42

Certificações e vendas[editar | editar código-fonte]

Chart (2007) Certificação Vendas
Estados Unidos Billboard 200 2× Platina[17] 2 000 000 +
Reino Unido UK Albums Chart Platina[18] 300 000 +
Austrália Austrália Albums Chart Ouro[19] 35 000 +
Nova Zelândia Nova Zelândia Albums Chart Ouro[20] 7 500 +
Canadá Canadá Albums Chart Ouro[21] 40 000 +
México México Albums Chart Ouro 40 000 +
 Irlanda Albums Chart Platina 15 000 +
Finlândia Finlândia Albums Chart Ouro[22] 10 000 +
Japão Japão Albums Chart Ouro[23] 100 000 +

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Chart (2007) Melhor
Posição
Estados Unidos Billboard 200[5] 15
Estados Unidos Billboard Comprehensive Albums[24] 15
Estados Unidos Billboard Top Rock Albums[24] 7
Estados Unidos Billboard Top Internet Albums[25] 20
Estados Unidos Billboard Top Modern Rock/Alternative Albums[26] 2
Estados Unidos Billboard Top Digital Albums[27] 10
União Europeia Europa Top 100 Albums[28] 76
Reino Unido UK Albums Chart[29] 24
Reino Unido UK Rock Chart[30] 2
México México Top 100 Albums 31
Colômbia Colômbia Top 10 Albums[31] 9
Austrália Austrália Albums Chart[32] 47
Nova Zelândia Nova Zelandia Albums Chart[33] 15
Finlândia Finlândia Albums Chart[34] 26
Países Baixos Holanda Albums Chart[35] 61
Austrália Austrália Albums Chart[36] 66
Gnome-globe.svg World Albums Top 40[37] 39
República da Irlanda Irlanda Albums Top 75[37] 53

Paradas musicais - Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições[38] Certificação
(RIAA)
EUA[4] EUA
Pop
EUA
Alt.
[4]
AUS CAN DIN FIN MEX HOL NZ POR UK
2007 "Misery Business" 26 16 3 65 67 79 17 12 56 23 17 Platina[7]
"Crushcrushcrush" 54 43 4 4 42 32 5 61 Platina[7]
2008 "That's What You Get" 66 25 6 92 51 35 33 55 Platina[7]
"—" Não entrou na tabela musical deste país.
  • "Hallelujah" foi lançado promocionalmente no Reino Unido em 2007, aonde conseguiu atingir a posição de número 139.

Membros da Banda[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d http://www.nme.com/reviews/paramore/8707
  2. http://www.popbuzz.com/music/features/pop-punk-albums-biggest-selling-ever-top-10/
  3. "Misery Business - Chart information". acharts.us. Retirado em 16 de fevereiro de 2008.
  4. a b c «Artist Chart History (Singles) - Paramore». Allmusic. Consultado em 24 de junho de 2008  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "US1" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  5. a b Billboard 200
  6. Paramore RIAA Certifications
  7. a b c d Paramore RIAA Certifications
  8. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome worldwidealbums.net
  9. [1]
  10. [2]
  11. Vendas australianas
  12. http://www.allmusic.com/album/r1069893
  13. http://www.spin.com/reviews/2007/07/0707_paramore/
  14. http://www.stylusmagazine.com/reviews/paramore/riot.htm
  15. Allmusic fala sobre Riot!
  16. Stylus Magazine fala sobre Riot
  17. "Certificação de Paramore pela RIAA". Página acessada em 1 de abril de 2016.
  18. Certificação de Paramore no Reino Unido
  19. Certificação de Paramore pela ARIA
  20. Certificação de Paramore pela RIANZ
  21. Certificação de Paramore CRIA
  22. Certificação de Paramore na Finlândia
  23. http://www.riaj.or.jp/e/data/gdisc/index.html
  24. a b Comprehensive Albums
  25. Top Internet Albums
  26. Top Modern Rock/Alternative Albums
  27. Top Digital Album
  28. European Top 100 Albums
  29. UK Albums Chart
  30. UK Rock Chart
  31. [3]
  32. http://pandora.nla.gov.au/pan/23790/20090220-0000/issue987.pdf
  33. New Zealand Albums Chart
  34. Finnish Albums Chart
  35. Dutch Albums Chart
  36. Austrian Albums Chart
  37. a b Various music charts
  38. "Worldwide positions". acharts.