Robert Devereux

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Robert Devereux
Nascimento 10 de novembro de 1565
Herefordshire
Morte 25 de fevereiro de 1601 (35 anos)
Torre de Londres
Cidadania Reino da Inglaterra
Progenitores Mãe:Lettice Knollys
Filho(s) Walter Devereux
Alma mater Trinity College
Ocupação soldado
Causa da morte decapitação

Robert Devereux, 2.º Conde de Essex (Herefordshire, 10 de novembro de 1566Torre de Londres, 25 de fevereiro de 1601), "favorito" da Rainha Isabel I de Inglaterra, é o mais conhecido dos "Condes de Essex" (Earl of Essex). Foi um herói militar e "favorito" da Rainha mas, depois de uma fraca campanha militar em 1599 contra os rebeldes irlandeses durante a Guerra dos Nove Anos, enfrentou a sua soberana e foi executado sob a acusação de traição.

Passagem por Portugal[editar | editar código-fonte]

Durante o conflito entre a Inglaterra e Espanha, governada por Filipe II de Espanha (Filipe I de Portugal), o 2.º Conde Essex comandou uma esquadra que passou por diversos pontos da Galiza e de Portugal exercendo atos de corso e vandalismo, como sejam, por exemplo, os casos de Faro (em que saqueou e incendiou a Sé Catedral), Faial (em que saqueou diversas igrejas, nomeadamente as da Praia do Almoxarife e Faial da Terra) e Ilha de São Miguel (1597).[1]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Durante o governo desta ilha açoriana por Rui Gonçalves da Câmara, 1.º Conde de Vila Franca.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]