Sărmașu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Romênia Sărmașu

Nagysármás

 
  Cidade  
Igreja de madeira de Sărmașu
Igreja de madeira de Sărmașu
Símbolos
Brasão de armas de Sărmașu
Brasão de armas
Localização
Localização de Sărmașu no distrito de Mureș
Localização de Sărmașu no distrito de Mureș
Sărmașu está localizado em: Roménia
Sărmașu
Localização de Sărmașu na Romênia
Coordenadas 46° 45' 3" N 24° 9' 47" E
Região histórica Transilvânia
Distrito Mureș
História
Administração
Características geográficas
Área total 61,75 km²
População total (2011) [1][2] 6 942
 • Estimativa (2016) 7 182
Densidade 112,4 hab./km²
Altitude 342 m
Código postal 547515
www.orasulsarmasu.ro

Sărmașu (em húngaro: Nagysármás, AFI[ˈnɒɟʃaːrmaːʃ]) é uma cidade do județ (distrito) de Mureș, na região histórica da Transilvânia, Roménia. Em 2011 tinha 6 942 habitantes[1] e em 2016 estimava-se que tivesse 7 182 habitantes.[2] A área administrada pela cidade tem 61,75 km² e inclui as aldeias de Balda (Báld), Larga (Lárga), Moruț (Marocháza), Sărmășel (Kissármás), Sărmășel-Gară (Bánffytanya), Titiana (Titiána) e Vișinelu (Csehtelke).

Em termos étnicos, segundo o censo de 2011, 65,5% da população era romena, 21,7% húngara e 10% cigana.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sărmașu situa-se na parte noroeste do distrito, na planície da Transilvânia (Câmpie Transilvaniei), à beira do rio Pârâul de Câmpie, afluente do Mureș. A ocidente limita com o distrito de Cluj e a noroeste com o de Bistrița-Năsăud. A capital distrital, Târgu Mureș, situa-se 40 km a sudeste de Sărmașu.

A distribuição de população pelas localidades do município citadino era a seguinte em 2002: Balda (1 256), Larga (72), Moruț (106), Sărmășel (817), Sărmășel-Gară (763), Sărmașu (3 877), Titiana (39), Vișinelu (563)

História[editar | editar código-fonte]

A primeira menção registada da vila data de 1329, num documento da corte do rei Carlos Roberto da Hungria, na qual ela aparece numa lista de terras doadas a Ștefan Pojany. Em 1348 é novamente mencionada num ato de doação à família Juc por parte do rei Luís I, com o nome de Terra Nobilium de Swk Sarmas. A vila pertenceu ao Reino da Hungria e depois ao Império Austríaco e à Áustria-Hungria. Em 1867, no decurso duma regorganização administrativa da Transilvânia, Sărmașu foi integrada no condado de Cluj (Kolozs).

Foi na área de Sărmașu que em 1914 foi realizada uma das primeiras explorações de gás metano na Europa, após a sua descoberta em 1908. A vila passou a fazer parte do Reino da Roménia em 1920, nos termos do Tratado de Trianon. Quando a Roménia se juntou ao Aliados durante a Segunda Guerra Mundial, Sărmașu foi ocupada pela Hungria em 5 de setembro de 1944. Passados nove dias, 126 judeus locais foram masssacrados por fascistas húngaros.

Sărmașu fez parte do distrito de Cluj até 1968, ano em que se juntou ao distrito de Mureș. Obteve o estatuto de cidade (oraș) em 2003.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c «Rezultatele finale ale Recensământului din 2011: Tab8. Populația stabilă după etnie – județe, municipii, orașe, comune» (em romeno). Institutul National de Statistica. www.recensamantromania.ro. Consultado em 17 de abril de 2018 
  2. a b «Populaţia României pe localitati la 1 ianuarie 2016» (em romeno). Institutul National de Statistica. www.insse.ro. Consultado em 17 de abril de 2018. Arquivado do original em 27 de outubro de 2017