Sabina Frederic

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sabina Frederic
Sabina em 2019 como Ministra da Segurança
Nome completo Sabina Andrea Frederic
Nascimento 13 de outubro de 1965 (56 anos)
Buenos Aires, Argentina
Alma mater
Ocupação

Sabina Andrea Frederic (Buenos Aires, 13 de outubro de 1965) é uma antropóloga social argentina, professora universitária e política. Especialista em militares e segurança, foi Ministra da Segurança da Argentina de 2019 a 2021, no gabinete do presidente Alberto Fernández.

Desde 2021, ela preside a Comissão de Capacetes Brancos.[1]

Primeiros anos e carreira[editar | editar código-fonte]

Frederic nasceu em 13 de outubro de 1965 em Buenos Aires.[2] Ela estudou antropologia na Universidade de Buenos Aires e depois de obter sua licenciatura, ela completou um doutorado em antropologia social na Universidade de Utrecht, na Holanda.[3] Foi docente permanente da Universidade Nacional de Quilmes desde 2005 e pesquisadora independente do CONICET, onde se especializou no tema da moralidade e da emoção na configuração das forças militares e de segurança na Argentina moderna.[4][5]

Frederic foi nomeada subsecretária de treinamento do Ministério da Defesa em 2009, cargo que ocupou até 2011.[6] De 2012 a 2014, atuou como assessora do Ministério da Segurança na administração de Nilda Garré.[7]

Em 2017, Frederic se juntou à Frente Federal Ciencia y Universidad, um coletivo de cientistas e intelectuais contrários aos cortes orçamentários e medidas de austeridade impostas às universidades e instituições científicas pelo governo do presidente Mauricio Macri.[8]

Ministra da Segurança[editar | editar código-fonte]

Frederic visitando a sede da Gendarmaria Nacional na cidade de Buenos Aires, dezembro de 2019

Em 6 de dezembro de 2019, o presidente eleito Alberto Fernández anunciou sua intenção de nomear Frederic como ministro da Segurança, sucedendo Patricia Bullrich; Frederic posicionou-se como um oponente ferrenho das políticas de segurança de Bullrich.[9] Ela assumiu o cargo ao lado do restante do gabinete de Fernández em 10 de dezembro de 2019.

Em 24 de dezembro, ela publicou a Resolução 1231/19, que reverteu muitas das políticas de Bullrich no Ministério: ela derrubou os protocolos anteriores sobre o uso de armas de fogo pelas forças de segurança e determinou a criação de um protocolo sobre o uso de armas taser; além disso, a resolução anulou o programa de fiscalização de infratores no sistema ferroviário e o Protocolo 1149, que “permitia que as forças de segurança lesassem os direitos dos cidadãos LGBT”.[10][11][12]

Em termos de políticas, Frederic tem falado abertamente sobre seu apoio à descriminalização da maconha para uso pessoal.[13]

Em abril de 2020, Frederic afirmou que o ministério continuaria a política de vigilância cibernética de seu antecessor para medir o "humor social"; essas declarações foram amplamente criticadas por organizações sociais e pela oposição.[14][15][16]

Após as más exibições do governo nas eleições primárias legislativas de 2021, Frederic foi substituída por Aníbal Fernández como parte de uma reformulação do gabinete.[17][18]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Frederic é autora ou coautora de alguns dos seguintes livros e publicações:

  • Federalismo y descentralización en grandes ciudades (em espanhol). [S.l.]: Prometeo Libros. 2004. ISBN 978-950-9217-72-0  (coautoria com Marcelo Escolar e Gustavo Badía)
  • Buenos vecinos, malos políticos (em espanhol). [S.l.]: Prometeo Libros. 2004. ISBN 978-950-9217-83-6 
  • Los usos de la fuerza pública (em espanhol). [S.l.]: Universidad Nacional de General Sarmiento. 2008. ISBN 978-987-630-033-9 
  • Las trampas del pasado (em espanhol). [S.l.]: Fondo de Cultura Económica. 2013. ISBN 978-950-557-992-1 
  • Fuerzas Armadas en democracia. Percepciones de los militares argentinos sobre su reconocimiento (em espanhol). [S.l.]: Prohistoria Ediciones. 2015. ISBN 978-987-3864-05-6  (coautoria com Laura Masson e Germán Soprano)
  • Cultura y política en etnografías sobre la Argentina (em espanhol). [S.l.]: Universidad Nacional de Quilmes. 2017. ISBN 978-987-558-494-5  (coautoria com Germán Soprano, Beatriz Ocampo e Carlos Kuz)

Referências

  1. «Oficializan la designación de Sabina Frederic al frente de la Comisión de Cascos Blancos» (em espanhol). 23 de outubro de 2021. Consultado em 13 de maio de 2022 
  2. Ortelli, Ignacio; Mikkelsen Jensen, Esteban (9 de fevereiro de 2020). «Sabina Frederic: "No me formé con él ni me siento identificada con la línea Zaffaroni"». Clarín (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  3. Penelli, Sebastián (6 de dezembro de 2019). «Sabina Frederic será la nueva ministra de Seguridad». Ámbito (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  4. «Sabina Frederic». Universidad Nacional de Quilmes (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  5. «Investigadores - Frederic Sabina Andrea». CONICET (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  6. «Quién es Sabina Frederic, la sucesora de Bullrich en Seguridad». filo.news (em espanhol). 6 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de maio de 2022 
  7. Micheletto, Karina (7 de dezembro de 2019). «De la Doctrina Chocobar a Sabina Frederic». Página/12 (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  8. Esteban, Pablo (18 de dezembro de 2017). «La ciencia tiene su propia agenda para oponer al ajuste». Página/12 (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  9. «Quién es Sabina Frederic, la ministra de Seguridad de Alberto Fernández». El Cronista (em espanhol). 27 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de maio de 2022 
  10. «Argentina derogó el protocolo de detención de personas LGBT». 20minutos.com.mx (em espanhol). 9 de março de 2020. Consultado em 13 de maio de 2022 
  11. «El Ministerio de Seguridad derogó normativas sobre el uso de armas por parte de las fuerzas federales». Infobae (em espanhol). 24 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de maio de 2022 
  12. «Giro en Seguridad: el Gobierno derogará el protocolo de uso de armas de fuego y el control de DNI en trenes». La Nación (em espanhol). 16 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de maio de 2022 
  13. «Berni propuso despenalizar todas las drogas y Frederic dijo que lo analiza, pero solo para cannabis». La Nación (em espanhol). 24 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de maio de 2022 
  14. Ybarra, Gustavo (8 de abril de 2020). «Sabina Frederic reveló que las fuerzas de seguridad realizan "ciberpatrullajes" en las redes sociales para medir el humor social». La Nación (em espanhol). Consultado em 13 de maio de 2022 
  15. «Frederic habló de "ciberpatrullaje para medir humor social" y desató otra polémica». Perfil (em espanhol). 8 de abril de 2020. Consultado em 13 de maio de 2022 
  16. «Sabina Frederic dio marcha atrás y reconoció que su frase sobre el ciberpatrullaje en redes fue poco feliz». Infobae (em espanhol). 9 de abril de 2020. Consultado em 13 de maio de 2022 
  17. «Cambio de gabinete: Quien es Aníbal Fernández, el nuevo ministro de Seguridad». Página/12 (em espanhol). 18 de setembro de 2021. Consultado em 13 de maio de 2022 
  18. «Alberto Fernández relanza su gestión con un nuevo Gabinete». Télam (em espanhol). 18 de setembro de 2021. Consultado em 13 de maio de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]