Shtreimel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Judeu hassídico vestindo um shtreimel (chapéu de pele), Jerusalém

Um shtreimel (em iídiche: שטרײַמל, plural שטרײַמלעך shtraimlech) é um chapéu de pele usado por muitos homens haredi casados, particularmente (embora não exclusivamente) membros do Judaísmo chassídico, no Sabá e em feriados judaicos e outras ocasiões festivas.[1] Em Jerusalém, o shtreimel também é usado pelos judeus de Litvak (não-Hasidim que pertencem à comunidade Ashkenazi original de Jerusalém, também conhecida como Perushim). O shtreimel é geralmente usado apenas após o casamento, exceto em algumas comunidades Yerushalmi, onde os meninos usam desde a idade de Bar Mitzvá.

Origens[editar | editar código-fonte]

Embora exista um forte costume religioso para os homens judeus de encobrir suas cabeças, do ponto de vista da lei judaica, não há significado religioso especial para o shtreimel em comparação com outras coberturas de cabeça. No entanto, o uso de duas coberturas de cabeça é considerado que adiciona mérito espiritual adicional, além do que a presença de belo artesanato acrescenta embelezamento e honra ao costume. O shtreimel é sempre usado em cima de um quipá ou yarmulke.

Há muita especulação em torno da origem do shtreimel. De acordo com a Encyclopædia Britannica, é de origem Tártara.[2]

Judeus ortodoxos do sexo masculino podem ser altamente conservadores em relação a chapelaria, e alguns judeus tradicionais ainda usam fedoras ou homburgs. Tais chapéus são usados em ocasiões especiais (como Sabá), na sinagoga, ou por portadores de cargos como rabinos e até mesmo onde os não-judeus do país de origem pararam de usá-lo. O shtreimel é comparável em construção a chapéus de peles usados pela nobreza e realeza da Europa Oriental e russa.

Tipos de shtreimels[editar | editar código-fonte]

Retrato do Tzemach Tzedek vestindo seu shtreimel único
Retrato de David Moses Friedman da dinastia Chortkov usando o shtreimel único da dinastia Ruzhin

O shtreimel mais amplamente visto é tipicamente usado pelos Hasidim da Galícia, Romênia, e Hungria, e foi usado pelos judeus lituanos até o século 20. É composto por um grande pedaço circular de veludo preto cercado por peles. O shtreimel de Menachem Mendel Schneersohn (o Tzemach Tzedek) era de veludo branco. Os Hasidim originários da Polônia do Congresso usam um shtreimel alto (muitas vezes chamado de spodik). O shtreimel dos Rebbes das dinastias Ruzhin e Skolye é apontado para cima.


Referências

  1. Blumenthal, Ralph (10 de maio de 2009). «When He Talks Hats, Basic Black is Only the Beginning». New York Times. ISSN 0362-4331. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  2. Encyclopædia Britannica (1963) Volume 23 page 113
Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.