Simplício Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Setembro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Simplício Mendes
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 4 de setembro
Fundação 1933 (85 anos)
Gentílico simplício-mendense
Prefeito(a) Heli de Araújo Moura Fé (PSD)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Simplício Mendes
Localização de Simplício Mendes no Piauí
Simplício Mendes está localizado em: Brasil
Simplício Mendes
Localização de Simplício Mendes no Brasil
07° 51' 14" S 41° 54' 36" O07° 51' 14" S 41° 54' 36" O
Unidade federativa Piauí
Mesorregião Sudeste Piauiense IBGE/2008[1]
Microrregião Alto Médio Canindé IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Paes Landim, São Miguel do Fidalgo, Santo Inácio do Piauí, Campinas do Piauí, Isaías Coelho, Conceição do Canindé, Bela Vista do Piauí, Nova Santa Rita e Pedro Laurentino.
Distância até a capital 416 km
Características geográficas
Área 1 398,952 km² [2]
População 12 078 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 8,63 hab./km²
Altitude 302 m
Clima Semiárido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,67 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 45 292,607 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 837,71 IBGE/2008[5]

Simplício Mendes é um município brasileiro do estado do Piauí. Sua população estimada em 2010 era de 12.078 habitantes.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 07º51'14" sul e a uma longitude 41º54'37" oeste, estando a uma altitude de 302 metros.

Segundo dados da estação meteorológica do povoado de Morro dos Cavalos, do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de novembro a dezembro de 1971, janeiro de 1973 a dezembro de 1985 e de novembro de 1993 a maio de 2014, a menor temperatura registrada no local foi de 10,9 °C em 24 de fevereiro de 1974,[6] e a maior atingiu 41,2 °C em seis ocasiões: 1° de outubro de 1997, 20 de novembro de 2005, 30 de setembro de 2009, 22 de outubro de 2009, 29 de setembro de 2010 e 24 de setembro de 2013.[7] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 119 milímetros (mm) em 20 de janeiro de 1975. Outros acumulados iguais ou superiores a 100 mm foram 118,8 mm em 17 de novembro de 1996, 103,4 mm em 3 de março de 2014 e 100,3 mm em 27 de fevereiro de 1999.[8] Fevereiro de 2007, com 406 mm, foi o mês de maior precipitação.[9]

Dados climatológicos para Simplício Mendes (Morro dos Cavalos)
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 40,6 40,2 40,2 39,7 38,6 37,6 38,2 39,5 41,2 41,2 41,2 40,6 41,2
Temperatura máxima média (°C) 32,9 32,5 32 32,8 33,2 33,4 33,7 34,8 36,4 37 36 34,3 34,1
Temperatura média compensada (°C) 26,8 26,2 25,9 26,3 26,4 26,4 26,8 27,7 29,2 30,1 29,3 27,8 27,4
Temperatura mínima média (°C) 21,5 21,2 21,3 21 20,4 20,1 20,2 21,3 22,8 23,7 23,2 22 21,6
Temperatura mínima recorde (°C) 17,3 10,9 16,7 15,2 14,6 12,2 13,8 14,6 16 18,2 16,1 17,2 10,9
Precipitação (mm) 155,6 133,1 171,9 85,2 35,2 4,6 0,4 0 3,2 21,9 71,7 92,5 775,3
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 12 9 12 8 3 1 0 0 1 2 6 9 63
Umidade relativa compensada (%) 71,1 78 80,2 76,6 69,2 57,9 51,9 45,2 42 44,6 53,3 64,7 61,2
Horas de sol 208 186,9 195 217,1 260 271,5 294,3 312,9 301,1 289,2 254,1 224,1 3 014,2
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[10] recordes
de temperatura: 01/11/1971 a 31/12/1971, 01/01/1973 a 31/12/1985 e 01/11/1993 a 31/05/2014)[6][7]

Trabalho e rendimento[editar | editar código-fonte]

Em 2015, o salário médio mensal era de 1.5 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 7.0%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 185 de 224 e 67 de 224, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 4821 de 5570 e 4351 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 51.8% da população nessas condições, o que o colocava na posição 168 de 224 dentre as cidades do estado e na posição 1042 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

Educação[editar | editar código-fonte]

Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 5.8 no IDEB. Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 3.7. Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 6 de 224. Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 93 de 224. A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 98.6 em 2010. Isso posicionava o município na posição 53 de 224 dentre as cidades do estado e na posição 1139 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

Saúde[editar | editar código-fonte]

A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 5.62 para 1.000 nascidos vivos. As internações devido a diarreias são de 2.2 para cada 1.000 habitantes. Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 152 de 224 e 129 de 224, respectivamente. Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 4014 de 5570 e 1442 de 5570, respectivamente.

Território e ambiente[editar | editar código-fonte]

Apresenta 24.7% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 76.6% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 5.7% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 57 de 224, 102 de 224 e 9 de 224, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 3372 de 5570, 2671 de 5570 e 3347 de 5570, respectivamente.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100
  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100
  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100.
  4. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000
  5. Área da unidade territorial: Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/default_territ_area.shtm>. Acesso em: jun. 2017
  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100
  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100
  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100

Fontes[editar | editar código-fonte]

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2017
  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010
  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011
  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2015
  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2015
  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2015 (data de referência: 31/12/2015), IBGE, Estimativa da população 2015 (data de referência: 1/7/2015)
  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010
  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010
  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016
  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016
  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2015
  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2015
  13. Docentes no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2015
  14. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2015
  15. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2015
  16. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2015
  17. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA
  18. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015
  19. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD
  20. Total de receitas realizadas: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional, Registros administrativos 2008
  21. Total das despesas realizadas: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional, Registros administrativos 2008
  22. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014
  23. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente
  24. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009
  25. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2017
  26. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
  27. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010
  28. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Fonte[editar | editar código-fonte]

IBGE - Brasil em Síntese : https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pi/simplicio-mendes/pesquisa/13/5902

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  6. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Morro dos Cavalos». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 15 de junho de 2018. 
  7. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Morro dos Cavalos». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 15 de junho de 2018. 
  8. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Morro dos Cavalos». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 15 de junho de 2018. 
  9. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Morro dos Cavalos». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 15 de junho de 2018. 
  10. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 15 de junho de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.