Sociedade Esportiva e Recreativa São José

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
São José
SERSãoJosé.png
Nome Sociedade Esportiva e Recreativa São José
Alcunhas O mais querido, Tricolor do Laguinho,

Pitbullzão do Laguinho 2000

Mascote Pitbull
Principal rival Ypiranga-AP
Fundação 26 de agosto de 1946 (73 anos)
Estádio Estádio Municipal Glicério Marques
Capacidade Estadio fechado
Localização Macapá, AP
Presidente Brasil Vicente Cruz
Treinador Brasil Ovídio Neto
Patrocinador Amapá Betral Veículos

Amapá Adan Lucas Xavier Sex shop

Competição Amapá Campeonato Amapaense
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Sociedade Esportiva e Recreativa São José é um clube brasileiro de futebol da cidade de Macapá, capital do estado do Amapá. O clube foi fundado por Messias do Espirito Santo, um Oficial de Justiça do Fórum de Macapá, capital do então Território Federal do Amapá (TFA), com objetivo de participar oficialmente do esporte regional.

O clube ainda possui uma boa estrutura para a prática de futebol, voleibol e basquetebol. Dentro do futebol profissional amapaense, o São José e o Ypiranga Clube fazem o maior clássico do Estado.

História[editar | editar código-fonte]

A história do São José se divide em cinco fases:

  • De 1947 a 1957, onde participou dos campeonatos e torneios, considerado um clube modesto, tendo sua sede social na esquina da Av. Presidente Vargas com a Rua Leopoldo Machado, no bairro da Favela, hoje bairro Central.
  • De 1975 até 1988, quando conquistou campeonatos, inclusive, um invicto, no futebol, contando com um grande elenco de jogadores craques, muitos deles, cedidos para clubes de outras unidades da nossa federação brasileira;
  • De 1988 até 1990, quando parou suas atividades no futebol, em virtude de dificuldades internas e externas. Essa última resultante de um difícil relacionamento com a federação de Esporte Local;
  • De 1993 até 1995, quando era Presidente o Sr. Francisco Odilon Filho e Vice Presidente o Sr. Haroldo Pinto Pereira, o São José conquistou um único titulo de Campeão de Profissionais do clube, na modalidade de Futebol de Campo;
  • De 1995 até 1996. voltada para construção das instalações físicas de sua sede social, com muitas dificuldades, hoje situada na Av. Nações Unidas, nº 564 no bairro moreno da cidade de Macapá, AP, também chamado de Julião Ramos e ou Laguinho;
  • De 1996 até 2002, com sua gestão administrativa sob a responsabilidade do jovem empresário Otaciano Bento Pereira Júnior que recebeu da gestão anterior uma infra-estrutura física da sede social, numa área de 2.400m².

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A CBB (Confederação Brasileira de Basquetebol), através dos departamentos técnicos e de divulgação (Imprensa e relações públicas) vai dar destaque para o feito do atleta amapaense Douglas, do São José, que marcou 100 pontos, em um jogo só;
  • A FAB (Federação Amapaense de Basquetebol) comunicou a ocorrência á CBB, que está verificando as estatísticas para apurar se o recorde amapaense também é brasileiro para fazer o devido destaque em caráter nacional;
  • Em 1975 São José X Santana - Juiz Walter Luiz Moura Palha. São José 1 X 0 o juiz expulsou um jogador do Santana , pouco depois expulsou mais outro jogador, depois São José fez 2 X 0, o juiz expulsou mais outro e depois São José fez 3 X 0 faltava 20 minutos para acabar a partida com apenas 8 jogadores não se contendo o juiz expulsou o 4º jogador e acabou a partida, porque não podia continuar com apenas 7 jogadores. Curiosidade, é que os 3 gols foram marcados por 1 jogador do São José que, ironicamente, se chamava "Santana";
  • Um dia o São José foi decidir o Campeonato de Aspirante em Santana, contra o clube homônimo. Na hora do São José entrar em campo, o técnico do time lembrou que havia esquecido em Macapá o jogo de camisa. Resultado do Jogo: São José perdeu por WO;
  • Em um dos campeonatos regionais, o Tricolor teria perdido os pontos por W.O, contra o Macapá, inclusive já com a decisão da arbitragem. Muito após o fato, chegaram ao campo (7) sete jogadores. E por sugestão da Diretoria do Macapá pediu ao árbitro para realizar a partida, o que foi aceito. No 1º tempo o Macapá marcou 2 gols e, já no 2º tempo chegaram mais 2 jogadores, que logo entraram em campo. Caindo uma forte chuva, o São José cresceu em campo com lances bem concluídos, já nos últimos minutos, fez 3 gols, chegando a uma vitória digna de sua história;
  • O clube que surgiu eminentemente de uma classe pobre da população seu fundador, Messias do Espirito Santo, ao escolher o nome do clube como o mesmo do padroeiro da cidade conseguiu rapidamente a simpatia da maioria dos torcedores da longínquo povoado da cidade de Macapá, isto ocorreu no dia vinte e seis por isto o clube é carinhosamente denominado de o mais querido do Estado do Amapá;
  • Quando o São José foi criado a sua primeira sede era fora do bairro, situada na Av. Presidente Vargas com a Rua Leopoldo Machado, após alguns anos foi transferida para o bairro moreno da cidade, onde as primeiras equipes do São José eram todas formadas quase que na sua totalidade por atletas de cor negra;
  • Apesar do santo que o batiza, sua torcida é conhecida como Diabólica;
  • No início do século com a abolição da escravatura em alguns estados a discriminação era muito forte e especificamente em Macapá, os negros foram deslocados para o bairro na época conhecido como bairro do Laguinho, que era na sua maioria composto por negros, que hoje se chama bairro do Laguinho.

São José x Ypiranga: O Clássico[editar | editar código-fonte]

O Maior clássico do futebol profissional amapaense se refere a São José x Ypiranga. O Ypiranga Clube possui a maior torcida do Estado, e o São José, dono da segunda maior torcida. Ou seja, quando esses dois times jogam, é certeza de casa cheia.

Dentro de campo, desde 2002, o números são favoráveis ao São José. A última vitória do clube da torre, em cima do seu arqui-rival, ocorreu, exatamente, em 2002, pelo placar de 2 a 0. De lá para cá, os placares foram esses:

São José 0 x 0 Ypiranga - 12/08/2004

Ypiranga 0 x 1 São José – 18/09/2004

São José 1 x 1 Ypiranga – 18/06/2005

Ypiranga 2 x 2 São José – 21/07/2005

São José 2 x 1 Ypiranga – 13/04/2006

Ypiranga 1 x 3 São José – 15/05/2006

No ano de 2007, o clássico não foi realizado (o Ypiranga estava na segunda divisão do campeonato estadual). No mesmo ano, o São José disputou a primeira divisão, e terminou o campeonato em 3º lugar.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

  • Título de 1972 foi dividido com o Santana.[1]

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

1994 - Copa do Brasil (Oitavas-de-final): 0-0 2-3 Linhares-ES

2002 - Copa Norte(Primeira fase)

2006 - Copa do Brasil (Primeira Fase): 0-0 3-0 CRB-AL

2005 - Campeonato Brasileiro Série C (Primeira fase)

2007 - Copa do Brasil (Primeira fase): 0-1 2-2 Paysandu-PA

Outras modalidades[editar | editar código-fonte]

  • Basquete
  • Copa Norte:Campeão (2011) e vice-campeão (2010).
  • Campeonato Amapaense: Campeão (2011)

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado em dezembro de 2014

  • Posição: 202º
  • Pontuação: 100 pontos[2]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil.[3]

Referências

  1. Livro Bola de Seringa - História do Futebol Amapaense 1940-1990. GARCIA, Leonai. Editora Gryphus.
  2. RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2015 Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 11 de dezembro de 2014
  3. Cruzeiro lidera o Ranking Nacional de Clubes 2015 Arquivado em 22 de dezembro de 2014, no Wayback Machine. CBF

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.