Deus Sabe Quanto Amei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Some Came Running)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Deus Sabe Quanto Amei
Some Came Running
 Estados Unidos
1958 •  cor •  137 min 
Direção Vicente Minnelli
Roteiro James Jones (história)
John Patrick
Arthur Sheekman
Elenco Frank Sinatra
Dean Martin
Shirley MacLaine
Género Drama
Romance
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Deus Sabe Quanto Amei[1][2] (Some Came Running), é um filme de drama e romance dirigido por Vicente Minnelli e protagonizado por Frank Sinatra, Dean Martin e Shirley MacLaine. É baseado no livro Some Came Running escrito por James Jones, publicado em 1957.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dave Hirsh (Frank Sinatra), é um veterano da guerra que volta à sua cidade natal, Parkman, após ter sido intoxicado num ônibus com destino a Chicago. Ginnie Moorehead (Shirley MacLaine), uma mulher humilde, tinha pegado o mesmo ônibus.

Hirsh tinha deixado Parkman há 16 anos, quando seu irmão mais velho, Frank (Arthur Kennedy), o colocou num internato. Frank tinha se casado e começado a investir no negócio de joalheria do pai da sua mulher, Agnes, e faz de sua posição social, a sua maior prioridade. o regresso de Dave ameaça tudo isso, fazendo com que Frank faça de tudo para que ganhe respeito, apresentando Dave ao seu amigo Professor French (Larry Gates) e sua filha Gwen (Martha Hyer), também professora.

Dave se torna amigo de Bama Dillert (Dean Martin), um jogador que acabou ficando em Parkman. Dois motivos fazem com que Dave demonstre esperança e redenção: ele começa a ter um carinho paternal por sua sobrinha Dawn (Betty Lou Keim), filha de Frank, e apaixona-se por Gwen. Tirando sua reputação, Dave é um homem bom e honesto e bem atento em relação aos seus problemas. Seu cinismo, às vezes, serve como disfarce da dor por ter sido rejeitado.

Mesmo Ginnie, não sendo da sua classe social ou até intelectual, Dave vê algo bom nela e mostra o seu verdadeiro amor. No fim, Ginnie, que acaba sendo perseguida por seu ex-namorado (um bandido de Chicago), prova o seu grande amor por Dave. Quando o seu ex-namorado iria atirar em Dave, Ginnie coloca-se à frente, levando o tiro. Mas no livro, Dave é que é a vítima inocente.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Artista Resultado
Academy Awards
1959 Melhor Atriz Shirley MacLaine
Indicado
Melhor Ator Coadjuvante Arthur Kennedy
Indicado
Melhor Atriz Coadjuvante Martha Hyer
Indicado
Melhor Figurino Walter Plunkett
Indicado
Melhor Canção Original Jimmy Van Heusen e Sammy Cahn (pela música "To Love to be Loved")
Indicado
Golden Globe Awards
1959 Melhor Atriz – Filme de Drama Shirley MacLaine
Indicado
Laurel Awards
1959 Melhor Filme de Drama
Indicado
Melhor Performance Coadjuvante Masculina Arthur Kennedy
Indicado
Melhor Performance Dramática Feminina Shirley MacLaine
Indicado
Melhor Canção Jimmy Van Heusen e Sammy Cahn (pela música "To Love to be Loved")
Indicado
Melhor Performance Coadjuvante Feminina Martha Hyer
Ganhou
Melhor Performance Dramática Masculina Frank Sinatra
Ganhou
Melhor Trilha Sonora Elmer Bernstein
Ganhou

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o