Tatiana Salem Levy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tatiana Salem Levy
Nascimento 24 de janeiro de 1979 (38 anos)
Lisboa,  Portugal
Prémios Prémio São Paulo de Literatura (2008)

Prêmio Fundação Nacional do Livro Infanto-Juvenil (2013)
Prêmio ABL de Literatura Infantojuvenil (2014)
English Pen Translate 2015

Género literário Romance, conto
Magnum opus A Chave de Casa

Tatiana Salem Levy (Lisboa, 24 de janeiro de 1979) é uma escritora brasileira. Atualmente, vive entre Rio de Janeiro e Lisboa. Desde maio de 2014, é colunista do jornal Valor Econômico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Descendente de judeus turcos, Tatiana Salem Levy nasceu durante a Ditadura Militar, quando a família estava exilada em Portugal. Nove meses depois do nascimento, voltaram para o Brasil, beneficiados pela Lei da Anistia brasileira.

Depois da conclusão do curso de graduação em Letras pela UFRJ em 1999, concluiu um mestrado em Estudos Literários, em 2002, pela PUC-Rio, com a dissertação, intitulada A Experiência de Fora: Blanchot, Foucault e Deleuze, que foi publicada pela editora Relume Dumará, em 2003 e pela Civilização Brasileira em 2010.

Morou na França e nos EUA no período do doutorado, concluído em 2007, também pela PUC-Rio. É tradutora de francês. [1].

Sobre seu conto "Tempo Perdido", afirmou o escritor britânico Ian McEwann: "I thought it was a wonderful story that wears its symbolism very lightly. I was very touched."

Obra de ficção[editar | editar código-fonte]

Escreveu contos incluídos nas coletâneas Paralelos (2004), 25 Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura Brasileira (2005), Recontando Machado (2008), Dicionário Amoroso da Língua Portuguesa (2009)[2], Primos, Se não houvesse amanhã, entre outros.

A Chave de Casa (2007) é seu primeiro romance, com elementos autobiográficos. A narradora, assim como a autora, é uma brasileira descendente de judeus turcos que foram expulsos de Portugal pela Santa Inquisição. Ela recebe do avô a chave de uma casa e a missão de procurar a antiga casa da família em Esmirna, na Turquia, para que ele possa se reencontrar com seus parentes.

O romance foi publicado no Brasil pela Editora Record e em Portugal pela Livros Cotovia'[3]. A obra valeu à autora o Prêmio São Paulo de 2008 na categoria Melhor Livro de Autor Estreante. Também foi finalista do Prêmio Jabuti[4] e do Zaffari&Bourbon. Foi publicado também na França, Itália, Espanha, Romênia, Turquia, Austrália. Sairá em Breve no UK e na Croácia.

Em 2010, organizou a coletânea de contos Primos, também publicada pela Editora Record. O livro reúne histórias escritas por autores brasileiros descendentes de árabes e de judeus[5].

Seu segundo romance, Dois rios, a história de dois irmãos que se apaixonam por uma francesa, foi publicado pela Record em 2011[6]

Foi publicado também em Portugal, Itália e França.

Em 2012 Tatiana foi selecionada como um dos 20 melhores jovens escritores da revista britânica Granta, que inclui seu conto "O Rio Sua". No Brasil, a revista Granta é publicada pelo selo "Alfaguara", que pertence à editora Objetiva.

Participou de antologias de contos em diversos países, como Suécia, Finlândia, México, França, Israel, Estados Unidos, Alemanha, entre outros.

Publicou dois livros infantis, "Curupira Pirapora" (Tinta da China, Prêmio da FNLIJ) e "Tanto Mar" (prêmio da ABL)

Um dos seus mais recentes romances, "Paraíso", foi publicado no Brasil no final de 2014, pela editora Foz.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • A experiência do fora : Blanchot, Foucault e Deleuze (2003);
  • Dois rios (2011);
  • Cheia din Smirna (2013);
  • Paraíso (2014);
  • O Mundo não vai acabar (2017)

Referências

  1. Dicionário de tradutores literários no Brasil, Tatiana Salem Levy
  2. Obra de Tatiana Salem Levy combina elementos autobiográficos e ficção; leia trecho Folha.com - Livraria da Folha
  3. Tatiana Salem Levy serve-se da formação como influência literária. Folha Online - Ilustrada, 29 de junho de 2009
  4. Livro - Tatiana Salem Levy. Travessa.com.br
  5. Conversa de primos. Zero Hora - Livros, 9 de novembro de 2010
  6. Preview 2011: Livros. ArteView, 3 de janeiro de 2011

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Entrevista de Carlos Vaz Marques, na rádio TSF em 2007.1ºParte[1] 2ºParte[2] 3ºParte[3]