Team Silent

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Team Silent
Tipo Divisão da Konami Computer Entertainment Tokyo
Indústria Desenvolvimento de jogos
Fundação 1997
Encerramento abril de 2005
Sede  Japão
Proprietário(s) Konami
Pessoas-chave Keiichiro Toyama
Hiroyuki Owaku
Masahiro Ito
Takayoshi Sato
Akira Yamaoka
Produtos Silent Hill
Silent Hill 2
Silent Hill 3
Silent Hill 4: The Room

Team Silent era uma equipe de desenvolvimento de videojogos dentro da Konami Computer Entertainment Tokyo, e foi responsável pelos quatro primeiros jogos da franquia Silent Hill da Konami, lançados de 1999 a 2004, com os lançamentos seguintes sendo desenvolvidos por empresas ocidentais e externas à Konami, como Climax Studios e Double Helix Games.[1][2] De acordo com o compositor Akira Yamaoka, a Team Silent era formada por funcionários que haviam falhado em outros projetos e originalmente queriam sair da empresa antes do primeiro jogo de Silent Hill ter se tornado um sucesso.[3] Segundo um artista de Silent Hill: Homecoming, a Team Silent no fim foi dissolvida pela própria Konami, porque a Konami queria que desenvolvedoras ocidentais fizessem os jogos.[4] KCET foi fundida à matriz da Konami em abril de 2005.[5]

Em 9 de maio de 2006, a Konami anunciou uma sequência para a série Silent Hill, Ørigins, que seria o primeiro jogo da série a não ser produzido pela Team Silent. Akira Yamaoka teve um importante papel na adaptação em filme de Silent Hill, supervisionando e aprovando aspectos específicos do filme ao longo de sua produção. Em 12 de julho de 2007, o site de jogos Kotaku confirmou que Silent Hill: Homecoming também não seria desenvolvido pela Team Silent, mas sim pela equipe de desenvolvimento The Collective, conhecida hoje como Double Helix após fundir-se com a Shiny.[6]

Formação[editar | editar código-fonte]

Entre os membros-chave da Team Silent, estão:

Jogos[editar | editar código-fonte]

Título Lançamento inicial Plataforma
Silent Hill 31 de janeiro de 1999 PlayStation
Silent Hill 2 24 de setembro de 2001 PlayStation 2, Xbox, Windows
Silent Hill 3 23 de maio de 2003 PlayStation 2, Windows
Silent Hill 4: The Room 17 de junho de 2004 PlayStation 2, Xbox, Windows

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Há membros da Team Silent ainda trabalhando em projetos separados na Konami, entretanto não se sabe se algum dia eles voltarão a criar os jogos da série Silent Hill. Alguns dos integrantes da Team Silent foram com Keiichiro Toyama, o criador da série, para a Sony e formaram a Project Siren, e criaram a série com temática similar à Silent Hill, Siren.

Mesmo após o fim da Team Silent, Akira Yamaoka continuou compondo as trilhas sonoras da série, mas apenas até Silent Hill: Shattered Memories. Atualmente trabalha como diretor de som na desenvolvedora japonesa Grasshopper Manufacture.

O desenhista de personagens Takayoshi Sato deixou a Konami após o lançamento do segundo jogo, e atualmente trabalha na Nintendo como produtor visual.

Masahiro Ito, desenhista de monstros, contribuiu para a série até Silent Hill 3 e atualmente trabalha como artista freelancer. Segundo Ito, o roteirista de Silent Hill 2 e Silent Hill 3 Hiroyuki Owaku ainda trabalha na Konami.[12]

Em agosto de 2017, Akira Yamaoka, durante uma entrevista à PC Gamer, quando questionado sobre a possibilidade de uma reunião da Team Silent, declarou que não é contra essa ideia,[13] e Masahiro Ito, no Twitter, afirmou que se não tiver que usar o Pyramid Head de novo, ele não teria hesitação alguma em juntar-se à equipe.[14]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «E3 2001: Silent Hill 2 Interview». IGN (em inglês). IGN Entertainment, Inc. 19 de maio de 2001. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  2. «IGN Top 100 Games 2007: 97 Silent Hill 2». IGN (em inglês). IGN Entertainment, Inc. 2007. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  3. «Silent Hill: Så skapade Konami skräckhistoria». Reset Media AB. Level (em sueco) (23). Março de 2008 
  4. Tom Goldman (18 de janeiro de 2011). «Silent Hill Artist Claims Konami Disbanded Team Silent | The Escapist». Escapistmagazine.com (em inglês). Consultado em 12 de junho de 2016 
  5. «Notification of Business Conducted at the Extraordinary General Meeting of Shareholders» (PDF) (em inglês). Konami Digital Entertainment Co., Ltd. 22 de fevereiro de 2005. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  6. Shiny + The Collective = Double Helix Kotaku. Visitado em 28 de Outubro de 2008.
  7. «Silent Hill creator discusses how he joined the game biz and why AAA horror is 'difficult' to fund». Polygon.com (em inglês). Consultado em 12 de junho de 2016 
  8. «E3 2002: Interview with Hiroyuki Owaku, Akira Yamaoka and Kazuhide Nakazawa (IGN)» (em inglês). Silent Hill Memories. Consultado em 12 de junho de 2016 
  9. Ito, Masahiro (14 de Junho de 2010). «Nobu bbs: scenario writers» (em inglês). GMO Media, Inc. Consultado em 14 de Junho de 2010. Cópia arquivada em 16 de Agosto de 2010 
  10. «Q&A: Konami's Akihiro Imamura» (em inglês). GameSpot. 17 de maio de 2006. Consultado em 12 de junho de 2016 
  11. «Silence Is Golden: Takayoshi Sato's Occidental Journey». Gamasutra. 25 de agosto de 2005. Consultado em 12 de junho de 2016 
  12. Masahiro Ito (12 de junho de 2016). «Owaku still is at Konami» (em inglês). Twitter. Consultado em 4 de setembro de 2017 
  13. Guilherme Jacobs (29 de agosto de 2017). «Compositor de Silent Hill gostaria de ver um novo jogo da série». The Enemy. Consultado em 4 de setembro de 2017 
  14. Masahiro Ito (31 de agosto de 2017). «No qualms about joining it» (em inglês). Twitter. Consultado em 4 de setembro de 2017