The Cross of Changes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Cross of Changes
Álbum de estúdio de Enigma
Lançamento
* 6 de dezembro de 1993
Gravação A.R.T. Studios, Ibiza
Gênero(s) New Age, ambiente
Duração 44:12
Gravadora(s) Virgin
Charisma Estados Unidos
Produção Michael Cretu
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Enigma
MCMXC a.D.
(1990)
Le Roi Est Mort, Vive Le Roi!
(1996)

The Cross of Changes é um álbum do projeto Enigma.

Em 1993, Michael Cretu, mentor do projeto musical Enigma recebeu a proposta de compor a trilha sonora completa do filme "Invasão de Privacidade" mas, no momento, estava desenvolvendo o segundo álbum do Enigma e estava impossibilitado de aceitar a oferta. Porém, entrega as músicas “Carly´s Song” e “Carly´s Loneliness”, temas para a personagem Carly interpretada pela atriz Sharon Stone.

Logo em seguida, "The Cross of Changes" (A Cruz das Mudanças, ou Cruzamento das Mudanças) foi lançado e vendeu 6 milhões de cópias em um ano. Com o Hit "Return to Innocence". Este foi o álbum com mais faixas utilizadas em campanhas publicitárias e filmes, sendo utilizado pela última vez no filme "Matrix", em 1999, a música "The Eyes of Truth". Cretu se deixou influenciar desta vez pelos ritmos hindus, inserindo cantos de lamento, que remetiam a paisagens e orações indianas.

O grupo criou impacto com a canção Return to Innocence. Este tema, particularmente forte, chama-nos a atenção para o que é o ciclo da vida na Terra, principalmente dos Seres Humanos que, devem sempre aproveitar a vida ao máximo, sem ter preocupações desnecessárias; assim refere a letra. O próprio título e refrão da canção refere como devemos sempre mantermo-nos com um pouco de inocência, pois esta purifica a vida. O canto inicial da música é um canto típico dos ameríndios, cujo entoavam em cerimónias fúnebres. O acorde de bateria que acompanha a maior parte da música é tirado da canção When the Levee Breaks, dos Led Zeppelin. Mais tocante é o videoclipe que, ao contrário do habitual, não mostra os elementos da banda a tocar em algum momento. Este consiste numa curta-metragem que conta a história de uma vida humana entre os seus extremos, o nascimento e a morte, com os seus momentos mais relevantes. A principal particularidade do filme é o facto de a história ser contada do fim para o princípio; ou seja, iniciando-se na morte do personagem principal e, terminando no nascimento. É mostrada a vida de um agricultor que, morre de velhice enquanto colhia fruta na sua propriedade, seguindo dos momentos em que tratava da mesma juntamente com a sua esposa, se divertia de vez em quanto com amigos, ensinava o seu filho a trabalhar no campo, casou, começou a namorar, aprendeu a arte do campo com o seu pai, foi baptizado e, por fim, nasceu. As próprias imagens são igualmente reproduzidas em rewind, da frente para trás. Pode afirmar-se que a acção se desenrola em finais do século XIX, inícios do século XX. Estes efeitos aguçam ainda mais a mensagem que a canção nos transmite; o facto de a nossa vida ser levada sempre em perspectiva alegre, sempre maior quando somos novos; mas sem nunca esquecer que um dia terminamos a nossa passagem pela Terra. O videoclpe foi criado e realizado por Julian Temple, realizador britânico. Ter-se-á baseado no filme soviético Earth, de 1930, realizado por Alexander Dovzhenko.

As imagens foram fimadas num povoado rural junto ao mar, na Andaluzia, Espanha, na província de Málaga. É retratado o típico modo da vida campestre espanhola, no período pré-guerra civil.

Informações do Album[editar | editar código-fonte]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Álbum original[editar | editar código-fonte]

  1. "Second Chapter" (Curly M.C.) – 2:16
  2. "The Eyes of Truth" (Curly) – 7:13
  3. "Return to Innocence" (Curly / Kuo Ying-nan / Kuo Hsiu-chu) – 4:17
  4. "I Love You … I'll Kill You" (Curly, David Fairstein) – 8:51
  5. "Silent Warrior" (Curly) – 6:10
  6. "The Dream of the Dolphin" (Fairstein) – 2:47
  7. "Age of Loneliness" (Carly's Song) (Curly) – 5:22
  8. "Out from the Deep" (Curly) – 4:53
  9. "The Cross of Changes" (Curly) – 2:23

Edição especial limitada[editar | editar código-fonte]

(Lançada em 21 de novembro de 1994, com remixagens adicionais.)

10. "Return to Innocence (Long & Alive Version)" (Curly M.C.) – 7:07
11. "Age of Loneliness (Enigmatic Club Mix)" (Curly M.C.) – 6:23
12. "The Eyes of Truth (The Götterdämmerung Mix)" (Curly M.C.) – 7:18

Singles (solos)[editar | editar código-fonte]

  • 1993 – "Return to Innocence" (Virgin Schallplatten GmbH)
  • 1994 – "Age of Loneliness" (Virgin Records)
  • 1994 – "The Eyes of Truth" (Virgin Records)
  • 1994 – "Out from the Deep" (Virgin Records)

Membros[editar | editar código-fonte]

Michael Cretu e Sandra Cretu foram com o projeto desde o começo. Outros músicos que tinham trabalhado previamente ao lado de Cretu, na produção de álbuns do grupo são : Peterson Frank, David Fairstein e Peter Cornelius. Atualmente o único co-produtor de Cretu é Jens Gad.

Os cantores que foram influentes em canções do Enigma são: "The Angel X", que forneceu os vocais para “Return to Innocence”, um grande hit do projeto, quase conquistando o mesmo sucesso que a famosa Sadeness. Ruth-Ann Boyle e Andru Donalds em "The Screen Behind the Mirror" e "Voyageur". Louisa Stanley e Elisabeth Houghton emprestaram também suas vozes em “The Voice of Enigma” e “Knocking On Forbidden Doors”. Por isso, Enigma não é uma banda, e sim um projeto musical, os artistas são convidados somente para participarem de determinados álbuns e não do projeto em si.

Desempenho nas Paradas Musicais e Certificações[editar | editar código-fonte]

Lista[1][2][3][4]
(Dic. 1993-Feb. 1994)
Posición
más alta
Certificación[3]
 Alemanha 5 platina (BMieV: 1996)
 Austrália 2
 Áustria 5
 Estados Unidos 9 2× platina (RIAA: maio de 1996)
Flag of Europe.svg Europa 2 platina (IFPI: 1996)
 França 9 ouro (SNEP: 1994)
 Itália 19
 Noruega 5
Flag of New Zealand.svg Nova Zelândia 1
 Países Baixos 7
 Reino Unido 1 2× platina (BPI: setembro de 2003)
 Suécia 3
Suíça 4
Ano Singles Posição[1][2][3][4]
Alemanha Estados Unidos Reino Unido Suíça França Itália Países Baixos Flag of Europe.svg
1993 «Return to Innocence»
5
4 (The Billboard Hot 100)
3
5
7
6
8
2
1994 «The Eyes of Truth»
21
38
«Age of Loneliness»
21
10
40
«Out from the Deep»

Referências

  1. a b «Max Chart Positions». www.enigma-fanclub.com. Consultado em 14 de janeiro de 2010 
  2. a b «ENIGMA - THE CROSS OF CHANGES (ALBUM)». lescharts.com. Consultado em 14 de janeiro de 2010 
  3. a b c «Album artist 362 - Enigma». Tsort. Consultado em 13 de janeiro de 2010 
  4. a b «The Cross of Changes - Awards». allmusic (em inglês). Consultado em 14 de janeiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]