MCMXC a.D.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MCMXC a.D.
Álbum de estúdio de Enigma
Lançamento 3 de dezembro de 1990
Novembro de 1991 (Reedição)
Gravação A.R.T. Studios, Ibiza

Nemo Studio, Hamburgo

Gênero(s) New Age, ambiente
Duração 40:18 (7 faixas)
60:58 (15 faixas)
Gravadora(s) Virgin
Charisma Estados Unidos
Produção Michael Cretu
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Enigma
The Cross of Changes
(1993)

MCMXC a.D. (1990 em Números romanos seguindo de uma abreviação aparentemente incorreta do "Anno Domini") é um álbum conceitual criado pelo projeto musical Enigma e liderado por Michael Cretu. Foi seu álbum de estréia e um dos mais influenciados de sempre produzido no gênero New Age. A popularidade do projeto cresceu rapidamente, ultrapassando as expectativas de Cretu após seu lançamento, na qual chegou na posição número 1 nos prontuários de 41 países.[1]

Quatro singles foram extraídos a partir deste álbum: "Sadeness (Part I)", "Principles of Lust", "Mea Culpa (Part II)" and "The Rivers of Belief". "Sadeness" e "MCMXC a.D." tornaram-se o número 1 na Inglaterra, nas categorias single e álbum respectivamente. No mercado dos estadunidenses "Sadeness (Part I)" atingiu o quinto lugar na Billboard Hot 100 e "MCMXC a.D." obteve o sexto lugar na Billboard 200, permanecendo nas tabelas num total de 282 semanas.

MCMXC a.D. foi um dos primeiros álbuns gravados num disco rígido para depois ser atualizado por Cretu para a A.R.T. Studio.

Tema[editar | editar código-fonte]

O principal tema deste álbum pode ser interpretado como uma luta que se enfrenta na vida, entre religião e sexualidade. A principal música do álbum ("Sadeness (Part I)") questiona as crenças pessoais do Marquês de Sade, que teve uma afeição tanto para com a tortura quanto para o prazer. Outros temas que aparecem no álbum são baseados na fé cristã e no fim do mundo do "Livro do Apocalipse".

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Primeiro movimento[editar | editar código-fonte]

O álbum inicia com agradáveis sons de uma sirene de barco, o que mais tarde seria conhecido como as "Trombetas do Enigma", juntamente com a voz de Louisa Stanley, que naquela época era executiva na Virgin Records, falando em "The Voice of Enigma". O canto gregoriano "Procedamus in pace!" (O que em livre tradução significa "Continuamos em paz!")[2] introduz o primeiro movimento, dividido em três partes, que compõem "The Principles of Lust" ("Os princípios da luxúria"). A primeira parte, "Sadeness", recebe uma maior atenção, pois seu estilo mistura o canto gregoriano com batidas de dança, uma mistura que nunca havia sido feita anteriormente, fazendo assim uma estréia do gênero. Triângulos e flautas de shakuhachi acrescentadas aos vocais franceses e aos suspiros da esposa de Michael, Sandra. A canção termina em "Find Love", no qual Sandra instrui os ouvintes para seguirem suas luxúrias. Os cantos que iniciam "Sadeness (reprise)" são revertidos e continuam com uma curta divisão do piano, utilizando as mesmas melodias da flauta shakuhachi de anteriormente. A fluta retorna gradualmente como cantos de "Hosanna" levando para o fim do movimento.

Impacto do álbum[editar | editar código-fonte]

Há controvérsias em torno das músicas do álbum por serem tanto religiosas quanto sexuais, particularmente nos três primeiros singles. O vídeo clipe de "Principles of Lust" foi banido da MTV e das maiorias das estações de TV, que também foram dispostos a descartar os vídeos de "Sadeness (Part 1)". O álbum em si foi banido em diversos países pela mesma razão[carece de fontes?], enquanto os críticos taxavam as músicas do álbum como blasfêmia. No entanto, a popularidade do álbum disparou até o número um em pelo menos 24 diferentes países em que foi lançado, alcançando o disco de ouro e de platina.

O sucesso de MCMXC a.D influenciou os trabalhos de B-Tribe (Fiesta Fatal!), Delerium (Semancic Spaces) e também de Sarah Brightman (Eden). O álbum também foi um trampolim para novos grupos musicais inspirados no canto gregoriano em suas músicas, como por exemplo Era e Gregorian, na qual foi fundado por Frank Peterson após o seu desvinculo com Michael Cretu.

Versões de lançamento[editar | editar código-fonte]

Álbum original[editar | editar código-fonte]

  1. "The Voice of Enigma" (Curly M.C.) – 2:21
  2. "Principles of Lust" – 11:43
    A. "Sadeness" (Curly, F. Gregorian, David Fairstein)
    B. "Find Love" (Curly)
    C. "Sadeness (reprise)" (Curly, Gregorian, Fairstein)
  3. "Callas Went Away" (Curly) – 4:27
  4. "Mea Culpa" (Curly, Fairstein) – 5:03
  5. "The Voice & The Snake" (Curly, Gregorian) – 1:39
  6. "Knocking on Forbidden Doors" (Curly) – 4:31
  7. "Back to the Rivers of Belief" – 10:32
    A. "Way to Eternity" (Curly)
    B. "Hallelujah" (Curly)
    C. "The Rivers of Belief" (Curly, Fairstein)

MCMXC a.D. - The Limited Edition[editar | editar código-fonte]

(Lançado em novembro de 1991, na qual inclui os sons do álbum original mais quatro remixes.)

8. "Sadeness (Meditation)" (Curly, Gregorian, Fairstein) – 2:43
9. "Mea Culpa (Fading Shades)" (Curly, Fairstein) – 6:04
10. "Principles of Lust (Everlasting Lust)" (Curly) – 4:50
11. "The Rivers of Belief (The Returning Silence)" (Curly, Fairstein) – 7:04

MCMXC a.D. com disco bônus[editar | editar código-fonte]

(Lançado em novembro de 1999, inclui o relançamento do álbum original e seis remixes de dois sons do álbum num disco separado.)

  1. "Sadeness - Part I (Meditation Mix)" (Curly, Fairstein) – 3:00
  2. "Sadeness - Part I (Extended Trance Mix)" (Curly, Fairstein) – 5:01
  3. "Sadeness - Part I (Violent U.S. Remix)" (Curly, Fairstein) – 5:03
  4. "Mea Culpa - Part II (Fading Shades Mix)" (Curly, Fairstein) – 6:13
  5. "Mea Culpa - Part II (Orthodox Version)" (Curly, Fairstein) – 4:00
  6. "Mea Culpa - Part II (Catholic Version)" (Curly, Fairstein) – 3:55

Singles (solos)[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Gráficos (charts)[editar | editar código-fonte]

O álbum chegou ao número 1 em 9 países.

Não se sabe quanto foram vendidos ao total no mundo, mas uma estimativa chega a 20 milhões de cópias. As informações oficiais para 1993 são de 12 milhões, e para 1994 são de 14 milhões de cópias.[3]

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Ponto Máximo Certificação Vendas
Austrália * 1 3x Platina 210.000
Brasil 1 Ouro [4] 100.000
Canadá * 1 2x Platina 200.000
França * 1 2x Platina 700.000
Alemanha 2 2x Platina 1.000.000
Itália 3 2x Platina 200.000
Malásia * 1 4x Platina 100.000
México * 1 4x Platina 400.000
Espanha * 1 2x Platina 200.000
Coreia do Sul * 1 4x Platina 400.000
Taiwan * 1 4x Platina 200.000
Reino Unido (UK) * 1 3x Platina 900.000
Estados Unidos da América (USA) 6 4x Platina 4.000.000
Mundialmente 10x Platina 20.000.000

* Fonte de informação: Billboard Data: 30 de novembro de 1996

1 O álbum permaneceu 184 semanas (mais de 3 anos) no Uk Top 75 Albums Chart.

² O álbum permaneceu 282 semanas (mais de 5 anos) na Billboard Top 200 Albums Chart.

U.K. Top 75 Albums[5]
Semana 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29
Posição
10
3
1
3
2
7
10
21
19
28
30
30
30
34
37
36
39
44
44
48
56
58
71
61
70
73
62
65
57
semana 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58
posição
71
61
69
70
73
62
65
57
45
37
50
60
60
59
70
75
64
64
67
75
71
68
53
42
44
45
45
49
62
semana 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87
Posição
65
75
74
75
47
45
38
56
51
47
39
48
48
51
71
72
71
74
74
74
70
71
47
47
66
46
63
73
72

Singles - Billboard (América do Norte)

Ano Single Tabela Posição
1991 "Sadeness (Part I)" The Billboard Hot 100 5
1991 "Sadeness (Part I)" Modern Rock Tracks 5
1991 "Sadeness (Part I)" Hot R&B/Hip-Hop Singles & Tracks 65
1991 "Sadeness (Part I)" Hot Dance Music/Club Play 1 (4 semanas)
1991 "Sadeness (Part I)" Hot Dance Music/Maxi-Singles Sales 1 (3 semanas)

Notas e referências

  1. «Biografia de Enigma» (em inglês). Consultado em 21 de abril de 2009 
  2. «Tradução da palavra "Pace"» (em inglês). Consultado em 25 de outubro de 2009 
  3. Humphrey Yogart. «Enigma - respostas» (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2009 
  4. «Associação Brasileira dos Produtores de Disco» (em português). Consultado em 27 de abril de 2009 
  5. «Enigma: UK Top 10 Hits» (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2009 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.