The Poppees

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


The Poppees
Informação geral
Origem Nova Iorque, Nova Iorque
País  Estados Unidos
Gênero(s) Power pop, pop rock, rock and roll
Período em atividade 19721978
Gravadora(s) Bomp! Records
Integrantes Bobby Dee Waxman
Paddy Lorenzo
Donny Jackrel
Burnie Murray
Arthur Alexander
Jett Harris

The Poppees foi uma banda estadunidense dos anos 70. Segundo Mark Deming, no Allmusic, embora eles nunca fossem tão visionários ou influentes como o Big Star, os Poppees compartilhavam o amor icônico daquela banda ao pop beatlesco, no estilo clássico e num momento em que abraçar os primeiros trabalhos dos Fab Four era tão fora de moda; durando apenas o suficiente para fornecer uma ligação com os primeiros sinais do movimento power pop para o início da cena new wave de Nova Iorque.

História[editar | editar código-fonte]

A história do The Poppees começa em 1972, quando o guitarrista Bobby Dee Waxman conhece o baixista Paddy Lorenzo. Ambos descobrem afinidades, compartilhando um gosto por música pop da Invasão Britânica, decidindo formar uma banda. Juntam forças com o baterista Donny Jackrel e com o guitarrista Burnie Murray. Depois de meses de shows em bares, tocando covers, Waxman e Lorenzo começam a escrever seu material e Burnie Murray deixa o grupo. O novo guitarrista, Arthur Alexander (nenhuma relação com Arthur Alexander do R&B), foi recrutado através de um anúncio no The Village Voice. Em 1973, a primeira formação do The Poppees está feita, com shows em um bar do Queens chamado Cozy Corner, onde eles poderiam ensaiar nas horas de folga e experimentar novas músicas em troca de entretenimento gratuito.

O The Poppees grava uma demo e chama a atenção de Greg Shaw, do fanzine Bomp!, que assina com a banda para a sua gravadora recém-fundada, a Bomp! Records. Pouco antes de gravar seu primeiro single 7", com "If She Cries" e "The Love of The Loved", Donny Jackrel deixa o grupo, com Waxman assumindo a bateria, guitarra e gaita. Após o single chegar nas lojas, em 1975, os Poppees encontram um novo baterista, Jett Harris, começando a tocar em locais como o CBGB e o Max Kansas City. Em 1978, segundo datas do Discogs e 45cat, os Poppees lançam um segundo single pela Bomp! Records, contendo "Jealousy" e "She's Got It" (produzido por Cyril Jordan, do Flamin' Groovies). Seus shows ao vivo encontraram o grupo abraçando um som mais despojado e uma abordagem agressiva que complementava a primeira onda do punk, sem abandonar seus instintos pop.

No entanto, diferenças criativas levam a uma divisão e a banda acaba. Waxman e Lorenzo passam a formar o The Boyfriends, que ganha um poderoso culto seguinte e lança um single pela Bomp! (A: "I Don't Want Nobody (I Want You)" / B: "You're The One" - 1978), enquanto Alexander e Harris foram membros do Sorrows, com dois LPs lançados pela Epic Records.

Em 2010, a Bomp! lança a coletânea em CD e LP, Pop Goes The Anthology, que recolheu os dois singles dos Poppees, juntamente com demos inéditas e material ao vivo.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 7" single, A: "If She Cries" / B: "The Love of The Loved" (1975) – Bomp! Records (BOMP 103)
  • 7" single, A: "Jealousy" / B: "She's Got It" (1978) - Bomp! Records (BOMP 106)

O lado B dos singles contém covers: "The Love of The Loved" (Lennon, McCartney); "She's Got It" (Penniman, Marascalco).

Coletânea[editar | editar código-fonte]

  • LP/CD: Pop Goes The Anthology (2010) - Bomp! Records

Músicas em coletâneas de power pop[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Crystal Clear app kguitar.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.