Tivoli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tivoli
Tivoli montage.jpg
Bandeira de Tivoli
Bandeira
Localização de Tivoli
País  Itália
Região Flag of Lazio.svg Lácio
Província Roma
Área
 - Total 68 km²
População
 - Total 46,364
    • Densidade 0,7 hab./km²
Código Postal 00019
Código ISTAT 058104
Comunas limítrofes Castel Madama, Guidonia Montecelio, Marcellina, Roma, San Gregorio da Sassola, San Polo dei Cavalieri, Vicovaro
Prefixo telefônico 0774
Fiscal L182
Orago padroeiro  
Sítio http://www.comune.tivoli.rm.it

Tivoli é uma comuna da província de Roma, na região do Lácio, na Itália. Possui cerca de 46 364 habitantes. Estende-se por uma área de 68 quilómetros quadrados. Possui uma densidade populacional de 682 habitantes por quilómetro quadrado. Faz fronteira com Castel Madama, Guidonia Montecelio, Marcellina, Roma, San Gregorio da Sassola, San Polo dei Cavalieri, Vicovaro.[1][2][3]

História[editar | editar código-fonte]

A cidade se orgulha de ser mais antiga que a própria cidade de Roma. Segundo o historiador Dionísio de Halicarnasso, foi fundada pelos aborígenes através do ritual da fonte sagrada (em latim, ver sacrum), que consistia na partida de um grupo de jovens de uma cidade para fundar uma nova cidade. Na Antiguidade, a cidade era chamada de Tibur. Foi chamada por Virgílio de Tibur Superbum ("Tibur Orgulhosa") na Eneida (livro VII). Esse último nome está inscrito no atual brasão da cidade.[4]

Foi conquistada por Roma no século IV a.C. Ganhou o título de município romano no século I a.C. A partir do final da era republicana (509 a.C.-27 a.C.), a cidade começou a abrigar muitas vilas de romanos ricos. A mais célebre delas foi a Vila Adriana, construída no século II para o imperador Adriano.

Em 1550, o cardeal Hipólito II d'Este foi nomeado governador de Tivoli. Ele iniciou a construção da célebre Villa d'Este, construção esta que seria continuada por seus sucessores Luigi d'Este e Alessandro d'Este.

No final dos anos 1970, se tornou uma cidade industrial, com grande população operária e de forte tendência política de esquerda.

Influência na toponímia[editar | editar código-fonte]

Diversos sítios já foram nomeados "Tivoli" em homenagem a esta cidade italiana. Por exemplo:

Personalidades nascidas em Tivoli[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Statistiche demografiche ISTAT» (em italiano). Dato istat 
  2. «Popolazione residente al 31 dicembre 2010» (em italiano). Dato istat 
  3. «Istituto Nazionale di Statistica» 🔗 (em italiano). Statistiche I.Stat 
  4. ALICARNASSO, D. Antichità romane. I, 16.5.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.