USS Indianapolis (CA-35)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
USS Indianapolis (CA-35)
USS Indianapolis no porto de Pearl Harbor 1937
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Batimento de quilha 31 de março de 1930
Lançamento 7 de novembro de 1931
Comissionamento 15 de novembro de 1932
Vitórias 10 estrelas de batalha
Fatalidade Torpedeado e afundado pelo submarino japonês I-58 em 30 de julho de 1945
Características gerais
Tipo de navio Cruzador
Classe Classe Portland
Deslocamento 10 000 t (22 000 000 lb)
Comprimento 190 m (623 ft)
Boca 20 m (65,6 ft)
Calado 5,28 m (17,3 ft)
Propulsão Turbinas de redução simples, 8 caldeiras White-Foster
107 000 hp (79 800 kW)
Velocidade 32.7 nós (60.6 km/h)
Armamento 9 x canhões de 200 mm (7,9 in)
8 x canhões anti-aéreos de 130 mm (5,1 in)
8 x metralhadoras .50 de 12,7 mm (0,50 in)
Aeronaves 2 x hidroaviões OS2U Kingfisher
Tripulação 629 oficiais e alistados (período de paz)
1269 oficiais e alistados (em guerra)

USS Indianapolis (CA-35) foi um navio de guerra, tipo cruzador, da Classe Portland, da Marinha dos Estados Unidos da América

O navio teve importante participação na Segunda Guerra Mundial, tendo sido afundado pelo submarino japonês I-57, em 30 de julho de 1945, na posição 12° 2' N 134° 48' E. Dos 1196 tripulantes, sobreviveram 317.


Esse navio havia participado, dias antes de sua perda, da secretíssima missão de enviar às Ilhas Marianas, o núcleo de urânio e outros componentes da bomba que seria lançada sobre Hiroshima, uma semana depois. Após descarregar os componentes da bomba, partiu para se juntar ao USS Idaho, para a prática de tiro antes de tomarem o rumo para Okinawa, a fim de se prepararem para a esperada invasão do Japão. No meio do caminho entre as Filipinas e Guam, foi, então torpedeado.[1]

"Sobreviventes do USS Indianapolis na Ilha de Guam, agosto de 1945"

Após o navio afundar, a tripulação remanescente de 880 marinheiros enfrentou a desidratação e os ataques de tubarões enquanto esperavam o resgate flutuando em poucos botes ou com coletes salva-vidas, quase sem comida ou água. Os ataques de tubarões começaram com o nascer do sol do primeiro dia e continuou até que os homens fossem fisicamente removidos da água, cerca de cinco dias depois. A Marinha só soube do naufrágio quando os sobreviventes foram localizados quatro dias depois pela tripulação de um avião de patrulha em um voo de rotina. Apenas 317 marinheiros sobreviveram. O USS Indianapolis foi um dos últimos navios da Marinha dos Estados Unidos afundado por ação do inimigo na Segunda Guerra Mundial.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]