Um Candango na Belacap

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um Candango na Belacap
 Brasil
1961 •  p&b •  102 min 
Direção Roberto Farias
Roteiro Roberto Farias
Meira Guimarães (diálogos)
Herbert Richers
Elenco Ankito
Grande Otelo
Mozael Silveira
Rafael de Carvalho
Marina Marcel
Género comédia musical
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Um Candango na Belacap é um filme brasileiro de 1961, gênero chanchada, dirigido por Roberto Farias, com direção musical de Lírio Panicalli.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A famosa dupla artística Emanuel Davis Jr. e Gilda estão na recém-inaugurada Brasília para um show. Ao tentar fugir de um milionário que a assedia, Gilda pede a Emanuel que a leve para um lugar desconhecido e eles vão a um bar simples frequentado por "candangos" (trabalhadores migrantes que construíram Brasília) onde conhecem a dupla Tonico e Odete. Depois de uma briga no bar e de irem parar na Delegacia, Emanuel e Odete se casam e vão para o Rio de Janeiro. Odete leva Tonico para morar com eles, o que desagrada Emanuel. Num show na boate do inescrupuloso Jacó, Odete improvisa um número artístico com Emanuel e é contratada. Jacó, no entanto, a engana e a faz se separar de Tonico. Ele encontra Gilda (que deixou a dupla com Emanuel) e tentam trabalhar juntos, mas não conseguem emprego. Emanuel e Odete os procuram e ficam sabendo das trapaças de Jacó. Os quatro resolvem montar sua própria boate, mas serão atrapalhados por Jacó que teme a nova concorrência.

Números musicais[editar | editar código-fonte]

  • "Mr. Golden" (Carlos Lyra) - Carlos Lyra (alusão humorada à ganância norte-americana sobre nossas reservas de urânio[1])
  • "Meu pianinho" (Mário Vieira e Maurício de Oliveira) - Sônia Delfino
  • "Napoleão" - Ankito e Vera Regina
  • "Louras" - Grande Otelo e Marina Marcel
  • "Alegria de candango" - Grande Otelo e Vera Regina
  • "Mambo da Cantareira" (Barbosa Silva e Eloíde Wharton) - Ankito, Grande Otelo, Vera Regina e Marina Marcel.
  • "Pintando o sete" - Ankito, Grande Otelo, Marina Marcel e Vera Regina.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

  • Filme feito no embalo da inauguração de Brasília, quando então era chamada de Novacap e a cidade do Rio de Janeiro, antiga capital, de Belacap ("bela capital"). Candangos eram os migrantes que a construíram.
  • Ankito sofreu um acidente grave durante as filmagens ao cair de um prédio em construção. O acidente abreviou sua carreira no cinema.[2]

Referências

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.