Universidade de Navarra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Universidade de Navarra
Universidade de Navarra
UNAV
Fundação 17 de outubro de 1952
Tipo de instituição universidade privada, editor de acesso aberto, universidade católica
Localização Pamplona, Madrid, Barcelona
Espanha
1°40'_N_1_40_0_W 42° 48' N, 1°40'" N 1° 40' O{{#coordinates:}}: latitude inválida
Map
Reitor(a) María J. Iraburu
Total de estudantes 12 779
Campus Pamplona
Ficheiro:Logotipo Universidad de Navarra negro sobre blanco-SVG.svg, UNAV.svg
Website oficial
Universidade de Navarra.

Universidade de Navarra, universidade privada fundada em Pamplona, (Navarra), na Espanha em 1952 por São Josemaría Escrivá de Balaguer. A Universidade é uma obra de apostolado corporativo do Opus Dei, uma Prelazia pessoal da Igreja Católica que tem como fim promover a busca da santidade através do trabalho profissional e das realidades correntes da vida.

A Universidade de Navarra aspira a que em todas as suas atividades esteja presente a consciência de que o trabalho é testemunho da primazia do homem sobre as realidades materiais, meio de desenvolvimento da própria personalidade, vínculo de união entre os seres humanos e um modo fundamental de contribuição para o progresso da humanidade. — São Josemaría Escrivá de Balaguer

Na Universidade de Navarra é possível cursar 27 titulações oficiais e mais de 300 programas de pós-graduação em 10 faculdades, 2 escolas superiores, o IESE (Instituto de Estudos superiores da Empresa), 2 Escolas Universitárias, ISSA (Instituto Superior de Secretariado e Admiistração) e outros centros e instituições. Inclui a Clínica Universitária que, com 1700 profissionais qualificados, atende a mais de 100.000 pacientes por ano. No ano de 2004 foi inaugurado o Centro de Investigação Médica Aplicada (CIMA)onde 300 pesquisadores desenvolvem estudos biomédicos.

História[editar | editar código-fonte]

A instituição tem o seu início como Escola Geral de Navarra, em 17 de outubro de 1952, com a inauguração da Escola de Direito contava com 48 alunos e oito professores sob a direção de São Josemaría Escrivá. O próprio S. Josemaría descrevia os ideais que queria que ali se transmitissem:

Queremos que aqui se formem homens doutos, com sentido cristão da vida; queremos que neste ambiente, propício para a reflexão serena, se cultive a ciência enraizada nos mais sólidos princípíos e que a sua luz se projete por todos os caminhos do saber.

No dia 8 de outubro de 1955 nasce a Faculdade de Filosofia e Letras. Em 1958 o IESE (Instituto de Estudos Superiores da Empresa) foi fundado em Barcelona como escola de pós-graduação em direção de empresas da Universidade de Navarra. Em 1960 a Santa Sé estabelece como Universidade a Escola Geral de Navarra e São Josemaría é nomeado seu Grão-Chanceler. No ano de 1961 a primeira fase da Clínica Universitária se anexa à Universidade.

No ano de 1964 o IESE lança o seu programa Máster. Em 1 de novembro de 1969 o Instituto de Teologia se converte na Faculdade de Teologia e em 8 de novembro de 1971 o Instituto de Jornalismo se converte na Faculdade de Ciências da Informação. No ano de 1976 se inaugura o edifício de Humanidades que será a sede das Faculdades de Teologia e de Direito Canônico. Em 1982 nasce em São Sebastião o Centro de Estudos e Investigações Técnicas de Guipozcoa (CEIT). Durante o ano de 1986 se criam o Instituto Científico e Tecnológico, o Instituto Empres e Humanismo e o Centro de Tecnologia Informática.

Desde a consolidação do status de Universidade em 1960, a Universidade começou a criar faculdades, escolas, institutos e outros centros acadêmicos até o momento atual. No ano de 2002 a instituição realizou uma série de eventos para celebrar os seus cinquenta anos de aniversário da fundação.

Campus[editar | editar código-fonte]

A maior parte dos centros, incluída a Clínica Universitária se encontram em Pamplona, mas as sedes do IESE Business School estão em Barcelona e Madri; em São Sebastião se encontra o Campus Tecnológico da Universidade de Navarra (TECNUN) e o ISSA para Assistentes de Direção.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]