Universidade livre de Bozen-Bolzano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Universidade Livre de Bolzano-Bozen
UniBZ
Fundação 1997
Tipo de instituição privada "nonprofit"
Localização Bolzano, Trentino-Alto Ádige, Itália
Reitor(a) Paolo Lugli
Vice-reitor(a) Stefania Baroncelli
Total de estudantes 4 100 (2018)
Cores da escola azul      e branco     
Página oficial www.unibz.it
Libera Università di Bolzano
Free University of Bolzano (logo)
University of Bolzano Building
O edifício principal do campus de Bolzano
Localização Bolzano
Localização da província de Bolzano
O campus em Brixen

A Universidade Livre de Bozen-Bolzano (em italiano : Libera Università di Bolzano, em alemão : Freie Universität Bozen, Ladin : Universidade Liedia de Bulsan ), fundada em 31 de outubro de 1997, é uma universidade multilingual, não estatal, sem fins lucrativos, financiada e promovida por ente público (província autônoma de Bolzano), e sediada na cidade de Bolzano, no norte da Itália. A universidade possui cinco faculdades, e um alto percentual de professores (35%) e estudantes (17%) extrangeiros. A universidade tem 4.100 alunos matriculados em mais de 30 cursos de graduação e pós-graduação.

A Universidade Livre de Bozen-Bolzano (unibz) tem por principal objetivo oferecer aos alunos uma educação multilingual, de forma à atender às demandas do mercado de trabalho europeu e global. As aulas, palestras e seminários são realizados em alemão, italiano e inglês[1]. A única exceção é a Faculdade de Educação, que oferece aos estudantes seções de treinamento separadas em língua alemã, italiana e ladina (dialeto italiano local). A universidade oferece programas de estudo que vão do bacharelado ao doutorado (PhD), seguindo majoritariamente o sistema americano de ensino superior.

A foco principal do ensino é fornecer conhecimento dinâmico e aplicável á diversas áreas. A maioria das atividades compreende seminários, palestras ministradas por palestrantes convidados, treinamento prático e oficinas. No âmbito do programa de intercâmbio acadêmico, os alunos são incentivados a passar um ou mais semestres em universidades no exterior. Nos cursos de doutorado tal intercâmbio é obrigatório, bem como o êxito em testes de proficiência de língua inglesa.

Em 2018, pelo quarto ano consecutivo, o centro de pesquisa italiano para estudos sociais "Censis" classificou a universidade como a número um entre as universidades privadas de pequeno porte. No ranking internacional das Melhores do Mundo de 2018 (THE), a unibz está classificada entre as 10 melhores do mundo com menos de 5000 alunos.

Campus[editar | editar código-fonte]

A universidade possui três campi: uma sede em Bolzano, um em Brixen e outro em Bruneck. Os edifícios da universidade em Bolzano foram projetados pelos arquitetos Matthias Bischoff e Roberto Azzola [2] de Zürich [3] e os edificios do Campus em Brixen por Regina Kohlmeyer e Jens Oberst de Stuttgart . Este último ganhou em 2005 o 9º prêmio de arquitetura da cidade de Oderzo. [4]

Reitores[editar | editar código-fonte]

Os reitores da universidade foram Alfred Steinherr, economista de Luxemburgo, de 1998 a 2003, a lingüista suíça Rita Franceschini, de 2004 a 2008, e o sociólogo alemão Walter Lorenz, de 2008 a 2016. [5] O engenheiro italiano Paolo Lugli é o atual reitor desde 2017.

Faculdade de Economia e Gestão[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Economia e Gestão é sediada em Bozen-Bolzano e Bruneck-Brunico. Oferece três programas de bacharelado e três de mestrado.

Os grupos de pesquisa da faculdade são: [6]

Faculdade de Educação[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Educação é sediada em Brixen-Bressanone e os seguintes cursos são ativos:

As principais áreas de pesquisa da faculdade são: [7]

  • Projetos e processos educacionais e de desenvolvimento para diferentes grupos etários e contextos
  • Dinâmica social, coesão social, cidadania e sistemas de solidariedade
  • Línguas e comunicação para uma sociedade multicultural e multilingue

Faculdade de Ciências da Computação[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Ciências da Computação é sediada em Bozen-Bolzano e tem os seguintes cursos:

Os centros de pesquisa da faculdade são: [8]

Faculdade de Ciências e Tecnologia[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Ciências e Tecnologia oferece atualmente os seguintes cursos:

As principais áreas de pesquisa da faculdade são: [9]

Faculdade de Design e Arte[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Design e Arte oferece atualmente os seguintes cursos:

As principais áreas de pesquisa da faculdade são: [10]

  • Cultura visual e seu impacto na sociedade
  • Fenômenos, processos e resultados de projetos tridimensionais
  • Teorias, formas e linguagens de design, arte e cultura visual

O corpo docente também atua em um laboratório chamado Bitz, que também está aberto a usuários não afiliados à unibz e demais interessados.

Programas de mestrado europeu[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Ciências da Computação da Universidade Livre de Bozen-Bolzano está entre os centros de pesquisa mais reconhecidos pela União Europeia como líder neste modo de programa. Há dois programas de mestrado europeus (Modelo de primeiro e segundo nivel) na área de Ciências da computação que são ministrados nesta universidade e nessa faculdade no âmbito do programa Erasmus Mundus:

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Desde 1998 mais de 900 projetos de pesquisa básica e aplicada foram realizados dentro da universidade com foco regional e internacional e financiados por entidades publicas e privadas de todo o mundo.

A universidade possui laboratórios científicos e tecnológicos em cada uma de suas instalações, sendo estes focados em diferentes área que se complementam. No NOI Techpark, um centro tecnológico e de inovação local (com foco em Tecnologia Alpina, Energias Renováveis e Eficiência Energética, e Tecnologia de Alimentos), e no Versuchszentrum Laimburg, um instituto de pesquisa em agronomia .

Biblioteca[editar | editar código-fonte]

De acordo com o sistema de classificação de bibliotecas emitido pelas redes de bibliotecas alemãs (projeto BIX) em 2009, esta universidade tem a segunda melhor biblioteca entre os estados de língua alemã (Alemanha, Suíça, Áustria e Tirol do Sul na Itália). [11]

A Biblioteca da Universidade Livre de Bozen-Bolzano

Atividades de estudantes[editar | editar código-fonte]

  • Os membros do conselho consultivo estudantil são eleitos a cada dois anos. Representantes estudantis são membros do Conselho Universitário, do Senado Acadêmico, do Conselho Docente, do Conselho de Curso, do Comitê de Igualdade de Oportunidades e do Comitê Conjunto Didático.
  • A associação estudantil do sul do Tirol é a associação mais importante do sul do Tirol para os estudantes. Ao lado da sede em Bolzano, há sete filiais na Áustria e na Itália. O sh.asus [12] foi fundado em 1955 como uma associação sem fins lucrativos. Representa estudantes tiroleses do sul que estudam no exterior e estudantes no sul do Tirol.
  • O MUA, Movimento Universitário Altoatesino, é uma associação que foi reconhecida pela Província Livre de Bozen-Bolzano e foi fundada em 1993. Seus principais objetivos são "defender e facilitar o direito ao estudo dos estudantes e dos estudantes trabalhadores". A associação opera em Bozen-Bolzano e promove o projeto WEBZ, "a primeira web-tv do sul do Tirol feita por jovens para jovens".
  • A Kikero é uma associação cultural, fundada em 2000, que organiza atividades como o clube de debates e as noites de cinema. Além disso, Kikero também é responsável pela revista universitária "Kflyer".
  • O SCUB, Clube Esportivo da Universidade Bozen-Bolzano, é a associação de estudantes que lida principalmente com atividades esportivas e que organiza todos os anos o SNOWDAYS, o maior evento de esportes de inverno da Europa para estudantes de toda a Itália e da UE. O SCUB também é composto pela equipe da UniParty, responsável pela organização de festas universitárias para estudantes da Unibz.
  • Uma outra associação estudantil é o comitê local de Bozen - Bolzano, AIESEC, que organiza programas de intercâmbio internacional para permitir que estudantes universitários entrem em contato com o mundo do trabalho.
  • PRO - Students for Business também incentiva os alunos a se conectarem com o ambiente de trabalho através do aprimoramento de atividades econômicas e de negócios.
  • A associação estudantil mais recente é o Alumni Club, formado por graduados da Universidade Livre de Bozen - Bolzano.
  • A universidade possui também um coral chamado UnibzVoices, regido pelo Prof. Johann Van der Sandt que leciona "Música e comunicação" na Faculdade de Educação em Brixen-Bressanone.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hans Karl Peterlini e Hannes Obermair (eds), Universitas Est. Ensaios e documentos sobre a história da educação em Tyrol / South-Tyrol, 2 vol. (Imprensa da Universidade Bozen-Bolzano, Raetia Verlag, Bozen / Bolzano 2008), ISBN   978-88-7283-316-2
  • Klaus Kempf, Franz Berger, a biblioteca como um ponto de serviço. O Caso da Biblioteca da Universidade de Bozen: Planejamento, Construção, Financiamento, em «Liber Quarterly», 10, 2000, pp.   108–116. ( Download PDF 52 KB )
  • Universitätsreden an der Freien Universität Bozen / Discorsi d'ateneo alla Libera Università di Bolzano / Public Talks na Universidade Livre de Bozen, 6 voll., Bolzano, Bozen-Bolzano University Press, 2005-ss. ISBN (ISSN) 2494716-7
  • Lista de universidades em Itália

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Nickenig, Christoph. "Perspektiven der Sprachausbildung an einer mehrsprachigen Universität." Bi- and Multilingual Universities: European Perspectives and Beyond. Conference Proceedings Bolzano-Bozen, 20–22 September 2007
  2. Progetti delle tre sedi Arquivado em 13 de abril de 2016[Erro data trocada] no Wayback Machine.
  3. Christine Plieger-De Biasi, Thomas Simma, Freie Universität Bozen – Libera Universita di Bolzano – Free University of Bozen-Bolzano. The Architecture Competition for the Main Site, Vienna-Bolzano, Folio, 1998. ISBN 978-3-85256-105-9
  4. IX Premio architettura Oderzo Arquivado em 10 de novembro de 2013[Erro data trocada] no Wayback Machine.
  5. https://www.unibz.it/en/home/organisation/
  6. «Faculty of Economics and Management». www.unibz.it (em inglês) 
  7. «Faculty of Education». www.unibz.it (em inglês) 
  8. «Research at the Faculty of Computer Science». www.unibz.it (em inglês) 
  9. «Research at the Faculty of Science and Technology». www.unibz.it (em inglês) 
  10. «Faculty of Design and Art». www.unibz.it (em inglês) 
  11. "The library ranking according to BIX Project" Arquivado em 1 de dezembro de 2009[Erro data trocada] no Wayback Machine.
  12. sh.asus | Südtiroler Hochschülerschaft | associazione studenti universitari sudtirolesi Arquivado em 18 de outubro de 2016[Erro data trocada] no Wayback Machine.. Asus.sh (2013-06-21). Retrieved on 2013-10-05.

links externos[editar | editar código-fonte]