Mercado financeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bolsa de Valores de Caracas, Venezuela. As bolsas de valores são locais onde se negocia títulos de participação em empresas (ações).[1]O mercado de ações faz parte do mercado de capitais, subdivisão do mercado financeiro.

Na economia, o mercado financeiro é um "ambiente" que permite a compra e venda (ou seja, o comércio) de bens como valores mobiliários (ações, obrigações, etc.), mercadorias (como pedras preciosas, produtos agrícolas, etc.) e câmbio. Resumindo, basicamente, é o mercado (ou "local") onde o que é negociado é o próprio dinheiro.[2] Existem mercados gerais, onde muitos produtos são comercializados, e mercados especializados, onde apenas uma mercadoria é negociada.

Os mercados funcionam colocando muitos compradores e vendedores interessados num mesmo "lugar", tornando assim mais fácil se encontrarem uns aos outros. Uma economia que depende principalmente de interações entre compradores e vendedores para alocar recursos é conhecida como uma economia de mercado, em contraste a economia de comando ou com a economia de não-mercado, como é exemplo a economia de doação. Economistas como Milton Friedman e Friedrich Hayek (ganhadores do Prêmio Nobel de economia) afirmam que esse setor é um dos principais responsáveis por potencializar o crescimento econômico gerando consequente desenvolvimento humano e, portanto, aumentando a qualidade de vida e o bem-estar da sociedade.

Em finanças, os mercados financeiros permitem:

Um exemplo conhecido é um processo de financiamento. Normalmente quem quer ser financiado emite um recibo ao seu financiador prometendo restituir o capital investido. Essas receitas são títulos que podem ser comprados ou vendidos livremente. Em troca do empréstimo de dinheiro, quem o concede (financiador) espera uma compensação sob a forma de juros ou dividendos.

Em matemática financeira, o conceito de um mercado financeiro é definido em termos de um processo estocástico de movimento Browniano em tempo contínuo.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O mercado financeiro pode ser dividido em quatro grandes mercados[3]:

  • Mercado de capitais: é um meio de distribuição de valores mobiliários, que tem o objetivo de gerar liquidez aos títulos emitidos pelas empresas e viabilizar o seu processo de capitalização. Isto quer dizer que o objetivo é direcionar os recursos financeiros da sociedade para o comércio, a indústria e outras atividades econômicas, assim remunerando melhor o investidor. Fazem parte desta área a compra e a venda de ações, debêntures, etc.[4];
  • Mercado de crédito: atuam neste segmento diversas instituições financeiras e não financeiras prestando serviços de intermediação de recursos de curto, médio e longo[5] prazo para agentes deficitários que necessitam de recursos para consumo ou capital de giro.[6] É o segmento onde ocorrem operações de empréstimo, arrendamento, financiamento, etc.;
  • Mercado monetário: é o mercado onde se concentram as operações para controle da oferta de moeda e das taxas de juros de curto e curtíssimo prazo com vistas a garantir a liquidez da economia.[8] Abrange toda a rede de entidades ou órgãos financeiros que negociam títulos ou valores, concedendo empréstimos a empresas ou particulares a curto prazo, em troca do pagamento de juros.[9]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • T.E. Copeland, J.F. Weston (1988): Financial Theory and Corporate Policy, Addison-Wesley, West Sussex (ISBN 978-0321223531)
  • E.J. Elton, M.J. Gruber, S.J. Brown, W.N. Goetzmann (2003): Modern Portfolio Theory and Investment Analysis, John Wiley & Sons, New York (ISBN 978-0470050828)
  • E.F. Fama (1976): Foundations of Finance, Basic Books Inc., New York (ISBN 978-0465024995)
  • Marc M. Groz (2009): Forbes Guide to the Markets, John Wiley & Sons, Inc., New York (ISBN 978-0470463383)
  • R.C. Merton (1992): Continuous-Time Finance, Blackwell Publishers Inc. (ISBN 978-0631185086)
  • Keith Pilbeam (2010) Finance and Financial Markets, Palgrave (ISBN 978-0230233218)
  • Steven Valdez, An Introduction To Global Financial Markets, Macmillan Press Ltd. (ISBN 0-333-76447-1)
  • The Business Finance Market: A Survey, Industrial Systems Research Publications, Manchester (UK), new edition 2002 (ISBN 978-0-906321-19-5)
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este artigo:
Wikibooks-logo.svg Textos didáticos no Wikilivros
Wikinews-logo.svg Notícias no Wikinotícias
Wikinews-logo.svg Notícias no Wikinotícias
Wikiquote-logo.svg Citações no Wikiquote
Portal A Wikipédia possui o
Portal da economia.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Introdução ao Mercado Financeiro»