Vetusta Morla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vetusta Morla
Vetusta2.jpg
Vetusta Morla em concierto no Cantabria em dezembro del 2008.
Informação geral
Origem Tres Cantos, Madrid
País Flag of Spain.svg Espanha
Gênero(s) Rock alternativo
Indie rock
Pop rock
Período em atividade 1998 – presente
Gravadora(s) Pequeño Salto Mortal
Integrantes Pucho
David "el indio"
Álvaro B. Baglietto
Jorge González
Guillermo Galván
Juan Manuel Latorre
Página oficial Site oficial

Vetusta Morla é uma banda de pop rock originária de Tres Cantos, Madrid (Espanha), que canta em castelhano. Depois de nove anos de estrada, publicaram em fevereiro de 2008 seu primeiro álbum, Un día en el mundo, que tem recebido uma grande aceitação tanto por parte do público como pela crítica especializada.[1]

Vetusta vem do latim uetustus (ou vetustus), que significa muito velho, antigo. Morla é um personagem de A História sem Fim BRA ou A História Interminável POR (título original em alemão: Die Unendliche Geschichte), um livro de fantasia escrito pelo escritor alemão Michael Ende.

Segundo a própria banda em seu site,

"O norte da formação tem sido conseguir que um grupo clássico de rock não soe como tal, que os sons e as letras tenham entrelinhas por descobrir; que a emoção seja intensa sem ser óbvia e que as letras em castelhano se encaixem nos padrões do pop-rock anglosaxão"

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 13 horas con Lucy (demo, 2000)
  • Vetusta Morla (demo, 2001)
  • La cuadratura del círculo (demo, 2003)
  • Mira (EP, 2005)
  • Un día en el mundo (álbum, 2008)
  • Mapas (álbum, 2011)
  • "La Deriva (álbum, 2014)

Mira[editar | editar código-fonte]

Mira pode ser considerada a primeira gravação "profissional" de Vetusta Morla. Produzido pelo grupo e Angel Luján, inclui seis faixas, mais uma faixa bônus, entre as quais se encontram gravações do primeiro programa ao vivo que a banda apresentou em Los conciertos de Radio 3, um programa da televisão espanhola.

Em uma viagem à Beirut, a banda fez uma escala em Praga e se surpreendeu com a imagem à porta de uma galeria de arte, a Godot Art Gallery. A arte de Mira ficou a cargo do próprio Pucho.

Lista de músicas
  1. Año nuevo
  2. Valiente
  3. La gravedad
  4. Taxi
  5. La marea
  6. Al respirar
  7. Iglús sin primavera (faixa bônus)

Un día en el mundo[editar | editar código-fonte]

O primeiro álbum de Vetusta Morla começou a surgir em Alameda de Cervera, um distrito ou paróquia de (Cidade Real (província)), no ateliê do pintor e escultor Alfredo Martínez. Em uma das salas de uma bodega antiga gravou-se as baterías, os baixos, e parte das percussões. O resto da gravação foi concluída nos estúdios Sonobox de Madrid, junto a seus socios e produtores Javibu Carretero e Manuel Colmenero.

Por não receber o apoio que buscavam por parte das gravadoras, Vetusta Morla cria o selo Pequeño salto mortal, com o qual, por fim, publicam seu primeiro disco em fevereiro de 2008.

No álbum estão reunidas músicas de épocas diferentes da banda, algumas das quais foram revisadas e inclusive mudaram de nome.

Lista de músicas
  1. Autocrítica
  2. Sálvese quien pueda
  3. Un día en el mundo
  4. Copenhague
  5. Valiente
  6. La marea
  7. Pequeño desastre animal
  8. La cuadratura del círculo
  9. Año nuevo
  10. Rey sol
  11. Saharabbey road
  12. Al respirar

Referências

  1. «Lahiguera.net». Consultado em 29 de maio de 2008. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.