WTA de Budapeste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o torneio masculino, veja ATP de Budapeste.
Hungarian Ladies Open
WTA de Budapeste
Andrea Petkovic Budapest 2009.jpg
Andrea Petkovic durante a edição de 2009
Detalhes
Local BOK Csarnok (Syma Sport and Events Centre)
Hungria Budapeste, Hungria
Organização Associação de Tênis Feminino (WTA)
Direção Attila Richter
Categoria International
Piso duro (coberto)
Premiação US$ 250.000
Participantes 32 simplistas (principal)
24 simplistas (qualificatório)
16 duplas
Quadras Center
Court 1
Página oficial hungarianladiesopen.com
Tennisball current event.svg Edição atual
Atualizado em: 24 de fevereiro de 2019

O WTA de Budapeste – ou Hungarian Ladies Open, atualmente – é um torneio de tênis profissional feminino, de nível International.

Realizado em Budapeste, capital da Hungria, retornou ao circuito em 2017. Os jogos são disputados em quadras duras cobertas durante o mês de fevereiro.[1]

Estreou em 1993, foi interrompido em 1994 e voltou em 1996. Nos anos 2010, foi interrompido em 2014, substituído pelo WTA do Rio de Janeiro, mas voltou no lugar deste, três anos depois.[2]

Finais[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Ano Campeã Vice-campeã Resultado
2019 Bélgica Alison Van Uytvanck República Checa Markéta Vondroušová 1–6, 7–5, 6–2
2018 Bélgica Alison Van Uytvanck Eslováquia Dominika Cibulková 6–3, 3–6, 7–5
2017 Hungria Tímea Babos República Checa Lucie Šafářová 46–7, 6–4, 6–3
Torneio não realizado entre 2016 e 2014
2013 Roménia Simona Halep Áustria Yvonne Meusburger 6–3, 76–7, 6–1
2012 Itália Sara Errani Rússia Elena Vesnina 7–5, 6–4
2011 Itália Roberta Vinci Roménia Irina-Camelia Begu 6–4, 1–6, 6–4
2010 Hungria Ágnes Szávay Suíça Patty Schnyder 6–2, 6–4
2009 Hungria Ágnes Szávay Suíça Patty Schnyder 2–6, 6–4, 6–2
2008 França Alizé Cornet Eslovénia Andreja Klepač 7–65, 6–3
2007 Argentina Gisela Dulko Roménia Sorana Cîrstea 26–7, 6–2, 6–2
2006 Israel Anna Smashnova Espanha Lourdes Domínguez Lino 6–1, 6–3
2005 Israel Anna Smashnova Colômbia Catalina Castaño 6–2, 6–2
2004 Sérvia e Montenegro Jelena Janković Eslováquia Martina Suchá 7–64, 6–3
2003 Espanha Magüi Serna Austrália Alicia Molik 3–6, 7–5, 6–4
2002 Alemanha Martina Müller Suíça Myriam Casanova 6–2, 3–6, 6–4
2001 Bulgária Magdalena Maleeva Luxemburgo Anne Kremer 3–6, 6–2, 6–4
2000 Itália Tathiana Garbin Países Baixos Kristie Boogert 6–2, 7–64
1999 França Sarah Pitkowski Espanha Cristina Torrens Valero 6–2, 6–2
1998 Espanha Virginia Ruano-Pascual Itália Silvia Farina 6–4, 4–6, 6–3
1997 África do Sul Amanda Coetzer Bélgica Sabine Appelmans 6–1, 6–3
1996 Roménia Ruxandra Dragomir Áustria Melanie Schnell 7–66, 6–1
Torneio não realizado entre 1995 e 1994
1993 Estados Unidos Zina Garrison-Jackson Bélgica Sabine Appelmans 7–5, 6–2

Duplas[editar | editar código-fonte]

Ano Campeãs Vice-campeãs Resultado
2019 Rússia Ekaterina Alexandrova
Rússia Vera Zvonareva
Hungria Fanny Stollár
Reino Unido Heather Watson
6–4, 4–6, [10–7]
2018 Espanha Georgina García Pérez
Hungria Fanny Stollár
Bélgica Kirsten Flipkens
Suécia Johanna Larsson
4–6, 6–4, [10–3]
2017 Taipé Chinesa Hsieh Su-wei
Geórgia Oksana Kalashnikova
Austrália Arina Rodionova
Cazaquistão Galina Voskoboeva
6–3, 4–6, [10–4]
Torneio não realizado entre 2016 e 2014
2013 República Checa Andrea Hlaváčková
República Checa Lucie Hradecká
Rússia Nina Bratchikova
Geórgia Anna Tatishvili
6–4, 6–1
2012 Eslováquia Janette Husárová
Eslováquia Magdaléna Rybáriková
República Checa Eva Birnerová
Países Baixos Michaëlla Krajicek
6–4, 6–2
2011 Espanha Anabel Medina Garrigues
Polónia Alicja Rosolska
África do Sul Natalie Grandin
República Checa Vladimíra Uhlířová
6–2, 6–2
2010 Suíça Tímea Bacsinszky
Itália Tathiana Garbin
Roménia Sorana Cîrstea
Espanha Anabel Medina Garrigues
6–3, 6–3
2009 Rússia Alisa Kleybanova
Roménia Monica Niculescu
Ucrânia Alona Bondarenko
Ucrânia Kateryna Bondarenko
6–4, 7–65
2008 França Alizé Cornet
Eslováquia Janette Husárová
Alemanha Vanessa Henke
Roménia Ioana Raluca Olaru
56–7, 6–1, [10–6]
2007 Hungria Ágnes Szávay
República Checa Vladimíra Uhlířová
Alemanha Martina Müller
República Checa Gabriela Navrátilová
7–5, 6–2
2006 Eslováquia Janette Husárová
Países Baixos Michaëlla Krajicek
República Checa Lucie Hradecká
República Checa Renata Voráčová
4–6, 6–4, 6–4
2005 França Émilie Loit
Eslovénia Katarina Srebotnik
Espanha Lourdes Domínguez Lino
Espanha Marta Marrero
6–1, 3–6, 6–2
2004 Hungria Petra Mandula
Áustria Barbara Schett
Hungria Ágnes Szávay
Hungria Virag Nemeth
6–3, 6–2
2003 Hungria Petra Mandula
Ucrânia Elena Tatarkova
Espanha Conchita Martínez Granados
Ucrânia Tatiana Perebiynis
6–3, 6–1
2002 França Émilie Loit
Austrália Catherine Barclay
Rússia Elena Bovina
Hungria Zsófia Gubacsi
4–6, 6–3, 6–3
2001 Eslováquia Janette Husárová
Itália Tathiana Garbin
Hungria Zsófia Gubacsi
Iugoslávia Dragana Zarić
6–1, 6–3
2000 Bulgária Lubomira Bacheva
Espanha Cristina Torrens Valero
Croácia Jelena Kostanić
Iugoslávia Sandra Nacuk
6–0, 6–2
1999 Rússia Evgenia Kulikovskaya
Iugoslávia Sandra Nacuk
Argentina Laura Montalvo
Espanha Virginia Ruano Pascual
6–3, 6–4
1998 Espanha Virginia Ruano-Pascual
Argentina Paola Suárez
Roménia Cătălina Cristea
Argentina Laura Montalvo
4–6, 6–1, 6–1
1997 África do Sul Amanda Coetzer
França Alexandra Fusai
República Checa Eva Martincová
Alemanha Elena Wagner
6–3, 6–1
1996 Estados Unidos Katrina Adams
Estados Unidos Debbie Graham
República Checa Radka Bobková
República Checa Eva Melicharová
6–3, 7–63
Torneio não realizado entre 1995 e 1994
1993 Argentina Inés Gorrochategui
Países Baixos Caroline Vis
Itália Sandra Cecchini
Argentina Patricia Tarabini
6–1, 6–3

Referências

  1. «History» (em inglês). hungarianladiesopen.com. Consultado em 19 de novembro de 2017 
  2. «Para crescer, Rio Open 'empresta' WTA e terá apenas ATP 500». breakpointbrasil.com.br. 1º de julho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]