Waterloo Bridge (1940)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme com Bette Davis, veja Waterloo Bridge (1931).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Waterloo Bridge
A Ponte de Waterloo (BR)
 Estados Unidos
1940 •  p&b •  103 min 
Direção Mervyn LeRoy
Roteiro Robert E. Sherwood (peça)
S. N. Behrman
Hans Rameau
George Froeschel
Elenco Vivien Leigh
Robert Taylor
Maria Ouspenskaya
Lucile Watson
Virginia Field
Género Drama
Guerra
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Waterloo Bridge (no Brasil, A Ponte de Waterloo) é um filme norte-americano de 1940 dirigido por Mervyn LeRoy, baseado na peça homônima de Robert E. Sherwood. O filme é uma refilmagem do original de 1931, Waterloo Bridge (1931).

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Durante os bombardeios da 1ª Guerra Mundial, jovem bailarina conhece oficial britânico, apaixonam-se e marcam casamento. No entanto ele desaparece e ela o considera morto.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Vivien Leigh como Myra Lester.
  • Vivien Leigh … Myra
  • Robert Taylor … Roy Cronin
  • Lucile Watson … Lady Margaret Cronin
  • Virginia Field … Kitty
  • Maria Ouspenskaya … Madame Olga Kirowa
  • C. Aubrey Smith … O duque
  • Janet Shaw … Maureen
  • Janet Waldo … Elsa
  • Steffi Duna … Lydia
  • Virginia Carroll … Sylvia
  • Leda Nicova … Marie
  • Florence Baker … Beatrice
  • Margery Manning … Mary
  • Frances MacInerney … Violet
  • Eleanor Stewart … Grace

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
Oscar (1941)
  • Indicado nas categorias:
Melhor fotografia
Melhor trilha sonora (Herbert Stothart)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
Robert Taylor como Roy Cronin.

Vivien Leigh foi escolhida para estrelar o filme depois de seu sucesso como "Scarlett O'Hara" em ...E o vento levou. Ela queria Laurence Olivier para o papel de "Roy Cronin", e ficou triste quando escolheram Robert Taylor para o papel - embora isso não tenha sido suficiente para prejudicar o bom relacionamento dos atores, que já haviam contracenado juntos em 1938 no filme Um ianque em Oxford.

Robert Taylor estava ansioso para mostrar ao público que era mais do que o sensível jovem amante que interpretara em filmes como A dama das camélias (1936) e Três camaradas (1938). A respeito de seu desempenho no filme, Taylor disse mais tarde que, com aquele papel, pela primeira vez ele sentia que realmente havia tido um desempenho que cumpria as metas muitas vezes inatingíveis que estava sempre a definir para si. E, com relação à Vivien Leigh, ele a descreveu como "simplesmente grande em seu papel", e que ela o fizera parecer melhor quando em cena.

Tanto Leigh como Taylor citavam A ponte de Waterloo como o filme que mais haviam gostado de trabalhar.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.