X.500

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

X.500 é uma série de padrões para redes de computador abordando serviço de diretório. A série X.500 foi desenvolvida pelo ITU-T. Os serviços de diretório foram desenvolvidos para dar suporte aos requisitos do padrão X.400 ( troca de mensagens eletrônicas e procura de nomes). A ISO foi parceira no desenvolvimento do padrão, incorporando-os ao pacote de protocolos OSI. ISO/IEC 9594 é a identificação ISO para o padrão.

Protocolos X.500[editar | editar código-fonte]

Os protocolos definidos pelo X.500:

Por ser usados no Modelo OSI, um número de alternativas ao DAP foram desenvolvidas para permitir que clientes de Internet pudessem acessar o diretório X.500 usando TCP/IP. A mais conhecida alternativa é o LDAP. Por permitir que o DAP e outros protocolos X.500 pudessem usar TCP/IP, LDAP é um conhecido protocolo de acesso a diretórios.

Modelos de Dados do X.500[editar | editar código-fonte]

O conceito primário do X.500 é que há um único Directory Information Tree (DIT), uma organização hierarquizada de entradas que são distribuídas por servidores. Uma entrada consiste de um conjunto de atributos, cada atributo com um ou mais valores. Cada entrada tem um único Distinguished name, formado pela combinação de seu Relative distinguished name (RDN), um ou mais atributos da própria entrada, e o RDN de cada entrada superior hierarquicamente até a raiz do DIT.

X.520 e X.521 juntos provêm uma definição do conjunto de atributos e classes de objetos a serem usados para representar pessoas e organizações como entradas no DIT é um dos mais usados.

X.509, a porção do padrão que provê o arcabouço de autenticação, é hoje o mais usado protocolo. Ele especifica um formato padrão para certificado de chave-pública.

Lista de padrões X.500[editar | editar código-fonte]

número ITU-T número ISO/IEC Título do Padrão
X.500 ISO/IEC 9594-1 O Diretório: Visão geral dos conceitos, modelos e serviços
X.501 ISO/IEC 9594-2 O Diretório: Modelos
X.509 ISO/IEC 9594-8 O Diretório: Arcabouço de autenticação
X.512 ISO/IEC 9594-3 O Diretório: Definição Abstrata de serviços
X.518 ISO/IEC 9594-4 O Diretório: Procedimentos para operações distribuídas
X.519 ISO/IEC 9594-5 O Diretório: Especificações de Protocolo
X.520 ISO/IEC 9594-6 O Diretório: Seleção de tipos de atributos
X.521 ISO/IEC 9594-7 O Diretório: Seleção de Classes de Objetos
X.525 ISO/IEC 9594-9 O Diretório: Replicação
X.530 ISO/IEC 9594-10 O Diretório: Uso de Sistemas de Gerenciamento para Administração do Diretório

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telecomunicações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.