Yimmi Chará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde maio de 2018). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Yimmi Chará
Yimmi Chará
Chará pelo Junior Barranquilla em 2017
Informações pessoais
Nome completo Yimmi Javier Chará Zamora
Data de nasc. 2 de abril de 1991 (28 anos)
Local de nasc. Cáli, Colômbia
Nacionalidade colombiano
Altura 1,62 m
Destro
Apelido Depredador
Informações profissionais
Clube atual Atlético Mineiro
Número 8
Posição Ponta-direita e Meia-direito
Clubes de juventude
Centauros Villavicencio
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009
2010–2014
2015–2017
2015
2016
2017–2018
2018–
Centauros Villavicencio
Deportes Tolima
Monterrey
Atlético Nacional (emp.)
Dorados de Sinaloa (emp.)
Junior Barranquilla
Atlético Mineiro
0011 0000(0)
0130 000(29)
0061 000(12)
0026 0000(5)
0016 0000(1)
0049 000(19)
0068 000(10)
Seleção nacional3
2014– Colômbia 0010 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 29 de setembro de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 26 de março de 2019.

Yimmi Javier Chará Zamora (Cáli, 2 de abril de 1991), é um futebolista colombiano que atua como ponta-direita, Atualmente joga pelo Atlético Mineiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Nascido em Cáli, Chará iniciou sua carreira profissional no Centauros de Villavicencio, em 2009. Em janeiro 2010, se transferiu ao Deportes Tolima, onde passou quatro anos e conquistou a Copa Colômbia em 2014, recebendo sua primeira convocação para a Seleção Colombiana neste ano.

Em dezembro de 2014, Chará foi contratado pelo Monterrey, do México, e, em julho de 2015, foi repassado por empréstimo ao Atlético Nacional, onde conquistou o Campeonato Colombiano. Em seguida, teve passagem por empréstimo de seis meses pelo Dorados de Sinaloa, antes de retornar ao Monterrey em 2016.

Em julho de 2017, Chará se transferiu ao Junior Barranquilla, por 4 milhões de euros. Se destacou em sua primeira temporada no clube, marcando 13 gols em 28 jogos e participando da conquista da Copa Colômbia de 2017.

Em 12 de junho de 2018, Chará acertou com o Atlético Mineiro, assinando contrato de cinco anos.[1] O negócio foi avaliado em 22,2 milhões de reais.[2] Sua estreia pelo Galo aconteceu em 18 de julho de 2018, na derrota por 2–0 para o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro.[3] No jogo seguinte, a derrota por 3–2 para o Palmeiras em 22 de julho, Chará marcou seu primeiro gol pelo clube.[4]

Seleção nacional[editar | editar código-fonte]

Chará recebeu sua primeira convocação para a Seleção Colombiana pelo técnico José Pékerman em 2014. Fez sua estreia em 11 de outubro de 2014, entrando nos minutos finais do amistoso contra El Salvador. Voltou a ser convocado em 2017 e atuou em quatro partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Em maio de 2018, Chará foi incluído na lista preliminar de convocados para a Copa do Mundo de 2018.[5]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Os dois irmãos mais velhos de Chará também são futebolistas profissionais. Luis Felipe atua pelo Mineros de Guayana, da Venezuela, e Diego pelo Portland Timbers, dos Estados Unidos.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Deportes Tolima
Atlético Nacional
Junior Barranquilla

Referências

  1. «Atlético apresenta atacante colombiano Yimmi Chará». Clube Atlético Mineiro. Consultado em 12 de junho de 2018 
  2. «Atlético conta com dinheiro de ex-presidente para contratar colombiano Yimmi Chará». Super Esportes. Consultado em 12 de junho de 2018 
  3. «Grêmio controla o jogo na Arena, não dá chances para o Atlético-MG e vence por 2 a 0». Globoesporte.com. 18 de julho de 2018. Consultado em 22 de julho de 2018 
  4. «Em jogo de cinco gols, Bruno Henrique desempata no fim e dá vitória ao Palmeiras sobre o Atlético-MG». Globoesporte.com. 22 de julho de 2018. Consultado em 22 de julho de 2018 
  5. «Com Cuéllar e Borja, Colômbia divulga 35 pré-convocados para a Copa». Estadão. 14 de maio de 2018. Consultado em 12 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]