Áquila de Alexandria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Papa Áquila de Alexandria foi o décimo-oitavo Papa de Alexandria (líder da igreja que se tornará a Igreja Ortodoxa Copta e a Igreja Ortodoxa Grega) entre 312 e 313 d.C.

Áquila foi ordenado um presbítero pelo papa Teonas de Alexandria com Pierius e se tornou o reitor da Escola Catequética de Alexandria quando este deixou o posto (não se sabe se fugindo para Roma ou por ter sido martirizado em Alexandria). Ele era aparentemente tido em grande estima por suas obras sobre a filosofia grega e a teologia.[1] Atanásio de Alexandria descreveu-o posteriormente atribuindo-lhe o epíteto de "o Grande".[2]

Ele foi alçado ao Patriarcado após a execução de seu antecessor, Pedro de Alexandria, durante as perseguições de Diocleciano. Ele herdou os problemas que a igreja estava experimentando na época, incluindo a heresia de Melécio de Licópolis. Áquilas se envolveu também na controvérsia ariana como um aliado de Ário.

Ele é comemorado no sinaxário da Igreja Ortodoxa Copta no dia 19 de Ba'ūnah.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Áquila de Alexandria
(312 - 313)
Precedido por: Gold Christian cross.svg
Lista dos patriarcas / papas de Alexandria
Sucedido por:
Pedro I 18.º Alexandre I

Referências

  1. Eusébio de Cesareia. História Eclesiástica: The Distinguished Ecclesiastics of our Day, and which of them survived until the Destruction of the Churches. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 32.32. vol. VII.
  2. Atiya, Aziz S. The Coptic Encyclopedia (em inglês). New York: Macmillan Publishing Company, 1991. ISBN 0-02-897025-X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.