Æ

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Æ æ

Æ, æ (chamado em Inglês antigo de æsc, pronunciado [æʃ]) é uma letra vogal que deriva de uma ligadura de a com e, mas que hoje é considerada uma letra por si só no dinamarquês, feroês, islandês e norueguês. Alguns textos medievais ou mais recentes também usam a ligatura a+e em latim para denotar o ditongo [ae̯] e no inglês britânico para denotar o e longo [iː], como em encyclopædia, embora os próprios romanos usassem, em seu lugar, o dígrafo AE, e nunca a forma ligada.

Nas línguas em que é usado atualmente, o æ tem os seguintes sons:

  • Em dinamarquês, possui vários sons dependendo do contexto fonêmico. Entre os sons que pode possuir, estão [ɛ], [æ] (antes de r) e [ɑ] (depois de r)
  • Em faroês, possui o som [ɛa] quando longo e [a] quando curto.
  • Em islandês, possui o som [ai]
  • Em norueguês, possui o som de [æ]
  • Em javanês, possui o som de [ui]
  • Em latim existem várias pronúncias possíveis. Na pronúncia eclesiástica, æ é pronunciado como "é", por exemplo, se pronuncia Cæsar (César) como "Tchésar". Na pronúncia reconstituída do latim clássico, por sua vez, o som do caractere æ é "ái", então na palavra Cæsar (César) a pronúncia é "Cáissar" — um dos indícios disso é o termo alemão "Kaiser" (imperador), cuja origem direta é Caesar (ou Cæsar).
  • No Windows, deve-se utilizar Alt+0230 para æ e Alt+0198 para Æ. Pode ser escrita também utilizando Alt+145 para æ ou Alt+146 para Ӕ, em sistemas legados de IBM437, como o MS-DOS.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.