A Justiça (escultura)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Justiça é o nome de uma escultura localizada em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Foi feita em 1961 pelo artista plástico mineiro Alfredo Ceschiatti, em um bloco monolítico de granito de Petrópolis, medindo 3,3 metros de altura e 1,48 metro de largura. A escultura representa o poder judiciário como uma mulher com os olhos vendados e espada; os olhos vendados representam a imparcialidade da justiça e sua intenção de nivelar o tratamento jurídico de todos por igual; e a espada representa a força, a coragem, a ordem e a regra necessárias para impor o direito. Porém a escultura não mostra a balança, que representaria a a ponderação dos interesses das partes em litígio [1] .

Simbologia[editar | editar código-fonte]

A simbologia dessa escultura tem origem na deusa romana Justiça, que corresponde à grega Dice, filha de Zeus com Têmis, a guardiã dos juramentos dos homens.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. CORREIO BRAZILIENSE, 22 de fevereiro de 2011, Caderno CIDADES, página 36.