Abraham Geiger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abraham Geiger

Abraham Geiger (Frankfurt am Main, 24 de maio de 1810Berlim, 23 de outubro de 1874) foi um rabino e teólogo alemão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rabino em Wiesbaden, recebeu em 1833 seu doutorado pela Universidade de Bonn.

Partidário do movimento de reforma do Judaísmo, rejeitava os elementos nacionalistas, para salientar a missão do povo judeu em difundir o monoteísmo e a lei moral.

Ele reduziu o livro de orações, permitia a música instrumental nas sinagogas, recomendava o uso do vernáculo nas orações, dentre outras idéias inovadoras. Porém, opunha-se à observância do shabbat aos domingos, bem como se opôs a uma ruptura com a comunidade judaica tradicionalista.

Em 1870 tornou-se o grande rabino da comunidade de Berlim, e diretor do novo seminário criado para a pesquisa científica do judaísmo.

Escritor prolífico, seu principal trabalho foi "Urschrift und Übersetzungen der Bibel" (Original e tradução da Bíblia).

Ele foi, ainda, pai do historiador Ludwig Geiger (1848-1919).