Adeus às Armas (1957)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adeus às Armas
A Farewell to Arms
1957 • cor • 152 min 
Direção Charles Vidor
Roteiro Ben Hecht
Elenco Rock Hudson
Jennifer Jones
Vittorio de Sica
Género drama
País  Estados Unidos
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Adeus às Armas[1] [2] (A Farewell to Arms) é um filme norte-americano de 1957 do gênero drama romântico de guerra, dirigido por Charles Vidor. Foi o último filme produzido por David O. Selznick, e o roteiro se baseia na obra homônima de Ernest Hemingway.

O filme teve locações nos Alpes italianos, Veneza, Udine, Lazio e Roma. A história já havia sido filmada anteriormente, por Frank Borzage em 1932. O diretor John Huston é quem iria dirigir a refilmagem, mas desistiu.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O estadunidense Frederick Henry vai à Itália durante a Primeira Guerra Mundial, procurando trabalho como correspondente de guerra, mas acaba se tornando motorista de ambulância com a insígnia de tenente. Às vésperas de uma ofensiva italiana contra o exército austríaco, ele conhece a ajudante da Cruz Vermelha inglesa Catherine Barkley e os dois se apaixonam. Henry é ferido na batalha que se segue e é levado para o hospital americano em Milão.

Graças aos seus amigos italianos, os dois se reencontram no hospital e ficam juntos durante a recuperação de Henry. Catherine engravida mas não quer se casar. Henry é forçado a retornar para a sua unidade. Ele volta num momento dificil, quando os alemães conseguem forçar os italianos a recuarem (Batalha de Caporetto). Durante o caos que se segue, seu amigo oficial e médico Alessandro Rinaldi é fuzilado pelos próprios soldados italianos, o que faz com que Henry abandone o exército. Ele volta para Catherine e os dois escapam para a Suíça.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Premiações e indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.