Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

Adolf Anderssen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adolf Anderssen
Anderssen.jpeg
Informações pessoais
Nome completo Karl Ernst Adolf Anderssen[1]
Nascimento 6 de agosto de 1818[1]
Breslávia, Prússia[1]
Nacionalidade Flag of Prussia 1892-1918.svg Reino da Prússia
Falecimento 9 de março de 1878 (59 anos)[1]
Breslávia, Prússia[1]
Conquistas
Londres 1851 (1º)
Londres 1862 (1º)
Baden-Baden 1870 (1º)

Karl Ernst Adolf Anderssen (Breslávia, 6 de julho de 1818 — Breslávia, 13 de março de 1879) foi um jogador de xadrez da antiga Prússia e um dos mais destacados jogadores do século XIX. Venceu o primeiro torneio internacional em Londres em 1851 e o Torneio de xadrez de Baden-Baden de 1870, a mais forte competição à época, além de ter vencido mais da metade das competições que disputou. Em partidas de confrontos individuais não foi tão bem sucedido, tendo perdido para Paul Morphy em 1858 e Wilhelm Steinitz em 1866 ainda que seja considerado o melhor jogador do mundo neste período, após a aposentadoria de Morphy.

Anderssen é considerado o principal jogador da Escola Romântica do xadrez e também é conhecido por suas contribuições na composição de Problemas de xadrez. Além de ter publicado dois livros na área, foi um dos principais representantes do "Período de Transição" que sucedeu a "Velha Escola" nesta área do xadrez. Destacou-se pelo seu jogo agressivo e também é lembrado pelas partidas a imortal e a sempre-viva. Segundo análise retroativa no Sistema de rating ELO, foi o primeiro jogador a ultrapassar a pontuação de 2600 e um dos cinco melhores até sua morte.

Começo[editar | editar código-fonte]

Anderssen nasceu em Breslávia, Prússia (actualmente parte da Polónia) em 1818. Viveu na sua cidade natal a maior parte de sua vida. Nunca se casou e vivia com sua mãe viúva e com sua irmã solteira. Graduou-se pelo ensino secundário em Breslávia e de seguida foi para a universidade, onde estudou Matemática e Filosofia. Depois de se graduar em 1847, trabalhou como instrutor e professor de matemática de nível secundário. Sua carreira foi ensinar Matemática e seu hobbie e grande paixão, jogar xadrez.[2]

Quando Anderssen tinha nove anos de idade, seu pai ensinou-o a jogar xadrez. Ele próprio disse ter aprendido a estratégia do jogo a partir do livro de William Lewis "Cinquenta partidas entre Labourdonnais e McDonnell" (1835).[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Problema extraído da
Coletânea de 1842
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 bispo branco em d8 bispo branco em e8 rei branco em h8 8
7 peão preto em h7 7
6 rei preto em h6 6
5 5
4 4
3 peão branco em f3 peão preto em h3 3
2 peão branco em h2 2
1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.

A primeira ocasião em que Anderssen chamou a atenção do mundo do xadrez foi quando publicou Aufgabe für Schachspieler ("Tarefas para jogadores de xadrez"), uma coletânea de 60 problemas de xadrez, em 1842.[2] [4] Ele continuou a publicar problemas por muitos anos, tanto em revistas quanto em uma segunda coletânea em 1852.[5] [6] Esta coleção de problemas chamou a atenção do grupo Plêiades de Berlim, um grupo de jogadores de xadrez da Alemanha que incluia fortes jogadores da época.[7] O desenvolvimento de Anderssen como jogador foi relativamente lentro, principalmente porque ele não tinha nem muito dinheiro nem tempo para jogar xadrez com os oponentes mais fortes. Todavia, em 1846 ele foi capaz de jogar em condições de igualdade contra Tassilo von Heydebrand und der Lasa, que pode ser considerado um dos mais fortes jogadores do período.[8] Em 1846 ele se tornou um dos editores da revista Schachzeitung der Berliner Schachgesellschaft (posteriormente chamada de Deutsche Schachzeitung) quando Ludwig Bledow, um dos fundadores, faleceu. Anderssen manteve este ofício até 1865.[9]

Londres (1851)[editar | editar código-fonte]

Howard Staunton foi o principal organizador do Torneio de xadrez de Londres de 1851, e se ofereceu para pagar as despesas de viagem de Anderssen.

Em 1848, Anderssen empatou um match contra Daniel Harrwitz, um jogador profissional.[10] Com base neste resultado e na sua reputação no xadrez, foi convidado para representar a Alemanha no primeiro torneio internacional, realizado em Londres em 1851. Anderssen estava relutante em aceitar o convite, devido aos custos da viagem. Entretanto o principal organizador do evento, Howard Staunton, se ofereceu para pagar as despesas de Anderssen com seu próprio dinheiro, caso Anderssen não recebesse algum prêmio do torneio.[3]

A preparação de Anderssen para o torneio consistiu em disputar várias partidas contra fortes oponentes incluindo Carl Mayet, Ernst Falkbeer, Max Lange e Jean Dufresne.[8] A competição foi um evento eliminatório simples, em que os jogadores disputavam partidas curtas. Anderssen venceu ao derrotar Lionel Kieseritzky, József Szén, Staunton e Marmaduke Wyvill – por uma margem de pelo menos dois jogos em cada caso.[11] Seu prêmio foi dois terços do total da premiação de £500, i.e. aproximadamente £335;[12] que é o equivalente a aproximadamente £240,000 ($370,200) no valor monetário de 2006.[13] Quando Anderssen e Szén jogaram entre si, eles combinaram que se um deles vencesse o torneio o outro iria receber um terço do prêmio; isto não parece ter sido considerado anti-ético.[12]

Embora a maioria dos livros de xadrez considere Wilhelm Steinitz como o primeiro campeão mundial de xadrez,[4] um dos organizadores da competição disse que a disputa era "pela batuta de campeão mundial de xadrez".[14] De fato, Anderssen não foi descrito como "o campeão mundial", mas o torneio o estabeleceu como o principal jogador de xadrez, o que na época tinha o mesmo significado.[4] O London Chess Club organizou um torneio que foi disputado um mês após e incluia vários dos jogadores da primeira competição e o resultado foi o mesmo, com Anderssen sendo o vencedor.[15]

Partida contra Morphy[editar | editar código-fonte]

Paul Morphy venceu todos os seus oponentes em 1858

Oportunidades de disputar torneios eram raras, e Anderssen era relutante em viajar devido aos custos associados.[4] Entre 1851 e 1862, disputou somente em Manchester em 1857, no qual foi eliminado no segundo round do torneio eliminatório.[15] Então no final de 1858 ele foi derrotado por 8-3 (2V, 1E, 7D) pelo campeão americano Paul Morphy em uma partida disputada em Paris, França. Embora Anderssen soubesse melhor que ninguém como atacar, Morphy entendia muito melhor quando atacar e como preparar o ataque. Morphy havia recentemente vencido partidas convincentes contra outros jogadores de elite: Johann Löwenthal, Rev. John Owen e Daniel Harrwitz.[4] Porém Morphy retornou para os Estados Unidos em 1859 e logo após abandonou o xadrez competitivo. Então, Anderssen voltou a ser considerado o mais forte jogador ativo.[16]

Anderssen realizou uma abertura curiosa com o movimento 1. a3 em três de seus jogos contra Morphy, chegando a vencer uma partida.[17] Este movimento foi nomeado "Abertura Anderssen", embora nunca tenha sido popular em competições sérias.[18]

Outras partidas entre 1851–62[editar | editar código-fonte]

Logo após o torneio de Londres em 1851, Anderssen jogou duas de suas mais famosas partidas, ambas encontros casuais em que ele venceu a partir de um combinação que envolvia vários sacrifícios. Na primeira partida jogando com as pretas mas movendo primeiro, venceu Lionel Kieseritzky em Londres logo após a competição, partida que é atualmente conhecida como "Partida Imortal" no qual sacrificou um bispo, as duas torres e finalmente a dama.[19] A segunda partida foi em Berlim em 1852 jogando com as brancas contra Jean Dufresne e é conhecida como "Partida Sempreviva" no qual o sacrifício foi modesto mas envolveu a dama e uma peça menor.[20]

Após as partidas contra Morphy, Anderssen jogou duas partidas contra Ignac Kolisch, um dos "cinco melhores" jogadores que depois viria a se tornar um rico banqueiro e patrono do xadrez.[21] [22] Anderssen empatou em 1860 e teve uma vitória apertada em 1861 (5/9; quatro vitórias, dois empates e três derrotas, com Kolisch à frente mais da metade da disputa).[23]

Londres (1862)[editar | editar código-fonte]

Três anos depois de ser derrotado por Morphy, Anderssen ganhou o Torneio de xadrez de Londres de 1862: o primeiro evento internacional round-robin (no qual cada participante joga uma partida contra todos os demais), com uma pontuação de doze vitórias em treze partidas, perdendo somente com John Owen[24] e ficando dois pontos à frente de Louis Paulsen, que tinha os melhores resultados em torneios no início da década de 1860.[25] [26] A única atividade competitiva no xadrez que participou entre 1862 e 1866 foi uma partida em que empatou (três vitórias, dois empates, três derrotas) com Berthold Suhle em 1864,[23] que era um forte jogador e um respeitado escritor sobre o xadrez.[27]

Partida contra Steinitz[editar | editar código-fonte]

Em 1866, Anderssen perdeu uma partida para o jovem Wilhelm Steinitz (seis vitórias e oito derrotas com Steinitz vencendo os últimos dois jogos).[28] Embora Steinitz seja conhecido por inventar a abordagem posicional no xadrez e demonstrar sua superioridade, a partida de 1866 foi disputada no estilo "ataque a todo custo" que era dominante na década de 1850 e 1860.[29] Geralmente, este é o ponto em que se considera que Steinitz sucedeu Anderssen como o principal jogador de xadrez ativo. Embora ideias para a disputa de um título mundial fossem citadas desde a década de 1840,[14] a série de partidas de 1866 não pode ser definida como uma disputa pelo título mundial, e muitos se opunham a considerá-la enquanto Morphy estivesse aposentado do xadrez e ainda vivo. Além disso, Anderssen permaneceu dominante tanto em torneios quanto em confrontos individuais contra Johannes Zukertort até 1871.[30]

1866 a 1879[editar | editar código-fonte]

Nesta época, os torneios se tornaram mais frequentes e o formato todos contra todos foi adotado. Anderssen, após perder as partidas contra Morphy em 1858 e Steinitz em 1866, voltou-se a dedicar ao xadrez, particularmente estudando finais e o jogo posicional. O resultado foi que Anderssen melhorou seu desenpenho consideravelmente atingindo o ápice de sua carreira. A partir de então ele compilou uma sucessão de bons resultados em torneios no final de sua carreira: cinco primeiro lugar, dois segundo lugar, dois terceiro lugar e um sexto, no último ano de sua vida quando a sua saúde já estava se deteriorando.[15] [31] Uma de suas vitórias foi um primeiro lugar à frente de Steinitz, Gustav Neumann, Joseph Henry Blackburne, Louis Paulsen e vários outros fortes jogadores no Torneio de xadrez de Baden-Baden de 1870. Este é considerado um dos 20 mais fortes torneios realizados apesar da proliferação de "super torneios" desde 1990.[32] [33] Um dos terceiro lugar foi no forte Torneio de xadrez de Viena de 1873, quando tinha 55 anos. Aproximadamente metade do sucesso em torneios de sua carreira veio em campeonatos de diferentes regiões da federação alemã, mas estes eram abertos a todas as nacionalidades e a maioria destes tinha alguns dos "dez melhores" ou "cinco melhores" jogadores da época.[15]

O torneio de xadrez de Leipzig de 1877, no qual Anderssen ficou em segundo lugar atrás de Louis Palsen, foi organizado para comemorar o 50º aniversário de Anderssen ter aprendido os movimentos do xadrez. A iniciativa foi da Federação de Xadrez Alemã e até a atualidade foi o único torneio organizado para comemorar um competidor.[2]

Ainda em Leipzig, Anderssen perdeu uma partida contra o vencedor do torneio Louis Paulsen (três vitórias, um empate e cinco derrotas). Confrontos individuais eram a fraqueza de Anderssen e sua única vitória no período foi em 1868 contra Zukertort (oito vitórias, um empate e três derrotas).[28]

Avaliação de força e estilo[editar | editar código-fonte]

Adolf Anderssen no fim de sua vida

Anderssen foi bem sucedido nos torneios europeus de 1851 até o início de 1878, vencendo quase a metade dos eventos que disputou.[15] Seus piores resultados em competições foi uma eliminação na segunda rodade de um torneio eliminatório em 1857 e um sexto lugar no Torneio de xadrez de Paris de 1878, quando sua saúde já se deteriorava e tinha aproximadamente um ano por viver.[15] [31] Seu desempenho em confrontos individuais foi muito fraco, tendo disputado doze e vencendo apenas dois e empatado quatro.

Arpad Elo, o inventor do sistema de rating ELO, calculou retroativamente os ratings através da história e estimou que Anderssen foi o primeiro jogador a ter um rating superior a 2600.[34] O Chessmetrics avalia Anderssen como um dos cinco principais jogadores do período a partir de 1851 até quase antes de sua morte em 1879.[35]

Steinitz, que falava o que vinha a mente sem medo,[36] considerou Anderssen como um dos dois maiores jogadores atacantes de seu tempo: "Todos nós podemos aprender de Morphy e Anderssen como conduzir um ataque na ala do Rei, e talvez eu ainda não tenha aprendido o suficiente."[37] Embora Anderssen seja considerado um membro da "heróica" escola romântica,[7] ele não era a favor de um ataque impensando, e por exemplo dizia: "Mova aquela de suas peças, que está em pior situação, exceto se pode ficar satisfeito que possa derivar uma vantagem imediata por um ataque",[38] um princípio mais recentemente denominado como "regra de Makogonov".[39] Porém seu entendimento do desenvolvimento era casual e ele falhou completamente em entender porque Morphy venceu.[4] A cidade natal de Anderssen era tão orgulhosa dele que em 1865 a Universidade de Breslau lhe concedeu um doutorado honorário.[4]

Influência no xadrez[editar | editar código-fonte]

Anderssen tem uma influência mais duradoura na composição de problemas de xadrez. Ele comecou a criar problemas nos últimos anos da "Velha Escola", no qual as composições eram bem similares a posições de partidas reais e destacavam movimentos "chave" espetaculares, múltiplos sacrifícios e poucas variações.[6] Ele foium dos mais habilidosos compositores de sua época, e seu trabalho forma um estágio inicial do "Período de Transição", entre o final da década de 1840 e início de 1860, quando muitos das idéias básicas dos problemas foram desenvolvidas, a necessidade de posições semelhantes a partidas reais foi abandonada e a introdução de competições de composições foi iniciada no qual forçavam os juízes a decidir qual característica era a mais desejável em um problema.[5]

Fora do campo do xadrez, Andersen não foi um autor prolífico, embora fosse editor da Schachzeitung der Berliner Schachgesellschaft (posteriormente chamada de Deutsche Schachzeitung) de 1846 a 1865 e co-editor com Gustav Neumann da Neue Berliner Schachzeitung de 1864 a 1867.[9]

Falecimento[editar | editar código-fonte]

Anderssen faleceu em 13 de março de 1879, em sua cidade natal e a revista Deutsche Schachzeitung escreveu um obituário de dezenove páginas.[2] Durante a Segunda Guerra, seu túmulo em Breslau foi danificado. Após a guerra, a cidade tornou-se parte da Polônia e agora tem o nome de Wrocław. Em 1957, a Federação Polonesa de Xadrez decidiu mover seus restos mortais para um novo túmulo no cemitério de Osobowicki.[40] [41]

Principais resultados em torneios[editar | editar código-fonte]

Fontes:[2] [42] [43] [11] [15] [25] [31] [44] [45]

Data Competição Colocação Resultado Notas
1851 Londres (1851) 1 15/21 À frente de Marmaduke Wyvill, Elijah Williams, Howard Staunton, József Szén, Hugh Alexander Kennedy, Bernhard Horwitz, Henry Edward Bird, Lionel Kieseritzky, Carl Mayet, Johann Löwenthal, Edward Löwe, Alfred Brodie, James Mucklow, Samuel Newham, and E.S. Kennedy.
Um torneio eliminatório em que os jogadores disputavam a melhor de três na primeira rodada e a melhor de 8 no final. Anderssen derrotou Kieseritzky, Szen, Staunton e Wyvill na final por +4−2=1.[11]
1851 Torneio de Clubes em Londres 1 7½/8 À frente de Karl Meyerhofer, Daniel Harrwitz, Frederic Deacon, Kieseritzky, Horwitz, Szabo, Löwe e Ehrmann. Aparentemente seria um torneio com todos jogando entre si, mas os jogadores mais fracos desistiram.
1857 Manchester (Campeonato Britânico de Xadrez) - 1/2 Torneio de oito jogadores em formato eliminatório em que os jogadores disputavam somente uma partida. Anderssen venceu Harrwitz na primeira rodada e perdeu para Löwenthal na segunda, que viria a empatar com Samuel Boden no final.
1862 Londres (1862) 1 12/13 À frente de Louis Paulsen, (11/13), John Owen (10/13), George Alcock MacDonnell, Serafino Dubois, Wilhelm Steinitz entre outros.[25]
Foi o primeiro torneio no formato todos contra todos de sucesso.
1868 Aachen (Campeonato Alemão de Xadrez do Oeste) 1= 3/4
e 0/1
Anderssen e Max Lange empataram em primeiro; a ordem após a fase eliminatória foi (1) Lange, (2) Anderssen e à frente de Wilfried Paulsen, Johannes Zukertort e Emil Schallopp.
1869 Hamburgo (Campeonato Alemão de Xadrez do Norte) 1= 4/5
e 1½/2
Anderssen e Louis Paulsen empataram em primeiro; a ordem após a fase eliminatória foi (1) Anderssen, (2) Paulsen e à frente de Zukertort, Johannes von Minckwitz, Schallopp e Alexander Alexander.
1869 Barmen (Campeonato Alemão de Xadrez do Oeste) 1 5/5 A frente de Zukertort, von Minckwitz, Schallopp e Wilfried Paulsen e Richard Hein.
1870 Baden-Baden (1870) 1 11/18 A frente de Steinitz, Gustav Neumann, Joseph Henry Blackburne, Louis Paulsen, Cecil Valentine De Vere, Szymon Winawer, Samuel Rosenthal, von Minckwitz e Adolf Stern.
1871 Krefeld (Campeonato Alemão de Xadrez do Oeste) 1= 4/5
e 1/2
Anderssen, von Minckwitz, e Louis Paulsen empataram em primeiro e a ordem após a fase eliminatória foi (1) Paulsen, (2) Anderssen, (3) Minckwitz e a frente de Karl Pitschel, Carl Göring e Wilfried Paulsen.
1871 Leipzig (Campeonato Alemão de Xadrez do Centro) 1= 4½/5 e 1/1 Anderssen e Samuel Mieses em primeiro e Anderssen venceu a partida de desempate.
1872 Altona (Campeonato Alemão de Xadrez do Norte) 1 3½/4 A frente de Neumann, Göring, Schallopp e Pitschel.
1873 Viena (1873) 3 8½/11: 19/30 Atrás de Steinitz (10/11: 22½/25) e Blackburne; a frente de Rosenthal (7½/11: 17/28), Louis Paulsen, Henry Edward Bird, Max Fleissig, Josef Heral, Philipp Meitner, Oscar Gelbfuhs, Adolf Schwarz e Pitschel.
Este torneio teve um sistema de pontuação diferente: cada jogador disputou 3 partidas com outro com cada vitória valendo um ponto e ½ para empates.
1876 Leipzig (Campeonato Alemão de Xadrez do Centro) 1= 3½/5 e 2/2 Anderssen, Goering e Pitschel empataram em primeiro; a ordem após o desembate foi (1) Anderssen, (2=) Goering e Pitschel; todos a frente de Louis Paulsen, Schallopp e Carl Berber.
1877 Leipzig (Campeonato Alemão de Xadrez do Centro) 2= 8½/11 Atrás de Louis Paulsen (9/11); empatado com Zukertort (8½/11) e a frente de Winawer (7½/11), Goering, Berthold Englisch, Schallopp e cinco outros. Este torneio foi especialmente arranjado em homenagem aos cinquenta anos de Anderssen ter aprendido os movimentos do xadrez.
1878 Frankfurt (Campeonato Alemão de Xadrez do Oeste) 3 6/9 Atrás de Louis Paulsen (8/9) e Adolf Schwarz (6½/9); a frente de of von Minckwitz (5/9), Wilfried Paulsen (4½/9) e cinco outros.
1878 Paris (1878) 6 12½/22 Anderssen não gozava de boa saúde.[31] O evento foi vencido por Winawer e Zukertort.

Resultados em matches individuais[editar | editar código-fonte]

Fontes:[2] [7] [10] [23] [44] [45] [28] [46] [47]

Data Oponente Resultado Local Resultado Notas
1845 Ludwig Bledow Perdeu Breslau ½/5 +0=1–4 Fontes variam sobre
o resultado.[7]
1845–1846 Tassilo von der Lasa Perdeu Breslau 2/6 +2=0–4  
1848 Daniel Harrwitz Empatou Breslau 5/10 +5=0–5  
1851 Tassilo von der Lasa Perdeu Breslau 5/15 +?=?–?  
1851 Karl Pitschel Perdeu Leipzig 2/4 +1=2–1  
1851 Jean Dufresne Venceu Berlim 13/18 +12=2–4  
1851 Ernst Falkbeer Venceu Berlim 4/5 +4=0–1  
1851 Carl Mayet Venceu Berlim 4/4 +4=0–0  
1851 Eduard Jenay Venceu Londres 4½/8 +?=?–? Partida casual
1851 Lionel Kieseritzky Perdeu Londres 6/16 +5=2–9 Partida casual
1851 Johann Löwenthal Venceu Londres 5½/8 +5=1–2 Partida casual; diferentes fontes
também dividem os resultados:
+5–1, +5–2, e +5–4 para Anderssen, e +4=1–3 para Löwenthal [48]
1858 Daniel Harrwitz Venceu Paris 4/6 +3=2–1 Diferentes fontes
também dividem os resultados:
+3=3–1 e +2=2–1 [49]
1858 Paul Morphy Perdeu Paris 3/11 +2=2–7  
1858 Paul Morphy Perdeu Paris 1/6 +1=0–5 Partida casual
1859 Max Lange Perdeu Breslau 3½/8 +3=1–4 Partida casual
1859 Carl Mayet Venceu Berlim 7/8 +7=0–1  
1859 Jean Dufresne Venceu Berlim 4/4 +4=0–0  
1859 Berthold Suhle Venceu Berlim 31/48 +27=8–13 Partida casual
1860 Philipp Hirschfeld Venceu Berlim 16½/29 +14=5–10  
1860 Ignatz von Kolisch Empatou Paris 5½/11 +5=1–5  
1860 Paul Journoud Venceu Paris 3½/5 +3=1–1  
1860 Jules Arnous de Rivière Empatou [Paris 2½/5 +2=1–2  
1861 Ignatz von Kolisch Venceu Londres 5/9 +4=2–3  
1861 Johann Löwenthal Venceu Londres 2/3 +2=0–1 Partida casual
1862 Louis Paulsen Empatou Londres 4/8 +3=2–3  
1862 Wilhelm Steinitz Venceu Londres 2/3 +2=0–1 Partida casual
1864 Berthold Suhle Empatou Berlim 4/8 +3=2–3  
1865 Carl Mayet Venceu Berlim 5½/8 +5=1–2  
1866 Johannes Minckwitz Venceu Berlim 8½/12 +8=1–3  
1866 Gustav Neumann Perdeu Berlim 10/24 +9=2–13
1866 Wilhelm Steinitz Perdeu Londres 6/14 +6=0–8
1867 Samuel Mieses Venceu Breslau 4½/5 +4=1–0  
1868 Johannes Zukertort Venceu Berlim 8½/12 +8=1–3  
1870 Louis Paulsen Perdeu Baden-Baden ½/3 +0=1–2  
1871 Johannes Zukertort Perdeu Berlim 2/7 +2=0–5  
1876 Louis Paulsen Perdeu Leipzig 4½/10 +4=1–5  
1877 Louis Paulsen Perdeu Leipzig 3½/9 +3=1–5  

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adolf Anderssen

Referências

  1. a b c d e Golombek (1977), p.14
  2. a b c d e f Adolf Anderssen (1818–1879). Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 2009-10-24.
  3. a b Morphy's opponents: Adolf Anderssen. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 11 May 2008.
  4. a b c d e f g Fine, R.. The World's Great Chess Games. [S.l.]: Andre Deutsch (now as paperback from Dover), 1952.
  5. a b Weenink, H.G.M.. In: Hume, G., and White, A.C.. The Chess Problem. [S.l.: s.n.], 1926.
  6. a b Howard, K.S.. Classic Chess Problems by Pioneer Composers. [S.l.]: Courier Dover, 1970. ISBN 0-486-22522-4 Página visitada em 2008-06-17.
  7. a b c d Spinrad, J.P.. Ludwig Erdmann Bledow (PDF) chesscafe.com. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 25 June 2008.
  8. a b Diggle,G.H.. The Baron (PDF) chesscafe.com. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 26 June 2008.
  9. a b Chess Periodicals. Visitado em 2008-06-17. [ligação inativa]
  10. a b I grandi matches fino al 1849. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 7 February 2015.
  11. a b c 1851 London Tournament. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 17 June 2008.
  12. a b Staunton, H.. The Chess Tournament. [S.l.]: Hardinge Simpole. ISBN 1-84382-089-7 pode ser visto online ou baixador como PDF a partir de Google Books
  13. Conversão baseada na renda média, que é a mais apropriada para medir o trabalho duro de vários dias. Se usarmos os preços médios, o resultado seria aproximadamente. Five Ways to Compute the Relative Value of a U.K. Pound Amount, 1830–2006: 2006 equivalent of £335 in 1851. Visitado em 17/06/2008.
  14. a b Spinrad, J.P. (2006). Early World Rankings (PDF) chesscafe.com. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 25 June 2008.
  15. a b c d e f g I tornei di scacchi fino al 1879. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 15 February 2015.
  16. Draper, N.R.. (1963). "Does Age Affect Master Chess?". Journal of the Royal Statistical Society, Series A 126 (1): 120–127. DOI:10.2307/2982450.
  17. Anderssen vs Morphy, Paris 1858, game 6. Visitado em 17/06/2008. Anderssen vs Morphy, Paris 1858, game 8. Visitado em 17/06/2008.Anderssen vs Morphy, Paris 1858, game 10. Visitado em 17/06/2008. Cópia arquivada em 12 de julho 2008.
  18. Eric Schiller. Unorthodox Chess Openings. Segunda ed. [S.l.]: Cardoza, 2002. ISBN 1-58042-072-9
  19. Adolf Anderssen vs Lionel Kieseritsky, 1851, King's Gambit Accepted – The "Immortal Game". Visitado em 17/06/2008. Cópia arquivada em 7 de junho de 2008.
  20. Título não preenchido, favor adicionar. Visitado em 17/06/2008. Cópia arquivada em 14 de julho de 2008.
  21. Chessmetrics Player Profile: Ignatz Kolisch. Visitado em 17/06/2008.
  22. Singer, Isidore (1901–1906). "Jewish Encyclopedia" 7 p. 547.
  23. a b c I grandi matches 1850 - 1864. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 16 May 2008.
  24. A very strong player who had a long career; 1862 was his most successful year: Chessmetrics Player Profile: John Owen. Visitado em 17/06/2008.
  25. a b c 1862 London Tournament. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 17 June 2008.
  26. Chessmetrics Player Profile: Louis Paulsen. Visitado em 17/06/2008.
  27. Em colaboração com Gustav Neumann, ver o "Lehrbücher" ("textbooks") seção de Schachliteratur 1844–1945. Visitado em 17/06/2008. Wilhelm Steinitz respeitava seu trabalho, ver sua crítica em Wormald’s "The Chess Openings" citado em Winter, E.. Chess Notes Archive 15. Visitado em 17/06/2008. Cópia arquivada em 9 de Maio e 2008.
  28. a b c I matches 1865/79. Visitado em 2008-06-17.
  29. Silman, J.. Wilhelm Steinitz. Cópia arquivada em 19 de Junho de 2008. Tem vários exemplos de Steinitz testando suas teorias em jogos de alto nível.
  30. Raymond Keene e David Goodman. The Centenary Match, Kasparov–Karpov III. [S.l.: s.n.], 1986.
  31. a b c d World Exhibitions. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 19 June 2008.
  32. The Strongest Tournaments in Chess History. Visitado em 17/06/2008. [ligação inativa]
  33. Formulas. Visitado em 17/06/2008.
  34. Elo, Arpad. The Rating of Chessplayers, Past and Present. [S.l.]: Arco, 1978. p. 191. ISBN 0-668-04721-6
  35. Chessmetrics Player Profile: Adolf Anderssen. Visitado em 17/06/2008.
  36. Steinitz, W.. (Maio de 1891). "(desconhecido)". International Chess Magazine: 146–147. Visitado em 19/11/2008. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2008.
  37. Winter, E.. Steinitz Quotes. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 9 May 2008.
  38. Emanuel Lasker. Manual of Chess. [S.l.: s.n.]. Página visitada em 2008-06-17.
  39. The secret weapons of the champions. Visitado em 2008-06-17.
  40. Find A Grave: Adolf Anderssen. Visitado em 2008-12-08.]
  41. For a picture of his grave, see At the grave of Adolf Anderssen Ken Whyld Association. Visitado em 2008-11-19. The source for the date of the reburying is SchachReport, no. 9/1995, p.74
  42. Eales, Richard. Chess, The History of a Game. [S.l.]: Harding Simpole, 2002. 142–145 p. ISBN 0-95137-573-3
  43. Olson, Calvin. The Chess Kings Volume One. [S.l.]: Trafford, 2006. 33–36 p. ISBN 141203907-X
  44. a b Major Chess Matches and Tournaments of the 19th century. Visitado em 2008-06-17. [ligação inativa]
  45. a b Scores of various important chess results from the Romantic era. Visitado em 2008-06-17. Cópia arquivada em 28 May 2008.
  46. Jakov Neistadt, Shakhmaty do Steinitza, pp. 126−177, Fizkultura i sport, Moskwa 1961 (Russian edition)
  47. Taylor Kingston. Don't Bet the Farm (PDF) chesscafe.com. Visitado em 2010-06-26.
  48. http://www.edochess.ca/matches/m225.html
  49. http://www.edochess.ca/matches/m402.html

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GOLOMBEK, Harry. Golombek's Encyclopedia of chess (em inglês). 1ª ed. São Paulo: Trewin Copplestone Publishing, 1977. ISBN 0-517-53146-1
  • The Oxford Companion to Chess, 2nd Ed., por David Hooper e Kenneth Whyld.1992.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]