Aférese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metaplasmos
Por adição de sons:
Prótese
Aglutinação
Epêntese
Anaptixe
Paragoge
Por supressão de sons:
Aférese
Deglutinação
Síncope
Haplologia
Apócope
Crase
Por modificação de sons:
Por transposição:
Metátese
Hipértese
Hiperbibasmo
Por transformação:
Apofonia
Assibilação
Assimilação
Consonantização
Desnasalização
Dissimilação
Ditongação
Fortição
Lenição
Metafonia
Monotongação
Nasalização
Palatalização
Sonorização
Vocalização

Gramaticalmente a aférese é um dos metaplasmos por supressão de fonemas a que as palavras podem estar sujeitas à medida que uma língua evolui. Neste caso, caem um ou mais fonemas do início da palavra.[1] Um tipo especial de aférese é a deglutinação, que ocorre quando há supressão de fonemas iniciais por confusão com o artigo.

Referências

  1. García Barrientos, José Luis. Las Figuras Retóricas: El Lenguaje Literario 2. [S.l.]: Arco Libros, 1998. 96 p. ISBN 978-84-7635-296-0

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Crowley, Terry. (1997) An Introduction to Historical Linguistics. 3rd edition. Oxford University Press