Al-Mahani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abu-Abdullah Muhammad ibn Īsa Māhānī foi um matemático e astrônomo persa [1] de Mahan, Kermān, Pérsia.

Uma série de observações de eclipses lunares e solares e de conjunções planetárias, feitas por ele de 853 d.C. a 866 d.C., foi de fato usada por Ibn Yunus.

Escreveu comentários sobre Euclides e Arquimedes e melhorou a tradução de Ishaq ibn Hunain dos Esféricos de Menelau de Alexandria. Tentou inutilmente resolver um problema arquimedeano: para dividir uma esfera pelo recurso de um plano em dois segmentos sendo uma dada proporção de volume. Aquele problema conduziu a uma equação cúbica,

x^3 + c^2b = cx^2

que os escritores muçulmanos chamaram de equação de al-Mahani.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Islamic desk reference: compiled from the Encyclopaedia of Islam - by E. van Donzel - - Page 287
  • H. Suter, Die Mathematiker und Astronomen der Araber 26, 1900. His failure to solve the Archimedean problem is quoted by 'Omar al-Khayyami'). See Fr. Woepcke, L'algebra d'Omar Alkhayyami 2, 96 sq. (Paris, 1851).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um matemático da Ásia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Predefinição:Esboço-cientista-Irã