Alan Jackson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alan Jackson
Alan em Abril de 2010.
Informação geral
Nome completo Alan Eugene Jackson
Nascimento 17 de Outubro de 1958 (55 anos)
Origem Newnan, Geórgia
País  Estados Unidos
Gênero(s) música country
Instrumento(s) voz, violão
Período em atividade 1989–presente
Outras ocupações compositor
Gravadora(s) Arista Nashville, EMI Nashville
Afiliação(ões) Keith Stegall, George Strait, The Wrights
Página oficial www.alanjackson.com

Alan Eugene Jackson (Newnan, 17 de Outubro de 1958), é um cantor norte-americano e compositor de música country. Seus vários sucessos o tornaram um dos mais célebres cantores de música country dos anos 1990, tendo sido indicado ao hall da fama da música da Geórgia em 2001.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Jackson é filho de Joseph Eugene Jackson e Ruth Musick; nascido em Newnan, na Georgia, e possui quatro irmãs mais velhas. Jackson é de descendência inglesa.[1] [2] Quando jovem, Jackson ouvia principalmente música gospel. De outro modo, não era um grande fã de música. No entanto, um amigo seu lhe apresentou a música de Gene Watson, John Anderson e Hank Williams Jr. Jackson formou uma banda após o colegial. Em 1979 se casou, mudou de emprego várias vezes e formou uma banda chamada Dixie Steel.

Depois de um tempo, ele e sua esposa com seis anos de casamento, Denise Jackson, mudaram-se de Newnan para Nashville, onde Jackson esperava prosseguir com a música em tempo integral.[3]

Jackson cantava na igreja quando era criança. Ele, seu pai, mãe e quatro irmãs viviam em uma pequena casa. Em um ponto, sua cama ficava no corredor por falta de dormitório. Sua mãe vive na casa até hoje. Seu primeiro emprego, aos 12 anos, foi em uma loja de sapatos. Ele escreveu sua primeira canção em 1983. E trabalhou como um vendedor de carros aos seus 20 anos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

No Tennessee, Alan trabalhou para a The Nashville Network (no serviço postal) )[3] . Sua esposa, Denise, trabalhava como comissária de bordo e encontrou no aeroporto de Atlanta um dia, Glen Campbell. Ela lhe contou sobre as ambições musicais de seu marido e obteve o endereço e telefone da empresa musical de Campbell. Denise colocou-o, então, em contato com Glen Campbell, que o ajudou a começar sua carreira [4] . Jackson finalmente assinou com a Arista[3] .

Seu primeiro álbum, lançado de forma independente (pela gravadora Americana Records) em 1987, é intitulado "New Traditional".

Sua carreira solo começou em 1989, depois de deixar o grupo "A Strayhorn", que consistia de Monty Allen, Danny Groah, Flint Robbie, McClurg Mark, Rutherford Bruce, Stephens Tony e Roger Wills.

Seu segundo álbum, "Here in the Real World" (1989), lançado pela Arista Records, foi um sucesso; cujo single com o mesmo título do álbum, alcançou o número três na Hot Country Songs no início de 1990.[5] . Em cada um dos álbuns subseqüentes Jackson ganhou disco de platina, ou mesmo multi-platina, e quase todos os seus singles atingiram o topo das paradas country.

Seu álbum "A Lot About Livin' (And a Little 'bout Love)" (1992) também foi um grande sucesso, gerando cinco singles principais; "Chattahoochee" (um deles) também lhe rendeu o prêmio Country Music Association (CMA) por "Single e Canção do Ano" em 1994.

Em 1994, Jackson deixou a sua produtora, a Ten Ten Management, que supervisionou a sua carreira até então, e foi para Gary Overton [6] .

Foi então que Jackson começou a ser conhecido por seu talento como compositor. Entre os cantores de música country que co-escreveram canções com Jackson incluem Clay Walker ("If I Could Make a Living"), Chely Wright ("Till I Was Loved By You") [7] e Faith Hill ("I Can't Do That Anymore").

Jackson com sua família em uma cerimônia para receber uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood em abril de 2010

"The Greatest Hits Collection" foi lançado em 24 de outubro de 1995. O álbum continha 17 hits, duas canções recém-gravadas ("I'll Try" and "Tall, Tall Trees"), e a canção "Home" de Here in the Real World" que nunca havia sido lançada como single.[8] Estas duas primeiras músicas fizeram número um.

Em 16 de Abril de 2010, Alan Jackson foi homenageado com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood na categoria música.

Jackson vive com sua esposa e três filhas no Tennessee.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

American Music Awards

Academy of Country Music

Country Music Association

Grammy Awards

Referências

  1. http://www.houseofnames.com/Jackson-family-crest
  2. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas RW
  3. a b c Ali, Lorraine (2002-02-18), "Jackson in the Driver's Seat". Newsweek. 139 (7):68
  4. Sanz, C.; Sanderson, J. (September 2, 1991), "Honky-tonk hero". People. 36 (8):76
  5. Whitburn, Joel. Hot Country Songs 1944 to 2008. [S.l.]: Record Research, Inc, 2008. 201–202 pp. ISBN 0-89820-177-2
  6. Lichtman, Irv (March 5, 1994), "Alan Jackson switches managers". Billboard. 106 (10):90
  7. Cronin, Peter (November 19, 1994), "Spotlight shines on Jackson's songwriting". Billboard. 106 (47):37
  8. Price, Deborah Evans (September 16, 1995), "20, count `em, 20 Jackson hits". Billboard. 107 (37):32

Ver também[editar | editar código-fonte]