Alimentos reguladores

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os alimentos reguladores são alimentos que regulam as funções do organismo. São ricos em vitaminas e sais minerais.[1] Atuam sobre o sistema imunológico, regulam a digestão, a circulação sanguínea e proporcionam o bom funcionamento dos intestinos, pois são ricos em fibras.

Abobrinha: um exemplo de alimento regulador

Definição de Alimentos Reguladores[editar | editar código-fonte]

Os alimentos reguladores são basicamente os alimentos de origem vegetal, e são chamados de alimentos reguladores por fornecer ao organismo vitaminas e minerais que regulam o seu funcionamento, assim como fibras e água de forma a manter o corpo saudável e capaz de se proteger de doenças como a anemia ou queda de cabelo, por exemplo, e até mesmo de doenças virais oportunistas como a gripe.

Exemplos de Alimentos Reguladores[editar | editar código-fonte]

Os alimentos reguladores são as frutas e hortaliças representados na pirâmide alimentar. Eles representam o segundo grupo de alimentos que devem ser consumidos em maior quantidade, logo a seguir ao pão, cereais, arroz e massa (alimentos energéticos), que são a base da pirâmide.

Referências

  1. Tua saúde. Disponível em http://www.tuasaude.com/alimentos-construtores/. Acesso em 8 de março de 2015.

Ver também[editar | editar código-fonte]