Andrew Cunningham

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Andrew Browne Cunningham
Nascimento 7 de janeiro de 1883
Dublin
Morte 12 de junho de 1963 (80 anos)
Londres
Nacionalidade  Reino Unido
Serviço militar
Patente Almirante

Andrew Browne Cunningham, 1º visconde Cunningham de Hyndhope KT, GCB, OM, DSO (Dublin, 7 de janeiro de 1883Londres, 12 de junho de 1963) foi almirante-de-esquadra da Marinha Real Britânica na Segunda Guerra Mundial.

Andrew comandou um destróier na Primeira Guerra Mundial e foi condecorado com a Ordem de Serviços Distintos pelas suas contribuições nas campanhas de Dardanelos e do Báltico. Também liderou as forças navais britânicas em várias vitórias importantes como comandante-em-chefe da Frota do Mediterrâneo na Segunda Guerra Mundial.

Carreira Militar[editar | editar código-fonte]

Pôs os pés em um navio em 1897, com pouco mais de 14 anos, de origem humilde, seu pai era professor de anatomia no Trinity College em Londres e a família vivia na Irlanda. Seu pai através de contatos conseguiu uma oportunidade de ingressá-lo na Marinha Real.

Passaria por muitos navios, como guarda-marinha no cruzador Doris, participou da campanha sul-africana e foi protagonista do desembarque em Capetown, com a famosa Brigada Naval.

Na Primeira Guerra Mundial, comandava o contra-torpedeiro "Scorpion", quando foi chamado para proteger as ações desembarque, limpando o estreito dos obstáculos de minas e protegendo as ações de desembarque na Batalha de Galipolli.[1]

Entre 1918 e 1919, Cunningham esteve no comando dos contratorpedeiros que constituíam a Dover Patrol. Tomou parte no bloqueio de Zeebrugge, entrando no mar Báltico, por esta ação foi reconhecido com a condecoração Cruz de Guerra Belga.

Batalha de Creta (Maio de 1941)[editar | editar código-fonte]

Na manhã de 20 de maio de 1941, a Alemanha Nazista lançou uma invasão aérea sobre a ilha de Creta, sob o nome código Operação Mercúrio. Apesar das enormes baixas, o aeródromo de Maleme caiu em poder dos alemães e que permitiria uma base avançada para atacar as forças aliadas.

Após uma semana de intensos combates, os comandantes britânicos decidiram que a situação era desesperadora e ordenou a retirada de Sfakiá. Durante as quatro noites seguintes, 16 000 soldados foram evacuados para o Egito por navios (incluindo HMS Ajax, e uma série de navios menores. Sem cobertura aérea, os navios da frota de Cunningham sofreram pesadas perdas. Perderam-se três cruzadores, seis destróiers e quinze dos navios importantes formam danificados. Durante o esforço da retirada, Cunningham, pronunciou a célebre frase, que ficaria famosa na Marinha Britânica:

"Leva-se três anos para construir um navio, e três séculos para construir uma tradição"[2]

Depois da rendição da Itália, tornou-se Primeiro Lord do Almirantado. Como tal, recebeu a missão de eliminar, juntamente com os americanos os remanescentes da frota nazista e desencadear os últimos ataques ao Japão. Foi sua última operação de guerra, mas conduzida de tal forma que ao final da ação, o Rei George VI conferiu-lhe a Ordem do Cardo e nomeou-o Baronete.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Verão de 1897 - entra no navio-escola "Britannia" e inicia a carreira militar na marinha;
1916 - no comando do contra-torpedeiro "Scorpion" executa uma série de façanhas nos Dardanelos;
1933 - nomeado contra-almirante;
1937 - como vice-almirante, comanda a 2ª Frota de Cruzadores no Mediterrâneo;
1939 - torna-se Comandante-chefe da Frota do Mediterrâneo;
Abril de 1940 - com o "Warspite" põe a pique, na Baía de Narvick(Noruega), sete cruzadores alemães;
28 de Março de 1941 - vence a Batalha de Cabo Matapan
1943 - apóia, por diversas vezes as batalhas decisivas na África do Norte, na Sicília e em Salermo;
1944 - nomeado Primeiro Lord do Almirantado;
1945 - recebe o título de baronete;
1946 - recebe o título de Visconde de Hyndhope;

Referências

  1. Esta ação o qualificou para receber a Distinghished Service Order, a primeira de uma série se condecorações que receberia posteriormente.Os Generais Aliados, Editora Três, 1974 "Biografia Os Grande nomes de nossa época" Pag. 29
  2. Churchill, Winston, a Segunda Guerra Mundial, volume III, "O Grande Aliança", Capítulo XVI Creta: A Batalha. P265

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Churchill, Winston. The Second World War Volume III. [S.l.]: Penguin paperback. ISBN 0-141-44174-7
  • Cunningham, Andrew. Admiral A.B. Cunningham, A Sailor’s Odyssey. [S.l.]: Hutchinson & Co, London, 1952.
  • Edwards, Bernard. Salvo! Classic Naval Gun Actions. [S.l.]: Brockhampton Press, 1999. ISBN 1860199593
  • Moorehead, Alan. Gallipoli. [S.l.]: Wordsworth Editions, 1956. ISBN 1-85326-675-2
  • Roskill, Stephen. Churchill and the Admirals. [S.l.]: Collins, 1977. ISBN 0002161273
  • Andrew Cunningham, Michael Simpson, Naval Records Society. The Cunningham Papers: Selections from the Private and Official Correspondence of Admiral of the Fleet Viscount Cunningham of Hyndhope. [S.l.]: Naval Records Society, 1999. ISBN 1840146222
  • Simpson, Michael. A Life of Admiral of the Fleet Andrew Cunningham: A Twentieth-century Naval Leader. [S.l.]: Routledge, 2004. ISBN 0714651974
  • Tuchman, Barbara. The Guns of August. [S.l.]: Constable, 1962. ISBN 0-333-69880-0
  • Warner, Oliver. Cunningham of Hyndhope:Admiral of the Fleet. [S.l.]: John Murray, 1967. ISBN 0719517141
  • Winton, John. Cunningham: The Greatest Admiral since Nelson. [S.l.]: John Murray, 1998. ISBN 0719557658

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Andrew Cunningham


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.