O Muito Honorável

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O prefixo O Muito Honorável (em inglês, The Right Honourable, abreviado como The Rt Hon. ou The Right Hon.) é um título honorífico tradicionalmente atribuído a nomes de certas pessoas no Reino Unido, no Canadá, na Austrália, na Nova Zelândia e em outros países da Commonwealth. O presidente do Conselho de Estado da República da Turquia também utiliza o prefixo. Normalmente, de um modo geral, vem a ser o tratamento atribuído à nobreza, juntamente com os tratamentos de Sua Excelência e Sua Graça. No entanto, como pode-se ver abaixo, também existem pessoas que recebem esses tratamentos e que não pertencem à nobreza.

Reino Unido[editar | editar código-fonte]

Pessoas tituladas com o prefixo podem ser:

  • Membros do Conselho Privado do Reino Unido ou do Conselho Privado da Irlanda do Norte (isso inclui todos os atuais e antigos membros do Gabinete do Reino Unido, um comitê do Conselho Privado, com a exceção daqueles que renunciaram aos seus cargos no Conselho Privado.

Com a finalidade de diferenciar nobres que são Conselheiros Privados dos que não são, algumas vezes utiliza-se o sufixo PC juntamente com o título.

Algumas pessoas têm o prefixo adicionado ao nome de seus ofícios, como:

Na Inglaterra:

No País de Gales:

Ma Escócia:

Na Irlanda do Norte

Na Austrália:

Todos os outros prefeitos utilizam o título The Right Worshipful, mas outros prefeitos da Escócia não o usam. O prefixo também é colocado antes do nome de entidades corporativas.

Canadá[editar | editar código-fonte]

No Canadá, os membros do Conselho Privado da Rainha recebem o título honorífico O Honorável, e apenas ocupantes dos mais altos cargos públicos recebem o título O Muito Honorável, porque era costume apontá-los ao Conselho Privado Britânico.

L'Honorable e le Très Honorable são usados na França pelo governo federal; porém cidadães de língua frances em Quebec consideram-os inapropriados e aconselham o uso de Monsieur e Madame ("Senhor" e "Senhora"). O Muito Honorável é para:

  • Governadores-gerais do Canadá - que também usam "Sua Excelência"
  • Primeiros-Ministros do Canadá
  • Chefe de Justiça do Canadá

Muitos proeminentes canadenses (a maioria composta de políticos) tornaram-se membros do Conselho Privado do Reino Unido e tiveram acesso ao título O Muito Honorável, por causa de seus serviços na Reino Unido (por exemplo, servindo como enviados a Londres) ou como membros do Gabinete Imperial de Guerra ou no Gabinete do Canadá. São eles:

Observações: Tupper foi apontado quando ele não era mais primeiro-ministro, e St. Laurent foi apontado quando ele era um ministro de cabinete sob o governo de Mackenzie King. Massey virou Governador Geral uma década depois e recebeu o título O Muito Honorável servindo como alto comissionário canadense em Londres.