Cidade de Londres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cidade de Londres
City of London
Panorama da Cidade de Londres visto de Southwark
Panorama da Cidade de Londres visto de Southwark
Bandeira oficial de Cidade de Londres
Brasão oficial de Cidade de Londres
Bandeira Brasão
Apelido: "The City, The Square Mile"
Lema: "Domine dirige nos
Latim:
Senhor, guiai-nos"
Localização da Cidade de Londres na Grande Londres
Localização da Cidade de Londres na Grande Londres
País  Inglaterra,
 Reino Unido
Lord Mayor Fiona Woolf
Área  
  Total 2,9 km²
População  
  Cidade 7 000
    Densidade   2,400/km²
Website: cityoflondon.gov.uk

A Cidade de Londres (em inglês: City of London, ou simplesmente The City localmente) é uma pequena área dentro da Grande Londres. É o centro financeiro e histórico de Londres.

Com 8,6 mil habitantes, a City é o núcleo da Grande Londres (esta um aglomerado de diversos boroughs). Sua área é de apenas 2,6 quilômetros quadrados - ou aproximadamente uma milha quadrada, razão pela qual é referida como "The Square Mile".

A City é o principal centro financeiro da Europa. Com uma singular concentração de bancos e de peritos internacionais, contando com o suporte legal de sistema regulatório eficiente e com um avançado sistema de comunicações, apoiado em uma sólida infraestrutura de tecnologia da informação, a área oferece uma imensa gama de serviços destinados a profissionais dos negócios, além de estar inserida em uma capital vibrante e dotada de peculiar diversidade cultural - uma das cidades mais interessantes do planeta.

A autoridade governante da Square Mile empenha-se em suprir as necessidades da comunidade internacional de negócios e manter um ambiente no qual as organizações de todo o mundo possam exercer seu papel no financiamento e desenvolvimento do comércio global.

História[editar | editar código-fonte]

Até 1835 a liberdade da City era essencial para aqueles que desejavam exercer o comércio.

Um número de antigos privilégios são associados com a liberdade da City, apesar de estarem mais na memória coletiva do que devidamente documentados. Entre eles estão o direito dos pastores de atravessarem a ponte de Londres com suas ovelhas, ir a City com uma espada na bainha, e serem enforcados em corda de seda se culpados por um crime capital. Outros benefícios eram o direito de não ser chantageado, casar-se na Catedral de São Paulo, se divertir e ficar bêbado sem o temor de ser preso pelas autoridades.

Aos homens livres era fornecida uma pequena caixa de madeira que funcionava como um certificado de liberdade o qual as pessoas carregavam como hoje fazem com suas carteiras de motorista.

Uma das mais antigas cerimônias tradicionais ainda existentes é a garantia da liberdade da Cidade de Londres, acredita-se que a primeira ocorreu em 1237.

O termo medieval "homem livre" significava alguém que não era nobre proprietário de terras, mas gozava de privilégios como o direito a ganhar dinheiro e possuir terras. Os moradores de Londres eram protegidos pela carta patente de sua vila ou cidade e eram geralmente livres, surgindo assim o termo "liberdade da City"

Lazer e herança cultural[editar | editar código-fonte]

Vista do distrito, com destaque ao edifício 30 St Mary Axe

A Cidade, como é mais conhecida entre seus freqüentadores, não vive apenas no mundo financeiro e dos negócios; paralelamente a essa atmosfera floresce a arte representada por diversas galerias, teatros, museus e salas de concerto para agradar a todos os gostos. Há também um amplo leque de atividades esportivas, um centro público de lazer e o mundialmente famoso "Barbican Centre" de Londres, uma babilônia cultural onde cinema, teatro, galeria de arte e espaço para diversas outras manifestações artísticas se fundem em um só local. Para completar essa vocação a City é a terceira maior patrocinadora das artes no Reino Unido e ainda detém e cuida de um grande patrimônio histórico formado por edificações e monumentos.

A história desta milha quadrada é fascinante. A cidade de Londres tem mais de 1000 anos e enquanto cumpre seu papel de autoridade local moderna preserva e respeita seu rico legado histórico. Os antigos escritórios de Lorde Mayor e "sheriffs" fundem-se com a City moderna e as tradições como o show de Lorde Mayor e a libertação da City trazem a história de Londres novamente a vida.

A Cidade possui ainda um vasto número de hotéis das categorias executivas e de luxo, e muitos restaurantes de ótima classificação também emanam de suas ruas e avenidas.

Transportes e rodovias[editar | editar código-fonte]

A Cidade de Londres atrai a cada dia por volta de 300 mil trabalhadores oriundos de outras regiões de Londres, além de um grande número de visitantes de negócios e turistas. A maior parte das pessoas que vão à City dependem do transporte público.

A City precisa de um eficiente sistema de transportes que permita aos trabalhadores chegarem e deixarem o trabalho, correios e bons veículos para fazer as entregas essenciais ao dia a dia do centro de negócios. Sempre promovendo o transporte público, a Cidade de Londres procura manter o tráfego fluente por meio de efetivo planejamento e gerenciamento da rede de vias públicas. Melhorando a segurança a todos os usuários e criando um ambiente adequado aos pedestres e mantendo boa a qualidade do ar, tudo isso reforça a reputação da City como o melhor lugar para se fazerem negócios.

Para os moradores de Londres que têm de ir a cidade há uma infinidade de tipos de transporte público, entre eles ônibus diametrais, trens, metrô e ônibus locais que fazem o transporte das estações ferroviárias até a City. Um plano para ligar por via férrea a City e o aeroporto está sendo executado e, a partir de 2010, estará em funcionamento ligando os dois pontos em apenas 22 minutos.

A administração do transporte também cria possibilidades para a circulação segura de ciclistas. Como medida para melhorar a qualidade do ar e diminuir o tráfego foi adotada a taxação aos veículos que transitam pelas ruas da City, e este programa trouxe resultados bastante satisfatórios em relação a seus objetivos. Além disso o eficiente sistema de estacionamento rotativo auxilia na popularização do transporte público entre os londrinos.

A circulação de pedestres é primorosa nas ruas da City onde a velocidade máxima dos veículos não pode exceder os 30 km/h, todas as calçadas bem como as entradas dos edifícios contam com rebaixamento para deficientes.

Ao redor da cidade[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter em sua pequena área uma das maiores concentrações de riqueza do mundo, nos arredores da City localiza-se uma das áreas mais pobres de toda Londres. A autoridade local tenta a cada dia realizar projetos de revitalização urbanística da área, além de promover iniciativas ao desenvolvimento de pequenos negócios e dos moradores destes locais. E as cabinas telefónicas alguem que ponha a informaçao

Meio ambiente[editar | editar código-fonte]

Preocupados com o futuro obscuro que poderá haver resultando da constante degradação do meio ambiente, recentemente a cidade de Londres tem se comprometido na pesquisa de questões como o desenvolvimento sustentável do meio ambiente, o que inclui estudos para controle da altura dos novos prédios e um fórum para a discussão de questões ambientais (globais e locais) e de sustentabilidade responsável de suas finanças, o que significa preservar o meio ambiente e a qualidade de vida de seus habitantes.


Condados cerimoniais da Inglaterra Bandeira da Inglaterra

Bedfordshire | Berkshire | Bristol | Buckinghamshire | Cambridgeshire | Cheshire | Cidade de Londres | Cornualha | Cúmbria | Derbyshire | Devon | Dorset | Durham | East Riding of Yorkshire | East Sussex | Essex | Gloucestershire | Grande Londres | Grande Manchester | Hampshire | Herefordshire | Hertfordshire | Ilha de Wight | Kent | Lancashire | Leicestershire | Lincolnshire | Merseyside | Midlands Ocidentais | Norfolk | Northamptonshire | North Yorkshire | Northumberland | Nottinghamshire | Oxfordshire | Rutland | Shropshire | Somerset | South Yorkshire | Staffordshire | Suffolk | Surrey | Tyne and Wear | Warwickshire | West Sussex | West Yorkshire | Wiltshire | Worcestershire


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Inglaterra é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.