Centro financeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Centro financeiro é um distrito urbano que funciona como principal polo financeiro e comercial de uma cidade. Geralmente, a área do centro financeiro é pequena, em comparação com o tamanho total da cidade/região metropolitana. O centro financeiro, na maioria das vezes, concentra os arranha-céus mais altos de uma cidade e possui as maiores taxas de densidade populacional de uma região metropolitana.

Características principais[editar | editar código-fonte]

  • Abrigam sedes de grandes empresas e outros pontos de interesse, como pontos turísticos;
  • Sediam lojas e serviços de renome internacional;
  • Possuem indústrias tercerizadas;
  • Prédios mais altos do que a maioria das edificações do restante da localidade;
  • Tráfego intenso.

Uso[editar | editar código-fonte]

Uma cidade também pode abrigar mais de um centro financeiro, como Nova Iorque, nos Estados Unidos, São Paulo, no Brasil, Tóquio, no Japão, e Londres, no Reino Unido. Todas são as maiores cidades e principais centros financeiros de seus países.

No coração de Nova Iorque está localizado o centro cosmopolita e financeiro do mundo, a ilha de Manhattan.1 Algumas de suas regiões são a Lower Manhattan, localizada no sul de Manhattan, onde está localizada Wall Street e NASDAQ; Midtown Manhattan, o qual abriga os maiores arranha-céus e muitos outros atrativos; e o Brooklyn.

Já na cidade de São Paulo existem 6 centros financeiros. O principal deles, a Avenida Paulista, abriga sedes de bancos, multinacionais, hotéis e se impõem como um dos principais pontos turísticos e culturais da cidade. O centro da cidade, que apesar de ter sido ofuscado pelas centralidades econômicas mais recentes, abriga a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA), diversas empresas e hotéis. Contudo, existem outras centralidades fora do núcleo geográfico, como a Avenida Brigadeiro Faria Lima e os bairros do Brooklin e Vila Olímpia, na região oeste da cidade, que se destacam por sua intensa e moderna verticalização, pela presença de hotéis de luxo e empresas multinacionais. Alphaville, bairro situado no município de Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo. Conta com diversos edifícios modernos e se destaca por ser um dos principais centros de negócios da metrópole.

Tóquio, uma das maiores e mais importantes cidades do planeta, é uma metrópole de influência mundial. Abriga algumas das 25 de maiores empresas de manufatura do mundo, sendo o maior centro industrial e financeiro do Japão, e o principal da Ásia.

Atualmente Londres é a cidade mais globalizada do planeta, sendo assim, recebe também o título de maior centro financeiro do mundo, ao lado de Nova Iorque e Tóquio.

Algumas megacidades como Tóquio, Nova York, Hong Kong, Londres, Paris e Los Angeles também são consideradas cidades globais pelo Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC), por interligarem-se fortemente a outros centros de influência econômica mundial,2 3 contando com grandes empresas instaladas em várias partes do mundo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre urbanismo, planejamento e estudos urbanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.