Bolsa de valores

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A BM&FBovespa, a maior da América Latina e a 2ª maior do mundo.
A bolsa de valores de Nova Iorque, uma das mais importantes do mundo.
Interior da Bolsa de Valores de Tóquio, uma das mais dinâmicas e importantes do mundo.

A bolsa de valores é o mercado organizado onde se negociam ações de capital aberto (públicas ou privadas) e outros instrumentos financeiros como Ações e Opções.

Pode ser na forma de uma associação civil sem fins lucrativos, que mantém o local ou o sistema de negociação eletrônico adequado à realização de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários, mas, o mais usual hoje em dia e que as Bolsas de Valores atuem como S/A`s visando lucro através de seus serviços. Seu patrimônio, no caso das associações civis, é representado por títulos pertencentes às sociedades corretoras que a compõem; no caso das S/A's este patrimônio é composto por ações. A bolsa deve preservar elevados padrões éticos de negociação, divulgando - com rapidez, amplitude e detalhes - as operações executadas.

Embora existam entidades ( Ex. fundo de pensão ) que só operam com pregão eletrônico, um mercado de ações automatizada como a norte-americana Nasdaq ou a utilização de Algoritmos de comércio, tudo para atender a necessidade da vida moderna dos accionistas de hoje, onde realizam compras e vendas de títulos e nas várias bolsas de valores pelo mundo controlando horários, custos e quantidades transacionadas que por vezes ocorre sem intervenção humana.[1] [2]

Em 2006 um terço da EU e EUA do comércio realizado de títulos foi feito por programas autônomes, ou algoritmos.[3] Em 2009, já era efetuado em 73% de todo o volume de capitais dos EUA transacionadas.[4]

Características de uma Bolsa de Valores[editar | editar código-fonte]

  • Os movimentos dos preços no mercado ou em uma seção do mercado são capturados através de índices chamados Índice de Bolsa de Valores.
  • Os preços das ações servem também para indicar o valor de mercado das empresas cotadas em bolsa. Dessa forma, diversos negócios podem ser realizados entre elas e com outros investidores.
  • A principal função da bolsa de valores é manter transparente e adequado o local para as negociações de compras e vendas de ações.


História[editar | editar código-fonte]

A idéia sobre a bolsa de valores como conhecemos hoje, é bem diferente quanto olhamos para sua origem contadas pelos historiadores, dúvida sobre o seu nascimento, Roma antiga (collegium mercatorum), outros dissem, Grécia antiga (emporium), ou funduks (bazares) dos palestinos, ambos os comerciantes se reuniam para tratar de negócios. Mas com certeza a sua origem esta entre as antigas civilizações, com atribuições bem diferentes a de hoje.[5]

A idéia que temos hoje, apareceu pela primeira vez para História, em Bruges, Bélgica, no ano de 1487, o seu sentido comercial e financeiro que hoje é tal comum, a compra e venda de moedas, letras de cambio e metais preciosos. Os mercadores e comerciantes reuniam-se na casa do senhor Van der Burse, a fim de realizar negócios. O comércio de acções, o jogo financeiro puro, só apareceu no século XIX, com o ganho de escalabilidade dos empreendimentos comerciais.[6]

Algumas das principais bolsas de valores[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bolsa de valores

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este artigo:
Wikibooks-logo.svg Textos didáticos no Wikilivros
Wikinews-logo.svg Notícias no Wikinotícias
Wikinews-logo.svg Notícias no Wikinotícias