Shenzhen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shenzhen
深圳
Shenzhencity.jpg
Localização da cidade na China
Localização da cidade na China
País República Popular da China China
Província Guangdong
Área  
  Total 1952 km²
  Urbana 412 km²
População  
  Cidade (2010) 10.357.938
    Densidade   8.600/km²
  Urbana 3.538.275
  [1]
Fuso horário +8 (UTC)
Website: www.sz.gov.cn

Shenzhen (em chinês: 深圳; pronuncia-se: ʂə́ntʂə̂n) é uma das maiores e mais importantes cidades da China, localizada na província de Guangdong, no sul do país, ao norte de Hong Kong. Foi a primeira cidade chinesa a abrigar uma zona económica especial, implementada pelo governo chinês em 1979 e que transformou radicalmente a cidade, fazendo sua população crescer mais de 5000% nesses últimos 33 anos, e sua economia, mais de 9000% desde então. De fato, o poderio economico e influencia populacional hoje apresentada por Shenzhen — figurando hoje como um dos principais centros financeiros, urbanos, culturais e administrativos da China atual — é fruto do investimento estrangeiro, baseado na política da "abertura para o Ocidente".

Economia[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o Produto Interno Bruto (PIB) nominal de Shenzhen totalizou mais de CNY958,1 bilhões (cerca de US$141,5 bilhões); Em 2009, por sua vez, o PIB da cidade alcançara, entre janeiro e dezembro daquele ano, cerca de CNY820,1 bilhões (aprox. US$122 bilhões), num crescimento econômico de 10,7% em relação ao PIB de 2008. Ainda segundo dados de 2009, o PIB per capita da cidade foi de CNY90,4 mil (cerca de US$13,5 mil); A média de crescimento econômico entre 2001 e 2005 foi de 16,5%; Em 2010, Shenzhen ficou na 4ª posição entre as grandes cidades mais ricas da China, ficando atrás somente de Xangai, em primeiro, da região autonoma de Hong Kong, em segundo, da capital Pequim, em terceiro.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2013, a cidade de Shenzhen realizou um torneio WTA International de tênis. E a chinesa Na Li (Li Na) conquistou o título em 2013.

Já em 2014, a Associação de Tenistas Profissionais anunciou uma alteração para o calendário masculino do circuito mundial de tênis. O ATP 250 de Bangkok na Tailândia, deu lugar para o ATP 250 de Shenzhen, e o torneio abriu a turnê asiática no ano de 2014, entre 22 e 28 de setembro, poucas semanas depois do fim do Grand Slam do US Open.

O evento foi sediado no complexo Shenzhen Longgang Sports Center, em uma estrutura com mais de 20 quadras de tênis. A transferência significou que, pela primeira vez, a China foi sede de um evento 250 (ATP de Shenzhen), um 500 (ATP de Pequim) e um 1000 (Shanghai Masters) nas três semanas durante a temporada pela Ásia em 2014.

"A China tem sido há muito tempo um mercado em expansão para o tênis profissional masculino e estamos felizes por fortalecer nossa presença na região através da inclusão de Shenzhen. As oportunidades de crescimento na China continuam a crescer e esperamos fazer um grande evento em 2014. Queria também agradecer a todos que apoiaram o torneio de Bangkok nos últimos 11 anos", afirmou Alison Lee, vice-presidente da Associação de Tenistas Profissionais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia da República Popular da China é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.